Eleições 2020: Conheça o candidato Wagner Balieiro

Wagner Balieiro nasceu em São José dos Campos; tem 42 anos e é engenheiro. Iniciou sua militância política na pastoral da juventude e nos movimentos popular e estudantil. Está no quarto mandato de vereador, tendo sido o mais votado da cidade em 2012. Sempre pautou sua atuação na defesa de uma São José cada vez mais humana, inclusiva e para todos.
É respeitado pela sua dedicação e coerência nas votações, nas ações políticas e também na sua vida pessoal. Na Câmara Municipal se destaca ainda por ser um vereador que exerce com seriedade seu papel de fiscalizar o Executivo, além de ter um mandato participativo, buscando sempre defender os interesses da população.
Teve atuação destacada ao denunciar a construção do teatro invertido e de obras realizadas pelo governo do PSDB com irregularidades, assuntos que ganharam repercussão nacional.
Atuou como secretário municipal de transportes, quando implementou o Bilhete Único e diversas obras importantes de mobilidade urbana como duplicação da Ponte do Telespark e do viaduto Kanebo, fez o maior programa de pavimentação da história da cidade e a devolução do Teatrão à população.
Pela primeira vez é candidato a prefeito para cuidar de toda a cidade, com desenvolvimento econômico e social.

Quais os seus projetos e planos para melhorias na cidade de São José dos Campos?

Mobilidade
– Promover a licitação dos transportes coletivos no início de 2021, tendo como diretrizes a modernização do sistema, integrando os alternativos, reduzindo o tempo de espera e a duração das viagens para conforto dos usuários, garantindo os empregos dos cobradores e reduzindo a tarifa para R$ 3, com a prefeitura passando a subsidiar as gratuidades atualmente existentes no sistema;

– Priorizar a implantação de ciclovias, conectando-as em um grande sistema cicloviário, que integre todas as regiões da cidade, possibilitando os deslocamentos através de bicicletas para trabalho e lazer;

– Implantar um programa de cidade acessível, com calçadas seguras, rampas de acesso, travessias elevadas, semáforos sonoros para deficientes visuais e outras medidas que promovam acessibilidade a todos;

– Interligar e conectar as diversas regiões da cidade, reduzindo pontos de estrangulamento viário e a dependência da Rodovia Presidente Dutra.

– Criação de um bolsão de estacionamento para os motoristas de aplicativos, além de um aplicativo público para baratear as taxas e garantir mais dignidade à categoria.

Saúde
– Apoiar de forma incondicional o Sistema Único de Saúde (SUS), priorizando a saúde básica, nas dimensões preventiva, para que as pessoas não adoeçam, e na resolutividade do atendimento, para tratamento e solução das doenças que não exijam encaminhamento para especialidades e urgência e emergência, garantindo ao final do governo a realização de consultas no nível primário em no máximo cinco dias;

– Estabelecer a classificação de risco em todo o sistema de saúde, priorizando o atendimento imediato, em no máximo 48 horas, para doenças graves;

– Expandir o Programa Estratégia Saúde da Família para atingir 80% do território da cidade e 100% do atendimento, triplicando o número das atuais equipes, começando pelas áreas de maior vulnerabilidade social;

– Dar transparência às listas de espera para consultas, exames e cirurgias eletivas no âmbito do atendimento secundário, recolocando-as na internet, com estimativa de tempo de espera, para que os munícipes possam ter atendimento adequado;

– Retomar a expansão do Hospital da Mulher.

 Educação
– Garantir a universalização do acesso à creche até o final do primeiro ano de governo, priorizando a expansão das vagas de tempo integral para as famílias em vulnerabilidade social e as que os responsáveis trabalhem;

– Propor ao Estado a municipalização das escolas de ensino fundamental, com prioridade para os anos iniciais, garantindo os direitos dos professores estaduais;

– Criar programas de educação inclusiva que organizem o processo educativo, incluindo a formação continuada para os profissionais da educação, para tornar a escola mais acessível às crianças com deficiências e em vulnerabilidade, combatendo todo tipo de discriminação no ambiente escolar;

– Retomar o Programa Escola Interativa, atualizando os equipamentos, garantindo um notebook para cada professor e ampliando a velocidade de acesso à internet nas escolas;

– Promover um Programa Municipal para garantir aos estudantes da Rede de Ensino Municipal, incluídos no Cadastro Único, o acesso à internet nos locais de moradia.

Segurança
– Fortalecer a Guarda Civil Municipal, atuando sempre em parceria com os órgãos de Segurança do Estado e da União, para fortalecer o Sistema Único de Segurança Pública, assumindo o papel que cabe ao município no cumprimento da Lei Federal nº 13.022/2014;

– Priorizar na formação da GCM as ações para o respeito aos direitos humanos, combate ao racismo, discriminação de gênero e respeito à diversidade, fortalecendo os mecanismos de prevenção a abusos e violência do Estado contra as populações vulneráveis e marginalizadas;

– Promover ações preventivas, articuladas com as políticas de assistência social, esportes, lazer, educação e cultura, desenvolvendo a cultura da paz, com o envolvimento das escolas, igrejas e demais instituições da sociedade.

Habitação
– Priorizar a regularização fundiária dos cerca de 150 loteamentos e áreas de ocupação informal existentes no município, acompanhada da implantação de infraestrutura nesses locais;

– Efetivar o Plano Municipal de Riscos, para a eliminação gradual das áreas com possibilidades de desmoronamento e inundação, regularizando os locais em que for possível garantir a segurança dos moradores;

– Retomar a regularização/legalização dos empreendimentos do CDHU implantados no município nos anos anteriores, com a entrega de títulos aos proprietários;

– Regularizar os loteamentos e bairros consolidados em que os proprietários ainda não possuem título de propriedade, como, por exemplo, o Bairro Altos de Santana;

– Retomar as parcerias com o Governo Federal e o Estado para a construção de unidades habitacionais através do Programa Minha Casa Minha Vida e do CDHU.

Um dos grandes problemas no que tange à qualidade de vida na cidade é a perturbação do sossego / fluxo. Qual a proposta do candidato(a) para minimizar ou acabar com o problema?
Fazer parcerias com a Polícia Militar, por meio do programa Atividade Delegada, que está abandonado, para que a PM reforce os trabalhos de patrulhamento ostensivo, é um dos nossos compromissos. Equipar, treinar e valorizar a Guarda Municipal para atuar na segurança, em parceria com a PM, será mais uma ação para garantir qualidade de vida aos moradores.

Também é preciso oferecer mais atividades culturais e de lazer à juventude como forma de reduzir os fluxos.

A Ponte estaiada foi a melhor solução para o trânsito na região da rotatória do Colinas?
Essa obra foi feita sem estar prevista em lugar nenhum, sem debate com a população e sem estudo de alternativas mais econômicas. O custo de cerca de R$ 70 milhões será pago pelas próximas administrações. Apesar desse gasto milionário, segundo técnicos, a ponte já estará defasada em 2025. Parte dos gastos, como cerca de R$ 1 milhão em jardinagem e R$ 342 mil só com iluminação cênica, foram feitos durante a pandemia, utilizando recursos que poderiam ser investidos em medidas econômicas e sociais.

Qual a sua avaliação sobre a administração dos últimos quatro anos?
As decisões políticas fizeram a cidade retroceder em praticamente todas as áreas. No ano passado, antes da pandemia, a falta de políticas públicas deixou a cidade entre as piores do Estado de São Paulo e da região, na geração de empregos, falta de transparência desperdício de recursos em obras não prioritárias como a Ponte Estaiada e a Arena de Esportes, que, juntas custaram mais de R$ 150 milhões, aumentando o endividamento e onerando o futuro da cidade de forma desnecessária.

A paralisação de importantes obras e programas prejudicou toda a cidade, como o abandono do antipoeira, do programa habitacional, da reforma do Teatrão, da atividade delegada e nas ações a favor da saúde da mulher.

Os bairros da periferia voltaram a ser esquecidos, sem manutenção e investimentos necessários para que as famílias vivam com dignidade. Houve grande retrocesso com a paralisação da regularização dos loteamentos e bairros irregulares e do Programa Habitacional.

Quais as principais carências de São José? Quais serão suas prioridades?
São José dos Campos tem o desafio de voltar a ser pujante. A geração de empregos e o desenvolvimento econômico e social serão minhas prioridades. Em função da pandemia, as ações da prefeitura devem priorizar o socorro às famílias em vulnerabilidade social, os micros e pequenos empreendedores, a retomada do comércio, ajudando a criar empregos e a gerar renda para a população.

Sobre economia, como você pretende atrair empresas para São José e por consequência diminuir o desemprego na cidade?
Entre nossas propostas está a criação de um distrito industrial e comercial na área da antiga ocupação do Pinheirinho. Em razão das dívidas do proprietário com a prefeitura, vou desapropriar o terreno, que tem mais de 1,3 milhão de m², sem custos para os cofres públicos, para trazer novas empresas e novos investimentos.

Por que o leitor deve votar em você?
Minha trajetória de vida e minha história em defesa da nossa cidade e da população me prepararam para governar para todos, ouvindo as pessoas e sem excluir ninguém. É um grande desafio; como joseense, aliás entre todos os candidatos sou o único que nasci aqui, quero que São José dos Campos volte a se desenvolver, econômica e socialmente.

Para isso, meu compromisso é de ouvir a população sobre as principais demandas e deixar todas as ações e contratos plenamente transparentes. Hoje, para ter acesso às informações, só recorrendo à Justiça. Não é este de modelo de cidade que queremos.
São José dos Campos, de vocação tecnológica e de expressão nacional, pode e merecer ser uma cidade melhor, mais justa, solidária e mais humana. Juntos, vamos fazer mais e melhor!

Conheça os outros candidatos para prefeitura de São José do Campos
– Coronel Eliane Nikoluk | PL
– Dr. Constantino Cury | PSB
– Felicio Ramuth | PSDB
– João Bosco | PCdoB
– Luiz Carlos | PTC
– Marina do Psol | PSOL
– Professor Agliberto | Novo
– Raquel de Paula | PSTU
– Renata Paiva | PSD
– Senna | PSL
– Wagner Balieiro | PT

Obs: Todo o conteúdo das respostas foram enviados pelos candidatos. Os textos foram publicados na íntegra. Não houve qualquer edição por parte da reportagem. Os 11 candidatos receberam o mesmo roteiro de entrevista.

LIFE | cotidiano - Publicado 08:00 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

3 thoughts on “Eleições 2020: Conheça o candidato Wagner Balieiro

  1. Antonio disse:

    16 anos como vereador e poucos feitos pela cidade….., junto com o Carlinhos foi a pior administracao que sjc teve nos ultimos 20 anos!

  2. Pedro Bruno disse:

    Wagner Balieiro

    • Antonio disse:

      uma proposta do Wagner, é reduzir a tarifa de onibus para 3 reais! porque isso não foi feito quando ele foi secretario de transportes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *