Eleições 2020: Conheça a candidata Coronel Eliane Nikoluk

“Meu nome é Eliane Nikoluk, tenho 50 anos, sou casada há 27 anos com o Coronel da PM Paulo Luiz Scachetti e tenho duas filhas. Nasci em São Paulo, e escolhi São José dos Campos para morar com minha família.
Doutora em Segurança e especialista em Gestão Pública, fiz parte da primeira turma de 15 mulheres da Academia Barro Branco, instituição que forma os oficiais da Polícia Militar. Em 2014, fui a primeira mulher a assumir o comando da PM do Vale do Paraíba e Litoral Norte. Por mais de 4 anos, comandei mais de 3.000 policiais nos 39 municípios da região. Também atuei voluntariamente como coordenadora regional da Defesa Civil.
Após mais de 30 anos de trabalho na PM, aposentei-me em 2018. Deixei a carreira, mas não a minha vocação de servir.  Assim, no mesmo ano, aceitei o desafio de ser candidata a vice-governadora na chapa de Márcio França. Iniciamos a campanha com 3% das intenções de voto, superamos o 1º turno, e não conquistamos a eleição por uma diferença pequena de votos. Logo depois, aceitei o convite para ser secretária de Segu
Acredito que podemos construir, com trabalho em rede, uma cidade mais justa, mais segura e melhor para todos. Sei que o desafio é grande, mas aqui temos os recursos necessários, temos pessoas capazes, instituições de ponta, e uma população que deseja participar das decisões. As pessoas estão cansadas de serem excluídas, elas querem ter voz e vez.”

Quais os seus projetos e planos para melhorias na cidade de São José dos Campos?

Mobilidade
Nosso Plano de Governo contempla ações e projetos em várias frentes da Mobilidade Urbana, com o objetivo de construir uma cidade inteligente, humana e melhor para todos.  Vamos ouvir o Conselho Municipal de Mobilidade Urbana, como ser proponente e parceiro efetivo para o planejamento e apontamento de melhorias na mobilidade urbana, com foco na qualidade dos serviços.

Vamos articular uma rede de pessoas e instituições para elaborar bons diagnósticos e buscar soluções inovadoras para os problemas atuais, com responsabilidade e foco no futuro.

A aplicação de interligações, ampliação de modais, melhorias e revisão do Plano Municipal de Transporte Coletivo deve ser colocado em prática logo nos primeiros 100 dias de mandato. Pretendemos implantar um sistema de transporte público inovador, com diferentes modais integrados.  Vamos avaliar as obras, os projetos e as licitações em andamento,  sempre seguindo os princípios da transparência e economia das contas públicas.

Definiremos estratégias de educação de trânsito, com foco na drástica redução de acidentes, inclusive nas estradas que cortam nosso município. Vamos valorizar o uso das ciclovias e ciclofaixas, com interligação dos circuitos cicloviários e aumento de bicicletários.

Saúde
Faremos uma gestão eficiente, com coragem no enfrentamento da crise atual e nas futuras. O nosso foco será a saúde preventiva, serviços mais humanizados e eficientes,  e otimização dos recursos nas UBS’s (Unidades Básicas de Saúde), com o objetivo de reduzir os prazos para consultas médicas, exames e retornos.

Vamos fortalecer a Estratégia Saúde da Família, aumentando o número de equipes e profissionais, efetivando o foco na prevenção e a proximidade com as pessoas que utilizam a rede de saúde.

Vamos ampliar o diálogo com o Conselho Municipal de Saúde (Comus) e com os CGUs (Conselhos Gestores de Unidades), para melhor entender as reais necessidades dos usuários da rede e detectar rapidamente eventuais falhas no atendimento básico. Vamos avaliar potenciais parcerias com a rede privada para ampliação dos serviços, sempre com foco nas pessoas e na  qualidade dos serviços.

Vamos valorizar os profissionais da saúde, oferecendo capacitação e melhores condições de trabalho e atendimento. Pretendemos ampliar o horário de atendimento das UBSs e efetivar sua integração com o atendimento especializado.

Por meio dos centros de referência de saúde, vamos fortalecer as parcerias com os governos Estadual e Federal para ampliar o atendimento de média e alta complexidade, reduzindo o tempo médio de espera.

Vamos criar o Família Segura, programa multidisciplinar de proteção e atenção à mulher vítima de violência doméstica. E vamos fortalecer o programa de prevenção e atendimento aos dependentes químicos, com acolhimento de forma integral e sistêmica.

A rede de  atendimento terá foco na avaliação do espectro do TEA (Transtorno do Espectro Autista), TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), TOD (Transtorno Opositor Desafiador), PC (Paralisia Cerebral) e demais transtornos, com fornecimento de diagnóstico laudado, certificando direitos, atendimento especializado como fonoaudiólogos, fisioterapêuticas, psicólogos e serviço social, e suporte familiar.

Vamos integrar o Setor de Zoonoses com outras secretarias, visando ações educativas e eliminação de pragas e animais que tragam risco à saúde pública. Vamos fortalecer as políticas de proteção animal e criar um Hospital Veterinário em nosso município.

Educação
Nossa gestão terá foco nos alunos e profissionais da educação. Vamos desenvolver um plano de atenção integral à primeira infância, que abrange crianças de 0 a 6 anos, e aos alunos do ensino fundamental.

Com responsabilidade e equilíbrio, investiremos na manutenção e ampliação de escolas ou creches para atender comunidades onde há déficit de vagas, principalmente em período integral, que é uma necessidade urgente.

Vamos promover a integração das escolas com a comunidade, criando polos referenciais de cultura, cidadania e esportes (Escola pela Vida). Por meio de ações intersecretariais e trabalho em rede, vamos oferecer no ambiente escolar atividades culturais, de saúde, de promoção social e esportivas, atendimento especializado à saúde da família e promoção social, visando atendimento integral e gradativo, com prioridade nos bairros com maior vulnerabilidade social. Esses polos ajudam a promover a retirada de crianças e adolescentes da rua, trazendo-os para ambientes saudáveis e seguros.

Vamos nos valer da Fundhas e Cephas para ampliar projetos e programas voltados para fortalecer, em parceria com outras instituições, a formação complementar e a capacitação profissional de adolescentes, o aperfeiçoamento e empregabilidade de jovens e estudantes da rede de ensino, pensando também nas profissões do futuro.

Segurança
Com mais de 30 anos de experiência nesta área, posso afirmar que o Governo Municipal tem papel fundamental na questão da segurança pública. Não falo apenas sobre a necessidade de investimentos em equipamentos e tecnologia, claro que isso é importante, mas o fundamental é olhar para as pessoas. Quando você constrói uma cidade com menos desigualdade social, e oferece amplo acesso a serviços públicos de qualidade e oportunidades de emprego e renda, a tendência é a redução da taxa de violência.

Além do fortalecimento das políticas públicas sociais, também vamos promover o empoderamento das forças de segurança. Vamos criar o Gabinete Municipal de Segurança Pública. Nosso objetivo é promover a recolocação estratégica das unidades das forças de segurança, e valorizar a Guarda Civil Municipal.

Vamos fortalecer as parcerias com a Polícia Militar e a Polícia Civil, com integração de dados e tecnologia, e promover a participação ativa da comunidade nas questões relacionadas à segurança.

Nosso norte é a Paz, assim, iremos fortalecer o Conselho Municipal de Segurança, e vamos estruturar a criação de um Observatório Municipal de Segurança Pública e de um Programa de Intermediação de Conflitos e Conciliação, baseados na integração com o 156, atividades de monitoramento de risco e perigo em segurança, com engajamento do Conselho Tutelar, Defesa Civil, Ronda Escolar e integração com a sociedade.

Habitação
É preciso ter responsabilidade para harmonizar a questão habitacional com a demanda por equipamentos públicos, transporte, serviços, comércio e lazer, para garantir necessária qualidade de vida para todos. Basta percorrer a periferia de São José dos Campos para encontrar famílias vivendo em comunidades sem saneamento básico, moradias precárias, e bairros sem ruas asfaltadas e com serviços de transporte e saúde precários.

Teremos coragem e responsabilidade para encontrar soluções para os bairros irregulares. Onde a lei permitir, vamos promover os estudos e ações técnicas e jurídicas necessárias para regularização, em conformidade com a lei, mas respeitando o cidadão e em harmonia com a Defensoria Pública, Ministério Público, Poder Judiciário e demais órgãos que possam ser parceiros nessa iniciativa.

Vamos realizar uma Conferência Municipal de Direito à Moradia, com participação de todos os atores envolvidos nesse processo, de forma a garantir uma solução democrática, legalista e tecnicamente correta aos bairros irregulares, propondo alternativas para conferir dignidade humana, de verdade. Vamos mapear os espaços vazios e ociosos para análise de seu interesse social, para, junto à sociedade, podermos discutir alternativas de sua utilização.

Vamos convidar a sociedade e especialistas para discutir a gestão dos projetos habitacionais no desenvolvimento de bairros com a concepção de “bairro cidade”, com o aprimoramento do Plano Diretor, incentivando técnicas construtivas sustentáveis.

Um dos grandes problemas no que tange à qualidade de vida na cidade é a perturbação do sossego / fluxo. Qual a proposta do candidato(a) para minimizar ou acabar com o problema?
Primeiro, precisamos fazer uma mapeamento da incidência dos problemas utilizando Pareto, que é uma técnica de estatística que mapeia as maiores incidências. A partir deste levantamento, vamos elaborar um plano preventivo e estruturar uma força tarefa, com integração múltipla, com Guarda Civil, fiscalização de posturas, agentes de mobilidade urbana, Polícia Militar e Conselho Tutelar. Vamos aos locais onde há esse tipo de ocorrência para atuarmos de forma preventiva, envolvendo as pessoas da comunidade.

O objetivo da Força Tarefa é atuar tanto preventivamente quanto em várias frentes, envolvendo infrações de trânsito, uso e tráfico de entorpecentes, ruído excessivo e tudo isso vai ser devidamente tratado pelas unidades que vão compor essa força tarefa.

Por outro lado, também é importante a prefeitura avaliar locais que sejam mais  adequados para que esses eventos possam acontecer de forma mais segura e coordenada, controlada.  Gerar uma opção de lazer, uma opção de local de eventos, que  não cause perturbação nem risco a própria pessoa e a terceiros.

A Ponte estaiada foi a melhor solução para o trânsito na região da rotatória do Colinas?
Eu não acredito que a ponte estaiada, o Arco da Inovação, tenha sido a melhor opção.  Primeiro porque se trata de um projeto antigo, de 2010, e que, segundo consta, não foi devidamente  atualizado. E os requisitos legais, como audiências públicas e estudos de impactos ambientais, foram realizados somente após o início da construção.

Além disso, a solução escolhida teria que ter um custo-benefício viável, o que aparentemente não tem, já que um estudo feito pela UFABC aponta que a finalidade a qual se propõe esta obra (dar fluidez ao trânsito na rotatória) se esgota até 2025.

Eu acredito que a administração atual poderia ter feito uma busca por soluções não estruturantes, como por exemplo, instalação de semáforos inteligentes, ou reestruturação da rotatória. O próprio modelo da obra de arte poderia ser feito de forma mais simplificada.

Além disso, o investimento feito, na minha visão, não seria prioridade em relação a outras demandas mais urgentes, como saúde e educação.  Inclusive, esses recursos poderiam hoje ser utilizados no enfrentamento da Covid, mitigando o impacto da pandemia na saúde pública e na questão econômica e social.

Qual a sua avaliação sobre a administração dos últimos 4 anos?
Nesses quatro anos houve uma discrepância no tratamento da cidade como um todo, falta um olhar para todos. Essa administração foi marcada pela falta de diálogo, várias obras foram paradas por meio de ações do Ministério Público, em razão da falta de audiências públicas, da falta de  atendimento de requisitos prévios.

Mas foi marcada, principalmente, pela desigualdade de tratamento entre bairros e regiões da cidade. Temos claramente regiões que foram esquecidas, ficaram em segundo plano e tem urgências bastante significativas, enquanto outras regiões foram muito contempladas. Houve um desequilíbrio muito grande nos investimentos e na atenção da prefeitura aos bairros.

Faltou diálogo e faltou dar oportunidade de participação dos segmentos da sociedade nas tomadas das decisões.

Quais as principais carências de São José? Quais serão suas prioridades?
Sem dúvida, uma das principais questões de São José  é o desemprego, que já vinha crescendo e piorou durante a pandemia. A geração de emprego, renda e trabalho tem que ser feita dentro de um pensamento sistêmico, no sentido de desburocratizar a administração pública. Simplificar processos para que a gente torne a cidade mais atrativa para novos investidores e empreendedores. Gerar condições de atratividade, promovendo ampla discussão do Plano Diretor e das taxas e impostos municipais.

Vamos dar uma atenção especial para os trabalhadores informais, produtores rurais, feirantes, artesãos e músicos, entre outros. Eles merecem espaço para poder trabalhar na nossa cidade, e nós vamos encontrar uma solução para isso.

Outra área deficiente é a saúde, e vamos trabalhar no sentido de mudar a gestão, com responsabilidade e equilíbrio. Vamos privilegiar questões de saúde preventiva, encurtar tempo de exame, de consulta com especialista, e cirurgias. Vamos reduzir o tempo de espera da pessoa para que o problema não se agrave, para que ela tenha melhor qualidade de vida e a prefeitura  possa economizar lá na frente.

Também há carência na área da educação, principalmente de vagas em período integral nas creches. Nossa gestão vê a Educação com um sentido  macro,  com atenção especial à Primeira Infância, e cuidando bastante do ensino fundamental,  com contraturno, oferecendo, ensino de música, retomando a fanfarra, esporte de base e atividades culturais. Ou seja, ocupar o tempo das crianças e jovens. Paralelamente, vamos promover ações para valorizar os profissionais de educação, melhorando as condições de trabalho e oferecendo capacitação contínua.

A mobilidade urbana também é alvo de muitas críticas dos usuários, que pegam ônibus lotados e ficam longos períodos esperando nos pontos. Essa área será um grande desafio para nossa gestão, no sentido de privilegiar o transporte de massa e fazer a integração de modais, inclusive propondo a liberação dos mototáxis, devidamente regulamentado, e trabalhando a ligação dos circuitos cicloviários.

A segurança é outra questão, as pessoas se sentem inseguras em São José. Vamos melhorar a percepção de segurança, por meio da criação do  Gabinete Municipal de Segurança Pública, rondas, de operações integradas, força-tarefa, e valorização dos agentes diretamente relacionados à Segurança Pública.

Sobre economia, como você pretende atrair empresas para São José e por consequência diminuir o desemprego na cidade?
Para melhorar a economia a gente tem que atrair investidores, fazer com que as empresas, comércios, indústrias sintam que vale a pena estar em São José e que outros setores tenham interesse de vir para cá.

Atrair empresas da área de tecnologia, que geram empregos mais bem remunerados,  e principalmente reduzir a desburocratização dos processos na esfera da administração pública. A prefeitura vai ser uma parceira, uma facilitadora desses empreendedores, dentro da lei, da ética, da moralidade, inclusive trazendo para o município o licenciamento ambiental de baixo impacto.

Também vamos reavaliar as taxas, os impostos, fazendo um estudo nesse sentido, para que a gente possa oferecer algum tipo de benefício às empresas que possam gerar emprego para mão-de-obra local e produzir circulação de dinheiro em nossa cidade. Em compensação a esses benefícios, o município reduziria suas despesas com programas sociais e saúde à medida que os trabalhadores contratados deixam de depender do Poder Público.

Uma das vertentes da economia do nosso plano de governo é o setor agropecuário, hoje a área rural de São José é pouca explorada. Vamos estimular a agricultura familiar e produção de orgânicos, por meio de estudos e trabalhos coordenados com Sindicato Rural, assentamentos, associações, e entidades representativas.

Nossos produtores rurais têm enorme potencial para fornecer alimentos para cidades da região, e, inclusive para a própria prefeitura.

Por que o leitor deve votar em você?
Eu sou a melhor opção pelo meu preparo. Sou uma pessoa nova na política, mas muito preparada para a gestão pública, fui realmente preparada para enfrentar grandes crises, e gosto de trabalhar com as pessoas. Eu sei trabalhar em rede, sei liderar equipes, e acredito muito no trabalho de sinergia entre instituições.

E também porque a alternância de poder é algo saudável na democracia. É muito importante que a gente possa inovar com segurança, com responsabilidade, que a gente possa trazer nova forma  de gestão principalmente substituindo o atual modelo de governar, que é uma grupo pequeno tomando decisões em nome de todos, sem ouvir as pessoas.

Eu, ao longo de toda minha jornada, sempre tive esse olhar mais humano. Minha prioridade será sempre as pessoas e não o concreto, privilegiando pontes entre pessoas, pontes de conhecimento, e de união por objetivos e metas comum.

Conheça os outros candidatos para prefeitura de São José do Campos
– Coronel Eliane Nikoluk | PL
– Dr. Constantino Cury | PSB
– Felicio Ramuth | PSDB
– João Bosco | PCdoB
– Luiz Carlos | PTC
– Marina do Psol | PSOL
– Professor Agliberto | Novo
– Raquel de Paula | PSTU
– Renata Paiva | PSD
– Senna | PSL
– Wagner Balieiro | PT

Obs: Todo o conteúdo das respostas foram enviados pelos candidatos. Os textos foram publicados na íntegra. Não houve qualquer edição por parte da reportagem. Os 11 candidatos receberam o mesmo roteiro de entrevista.

LIFE | cotidiano - Publicado 08:00 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *