Gás Estireno que vazou em São José não é prejudicial à saúde, informa empresa responsável

Segundo posicionamento, liberação do gás para a atmosfera ocorreu das 19h17 às 19h19 e também não oferece risco ao meio ambiente

Após a Cetesb confirmar o vazamento de gás estireno de uma empresa situada no Jardim Limoeiro na noite de terça (9), a Life recebeu dezenas de questionamentos sobre eventuais riscos causados à saúde. Muitas pessoas reclamaram de irritação nos olhos, nariz e garganta.

Com a repercussão do caso, a empresa responsável se manifestou. Segundo a Unigel, a liberação do gás Estireno ocorreu das 19h17 às 19h19 e não houve nenhum risco ou prejuízo à sociedade e nem ao meio ambiente. Segundo a nota não há garantia de que o vazamento da empresa seja o responsável pela irritação sentida por moradores de diversos bairros de São José dos Campos.

“É importante esclarecer que o gás foi liberado por um período de apenas dois minutos, e que a chuva corrobora para a diminuição de uma possível propagação do elemento químico. Sendo assim, não se pode afirmar que possíveis odores sentidos a quilômetros de distância do ocorrido tenham alguma relação” descreve a nota. A Cetesb informou que vai notificar a empresa e tomar as ações legais cabíveis. Veja abaixo a íntegra do comunicado divulgado pela Unigel.

 “Em razão da forte tempestade que atingiu a cidade de São José dos Campos, no início da noite de ontem (09), esclarecemos que houve uma queda de energia elétrica na região, interrompendo o fornecimento gerado pelo Condomínio Industrial no qual a unidade da Unigel está inserida. Tal evento impôs a necessidade de iniciar o procedimento de parada de emergência da fábrica, durante o qual houve a abertura do dispositivo de segurança primário de um dos reatores no período de 19h17 a 19h19. Em situações emergenciais como esta, pode ocorrer liberação do gás Estireno para a atmosfera de forma controlada, sem que acarrete qualquer prejuízo à sociedade e ao meio ambiente. Esses dispositivos estão instalados justamente para garantir a segurança da comunidade e dos trabalhadores da fábrica. Destacamos que esta é uma situação prevista nos protocolos de segurança.Sobre o episódio ocorrido é importante esclarecer que o gás foi liberado por um período de apenas dois minutos, e que a chuva corrobora para a diminuição de uma possível propagação do elemento químico. Sendo assim, não se pode afirmar que possíveis odores sentidos a quilômetros de distância do ocorrido tenham alguma relação. Na noite de ontem, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) esteve em contato com a liderança da empresa e também realizou inspeção na fábrica, constatando que a ocorrência não proporcionou a liberação de efluentes e que o odor estava contido na área produtiva, e, portanto, sem potencial para novos desdobramentos ambientais e incômodo ao bem-estar público”.

 

 

LIFE | cotidiano - Publicado 19:55 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Gás Estireno que vazou em São José não é prejudicial à saúde, informa empresa responsável

  1. Georges Christian Costaridis disse:

    Não existe filtro para esse tipo de situação não ô Cetesb? Ou continuamos na causa e efeito? Primeiro sufoca um monte para depois investigarem e descobrirem que existe sim meio de conter essa contaminação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *