Eleições 2020: Conheça o candidato Professor Agliberto

O Professor Agliberto é Professor Titular da cadeira de Inovação e Empreendedorismo da FATEC São José dos Campos, onde também coordena a Escola de Inovadores, sendo especializado em Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica.
Em sua experiência no setor público, foi Diretor Executivo do CECOMPI, organização social responsável pela concepção e implantação do Parque Tecnológico de São José dos Campos, e foi presidente da Agência INOVA Sorocaba, gestora do Parque Tecnológico daquela cidade.
Foi líder do Núcleo do NOVO em São José dos Campos e também responsável pela implantação e expansão do partido no Vale do Paraíba. Em 2018 foi candidato a Deputado Federal pelo NOVO, tendo obtido a relevante marca de 24.252 votos.
O partido NOVO é o único que não usa os Fundos Partidário e Eleitoral. Trata-se de um partido de cunho liberal em que todos os membros são obrigatoriamente ficha-limpa, e onde seus candidatos são escolhidos por meio de processo seletivo e assumem o compromisso formal de reduzir seus gastos, verbas e despesas, ou seja, de cortarem seus próprios privilégios.
A título de exemplo e, em linha com as diretrizes do NOVO, o Professor Agliberto realizará, dentre suas primeiras medidas, a venda de todos os veículos funcionais da prefeitura e o corte de 70% dos cargos comissionados, ou seja, cargos que não requerem a prestação de concurso público, economizando mais de 200 milhões de reais no curso de seu mandato, a serem reinvestidos em Saúde e Educação no nosso município.

Quais os seus projetos e planos para melhorias na cidade de São José dos Campos?

Mobilidade
Nossa proposta de gestão introduz pela primeira vez em nossa cidade um plano integrado de mobilidade urbana que possui como diretriz básica a gradual transição do modal automóvel para meios alternativos, sustentáveis e menos poluentes de transporte, a exemplo daquilo que é praticado há décadas nas cidades mais avançadas do mundo.

Nossa gestão irá estimular a introdução em nossa cidade dos mais modernos meios de transporte de massa privados, tais como aqueles realizados por meio de aplicativos como o Buser, o 4Bus ou o UBus, além de implementar modais de transporte coletivo movidos a eletricidade, como é o caso da Linha Verde, obra a qual planejamos dar continuidade com a necessária presteza.

Além da Linha Verde, nosso plano contempla ainda a construção da Via Jaguari, da Via Banhado e da Via Parque (um novo e necessário acesso da  Zona Norte à região central de nossa cidade, ligando o Parque da Cidade à Av. Teotônio Vilela – o chamado Fundo do Vale), todos já com ciclovias adjacentes, de modo viabilizarmos a redução dos tempos de deslocamento e da emissão de poluentes em nosso município.

Nosso modelo prioriza também a construção de novas ciclovias, além da integração das ciclovias existentes ao transporte público, por meio da disponibilização de suportes para bikes em ônibus e da construção de bicicletários e de Centros de Apoio a Ciclistas, de modo a estimular o efetivo uso deste salutar e sustentável meio de transporte, atualmente subutilizado em nossa cidade.

Adicionalmente, priorizaremos esforços junto às concessionárias e ao governo do estado, para a construção das marginais à Via Dutra na Zona Leste de nossa cidade e de acesso desta mesma região à Rodovia Ayrton Senna.

Saúde
Nossa proposta na área de Saúde deposita sua ênfase na Medicina Preventiva em comparação ao modelo atual, fortemente calcado em medicina corretiva. Esta visão está alinhada às melhores práticas e casos de sucesso em gestão de saúde no mundo e terá como foco, dentre outros, a odontologia infantil e a redução de doenças crônicas como diabetes, cardiopatias, hipertensão e obesidade, por meio da gradual realocação do orçamento da saúde, que hoje dedica apenas 1/3 de suas dotações à Medicina Preventiva.

Nossos esforços estarão voltados também para a redução de filas e tempo de espera para exames críticos tais como os oncológicos e cardiológicos, por exemplo. Este objetivo será atingido por meio de uma gradual migração de tais exames das clínicas da rede pública para as da rede privada o que possibilitará, além de uma maior racionalização de custos, a livre escolha de médicos e clínicas pelo próprio paciente, a exemplo do que ocorre hoje com portadores de planos de saúde privados. Ainda no que tange ao aumento da eficiência e agilidade nos atendimentos da rede pública, introduziremos as chamadas pré-consultas (tomada de pressão, temperatura, detalhamento de sintomas, etc.) nos hospitais e unidades da rede, liberando assim os médicos para focarem com maior exclusividade no atendimento dos pacientes.

Tudo isto será amparado por meio de uma Plataforma de Gestão da Saúde que, de um modo profissional e integrado, proverá maior transparência aos munícipes com relação a todos os serviços oferecidos pelo setor, tais como posição em filas de consultas, cirurgias e exames, por exemplo.

Em linha com os princípios do partido NOVO, todos os gestores de hospitais públicos e UBSs serão escolhidos por meio de processo seletivo, abolindo-se a anacrônica prática de indicações políticas em troca de apoio, ao mesmo tempo em que o esforço e dedicação dos profissionais da saúde será devidamente reconhecido por meio do estabelecimento de metas e da concessão de bônus para seu atingimento, ou seja, com total ênfase na meritocracia.

Por fim, nossa administração planeja introduzir creches para pessoas da 3ª idade, uma necessidade cada vez mais premente à medida que a idade média de nossa população vem sendo naturalmente estendida, como consequência dos atuais avanços na medicina.

Educação
De modo a criarmos as condições para que o joseense possa desfrutar de um pujante Futuro de Oportunidades, elaboramos nosso inovador Plano de Melhoria do Ensino Infantil e Básico, que consiste em uma ação integrada sobre toda a estrutura de ensino de nosso município, de modo que possamos recuperar o presentemente sofrível desempenho do ensino fundamental da cidade no IDEB, já que esta etapa inicial de aprendizado é determinante para assegurar uma evolução intelectual contínua do aluno, bem como uma bem-sucedida inserção dos estudantes no mercado de trabalho, sem as usuais evasões escolares e quedas de performance que usualmente ocorrem a partir do ensino médio.

De modo a atingirmos tais objetivos, ampliaremos a disponibilização de creches e do ensino em período integral em nossa rede de escolas (atualmente em decepcionantes 12% das unidades), o que contribuirá para uma consequente melhoria do ensino, conforme tem ocorrido nos demais municípios que introduziram tal prática. Adicionalmente, realizaremos a abertura de escolas nos finais de semana para reforço educacional e oferecendo oficinas de atividades esportivas, profissionalizantes e culturais, tanto para pais como para alunos.

Dentro de nossa meta de conduzir nosso ensino fundamental a um patamar resolutamente mais elevado, implantaremos Escolas Fundamentais “Padrão Escola-Embraer” nas diversas regiões de nossa cidade, de modo a revertermos a atual situação de baixo desempenho de nossos estudantes nas avaliações nacionais de ensino.

Nosso plano contempla ainda uma abrangente requalificação do corpo docente de nossas escolas, ao mesmo tempo em que introduziremos bônus para professores e funcionários que atingirem metas, rompendo com a antiga prática de apenas reservar-se tais benefícios para o corpo diretivo dos estabelecimentos de ensino. Ainda no que tange aos diretores das escolas, sua escolha passará a ser feita por meio de processo seletivo, substituindo-se a prática da indicação política, comum nos das de hoje.

Segurança
Buscamos, por meio da implementação de um novo Sistema integrado de Segurança em nossa cidade, transformar os excelentes recurso humanos de que atualmente dispomos na atual GCM em uma Polícia Municipal, guardadas as devidas competências constitucionais. Ao mesmo tempo em que planejamos requalificar este contingente, ampliando sua presença nos bairros, criaremos dentro da corporação um Esquadrão de Elite, em convênio com o governo do estado, ampliando de modo estruturado e consistente a efetividade das ações de segurança em nosso município.

Combinada a esta inciativa introduziremos ainda, também em parceria com o governo do estado, um pacote de bonificações para policiais civis e militares que atingirem as metas de segurança estabelecidas.

Com relação à infraestrutura de segurança, implementaremos o projeto City Câmeras (de autoria do deputado federal  Heni Ozi Cukier, do partido NOVO), que possibilitará o acesso das equipes de segurança às câmeras de estabelecimentos privados do município, por meio de parcerias e convênios, ao mesmo tempo em que retomaremos as instalação de bases comunitárias de segurança nos bairros, as quais contarão com os mais modernos equipamentos de combate ao crime, tais como os drones.

Ainda no que tange à adequação de nossa infraestrutura para apoio à segurança pública, implantaremos em diversas localidades um Sistema de Iluminação Inteligente, com sensores de luminosidade à presença, que acende , apaga e dimeriza a luz de acordo com o movimento no local, promovendo assim efetivas e eficazes condições de segurança nas diversas localidades.

Habitação
De modo a suprir o crescente déficit habitacional de nossa cidade, introduziremos o programa “Saia do Aluguel”, que realizará gestões junto a agentes financeiros, ao setor de construção e ao governo do estado para a ampliação do número de Moradias para a População de Baixa Renda.

Disponibilizaremos ainda uma Sala do Empreendedor Construtor que proverá um ágil fornecimento de informações a investidores e a munícipes, sobre zoneamento, terrenos, população, renda, disponibilidade de áreas e infraestrutura no município, de modo a mais eficientemente viabilizar a construção de novas unidades habitacionais, dentre outras.

Um dos grandes problemas no que tange à qualidade de vida na cidade é a perturbação do sossego / fluxo. Qual a proposta do candidato(a) para minimizar ou acabar com o problema?
Planejamos fazer uso de áreas públicas já existentes, como praças, quadras de esporte e demais instalações, com a devida disponibilização de segurança no local, de banheiros químicos e de área para a instalação de quiosques e food-trucks, dentre outros, de modo que a questão dos bailes e do chamado “fluxo” possa restringir-se a áreas específicas da cidade e em horários a serem previamente acordados com os realizadores de tais eventos, minimizando-se assim o impacto sobre a perturbação do sossego, que é uma preocupação de toda a população.

A Ponte estaiada foi a melhor solução para o trânsito na região da rotatória do Colinas?
Entendemos que a ponte estaiada foi uma obra necessária, entretanto questionamos o custo da empreitada, bem como sua prioridade em relação a obras similares, uma vez que a obra atende as demandas do atual modelo de mobilidade que privilegia o transporte por meio de automóvel, ao invés da necessária implementação de soluções de mobilidade coletiva de qualidade, que estimulem as pessoas a deixarem seus veículos em casa, reduzindo-se assim as pressões sobre o trânsito na região central da cidade e reduzindo-se os tempos de deslocamento para todos, além da necessária redução na emissão de poluentes, de modo a tornar nossa cidade ainda mais sustentável.

Qual a sua avaliação sobre a administração dos últimos 4 anos?
Em nossa avaliação, a atual administração carece de uma política de geração de empregos, por meio da atração de novos segmentos de empresas e indústrias para nosso município, de modo a minimizar-se adicionalmente o aumento do desemprego causado pela pandemia.

Entendemos também que a atual gestão continua voltada para as antigas práticas da velha política ao realizar obras que, apesar de necessárias, foram realizadas à custa de um indesejável aumento do endividamento do município (que quase triplicou no curso da atual gestão) estando ainda parte desta dívida atrelada ao dólar (o que implica em futuras inevitáveis pressões sobre a arrecadação para se fazer face aos juros desta dívida), num momento em que as mais avançadas práticas de gestão pública recomendam uma saudável redução da dívida pública municipal, combinada ao enxugamento da máquina estatal e ao aumento da eficiência do funcionalismo na prestação de serviços públicos, de modo que nosso município possa estar dotado dos recursos necessários para conduzir sua manutenção e crescimento de forma financeiramente sustentável.

Adicionalmente, entendemos ser preocupante a gestão da educação em nossa cidade, com resultados decepcionantes e aquém do necessário para dotarmos nossos jovens de meios para crescerem e prosperarem profissionalmente num momento histórico em que o conhecimento torna-se a base da criação de valor, salários dignos e renda, conforme nos demonstra a experiência dos países desenvolvidos.

Finalmente, nossa avaliação é a de que a atual gestão concentra sua atenção primordialmente à região central de nossa cidade, enquanto é visível que os bairros mais afastados carecem de melhor infraestrutura, limpeza e zeladoria, além de maiores alternativas de lazer, tais como jardins, quiosques e food-trucks, e de projetos inovadores, como a implantação de mini-florestas e hortas urbanas ou do Parque Linear as Orla do Rio Paraíba, que planejamos criar durante nossa gestão de modo a integrar a população ao principal rio que corta nossa cidade.

Quais as principais carências de São José? Quais serão suas prioridades?
São José dos Campos é uma das melhores cidades do país para se viver, e o joseense se orgulha de sua cidade, de seus atrativos e de sua beleza natural.

Nossa gestão será marcada por um real foco nas pessoas e em suas necessidades, razão pela qual nossa maior ênfase será sobre a geração de empregos, especialmente no momento atual em que a pós-pandemia demanda uma ação vigorosa e imediata dos governantes, de modo a minimizar seus impactos.

Em adição a isto daremos especial enfoque à educação, e à saúde, conforme já detalhado acima.

Por fim, nossa gestão terá seu enfoque voltado para a funcionalidade e a sustentabilidade de nossa cidade, por meio de uma gestão moderna e eficiente, que estancará o crescente endividamento de nosso município, reduzindo radicalmente os cargos comissionados, os gastos com publicidade e desestatizando as atividades da prefeitura que não se mostrem competitivas em comparação àquelas ofertadas pela iniciativa privada.

Buscaremos ainda descentralizar a administração por meio da criação de subprefeituras, medida esta que visa ensejar uma maior aproximação do poder público com a população., juntamente com o programa Embaixadores de Bairros, que contará com o apoio de grupos de voluntários na resolução dos problemas de cada localidade.

Sobre economia, como você pretende atrair empresas para São José e por consequência diminuir o desemprego na cidade?
Por meio de nosso Plano de Recuperação Pós-Pandemia, planejamos minimizar o impacto causado pelo Covid-19 sobre nossa cidade que, além impactar fortemente o setor de serviços de nossa economia (responsável por cerca de 75% dos empregos), produziu igualmente consequências danosas sobre a indústria aeronáutica (um dos maiores empregadores industriais do município).

Entendemos que a geração de empregos no setor industrial em nossa cidade requer uma maior diversificação de seus segmentos, de modo a reduzirmos nossa excessiva dependência da indústria automobilística (que consistentemente apresenta decrescente volume de empregos nos últimos anos), das indústrias petroquímica e química (tendo Petrobrás, Bayer e Johnson & Johnson como suas maiores representantes) e da indústria eletro-eletrônica (com Panasonic e Ericsson, principalmente).

Nosso planejamento consiste na implementação de políticas públicas para a atração de novos investimentos em setores da nova economia em nossa cidade, tais como o segmento de serviços digitais e da chamada economia da criatividade (que incluem atividades como design, web design, web marketing, computação gráfica, produção de vídeo, fotografia, desenvolvimento de aplicativos, games. teatro, cinema, música, entretenimento e ecoturismo, pintura, artes plásticas, eventos, exposições, gastronomia, etc.).

Planejamos ainda dar especial ênfase ao desenvolvimento do setor de turismo, bem como ao turismo de negócios, por meio da revitalização de áreas públicas, da construção de atrações como mirantes e decks com jardins e quiosques que ampliem a convivência ao ar livre em nosso município, além de buscarmos valorizar e revitalizar uma de nossas principais atrações por meio da criação da Subprefeitura de São Francisco Xavier, dentre outras medidas.

Por que o leitor deve votar em você?
O momento político atual, tanto no Brasil como no resto do mundo, aliado à inusitada ocorrência de uma pandemia de proporções globais, nos mostra que é chegado o momento de uma mudança de paradigma no que tange à gestão pública em nossa cidade de São José dos Campos, que sempre foi precursora e possui os traços da inovação e do pioneirismo estampados em seu DNA.

É nesse sentido que traremos ao joseense uma administração compromissada com o respeito para com o dinheiro do pagador de impostos, de manifesta austeridade e isenta de vícios e conflitos de interesses, de modo a podermos dotar nosso município para os desafios que teremos nesse novo mundo pós-pandemia, ao mesmo tempo em que colocamos toda a atenção e apreço do governo efetivamente a serviço do eficaz atendimento das necessidades das pessoas.

Pautaremos o serviço público de modo que possamos desenvolver  uma cultura de incentivo e facilidade para que as pessoas possam empreender, trabalhar e gerar suas próprias riquezas livres de impostos excessivos, da burocracia sufocante e de leis ultrapassadas. Queremos uma cidade solidária, com políticas que estimulem e produzam liberdade econômica, por meio da atração de investimentos e da geração de novas oportunidades para todos.

É só dar asas que o joseense nasceu para voar! É por isso que convidamos todos a juntarem-se a nós e a bradarem com todas as forças:

Voa de novo, São José!

Conheça os outros candidatos para prefeitura de São José do Campos
– Coronel Eliane Nikoluk | PL
– Dr. Constantino Cury | PSB
– Felicio Ramuth | PSDB
– João Bosco | PCdoB
– Luiz Carlos | PTC
– Marina do Psol | PSOL
– Professor Agliberto | Novo
– Raquel de Paula | PSTU
– Renata Paiva | PSD
– Senna | PSL
– Wagner Balieiro | PT

Obs: Todo o conteúdo das respostas foram enviados pelos candidatos. Os textos foram publicados na íntegra. Não houve qualquer edição por parte da reportagem. Os 11 candidatos receberam o mesmo roteiro de entrevista.

LIFE | cotidiano - Publicado 08:00 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *