LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

De uma fazenda de eucalipto ao 10º bairro mais populoso de São José!

Compartilhe a Life Informa:

*Matéria Capa da Revista Aquarius Life de abril
Jardim Aquarius possui 25.286 moradores, segundo o IBGE; trata-se do bairro mais populoso da zona oeste

De uma fazenda de eucalipto ao 10º bairro mais populoso de São José!

Bairro mais populoso da zona oeste de São José do Campos, o Jardim Aquarius possui 25.286 moradores, segundo o último censo do IBGE.

Fique por dentro de tudo o que acontece em São José dos Campos e região em nosso portal informa.life. Para ter a notícia mais rápida, junte-se ao nosso canal do WhatsApp ou aos nossos grupos de avisos rápidos.


Com 115 condomínio residenciais e 12 condomínios horizontais, além de 24 grandes prédios comerciais, o Aquarius, que despontou no final da década de 90, hoje é – surpreendentemente – o 10º bairro mais populoso de toda São José dos Campos.

De uma fazenda de eucalipto ao 10º bairro mais populoso de São José!

Moradores antigos e que acompanharam a transformação da região, como Robim Norihito Furukita, relembra que o bairro era composto por apenas algumas ruas de terra. “Imaginar que tudo aconteceria nesses 30 anos é surreal. E foi uma coisa boa”, conta Robim, que mora no bairro desde a década de 90.


Opinião similar é exposta por Francisca Gil, fundadora da primeira Associação de Moradores do Jardim Aquarius. “Quando me mudei, em 1999, só tinham alguns edifícios na avenida Cassiano Ricardo. Vim para o Aquarius em busca de qualidade de vida, era um bairro que prometia muito”, destaca Francisca. A moradora enfatiza que adora o esplendoroso pôr do sol do “Terreno das Vaquinhas” e lamenta o futuro da gleba, que receberá um novo bairro. “O loteamento que será implantado no Terreno das Vaquinhas me deixa muito triste. Foi uma luta de 20 anos para que nada fosse construído ali. Gostaria que fosse um lindo parque, que não tirasse a vista maravilhosa que temos daqui do Aquarius”, completa.

Os moradores comentaram também sobre alguns pontos negativos do bairro que podem ser melhorados. “Acredito que o bairro demanda uma modernização da infraestrutura para atender adequadamente os moradores e trabalhadores. Também é necessário melhorar o trânsito e reforçar a manutenção das áreas verdes. Sinto falta”, explica Robim. Para Francisca o transito também é uma preocupação. “Com a construção do novo loteamento no Terreno das Vaquinhas, gostaria de saber qual é o projeto para melhorar o trânsito, que já é caótico”, ressalta.

Zona Oeste

A zona oeste foi a que teve o maior crescimento populacional nos últimos anos: com 23,3 mil moradores a mais, a região passou de 41.161 moradores em 2010 para 64.482 atualmente, representando um aumento de 56,7%.

Confira os 10 bairros mais populosos de São José:

1. Morumbi: 62.190
2. Campo dos Alemães: 56.500
3. Novo Horizonte: 47.193
4. Alto da Ponte: 40.563
5. Vila Industrial: 39.506
6. Putim/Setville: 38.895
7. Parque Industrial: 38.549
8. Bosque dos Eucaliptos: 33.184
9. Jardim Satélite: 27.804
10. Jardim Aquarius: 25.286

População flutuante

Além dos moradores, o Aquarius possui uma população flutuante estimada pela Life em cerca de 10 mil pessoas, que trabalham diariamente em prédios, condomínios e nas 5 mil salas comerciais do bairro.

História do Aquarius – Por Felipe Cury

No começo era só pasto. Entre a relva verde e os cupins ressequidos, sulcando veredas tropicais, atalhando o terreno enfeitado com estrume. O que havia de promissor era uma plantação de arroz, contrariando nossa vocação tecnológica. A área era imensa, plana, vistosa e pertencente a um fazendeiro inteligente, moderno de ideias avançadas, alegre que era carinhosamente chamado de Tão Marcondes, casado com Dona Tita Marcondes, senhora distintíssima da alta sociedade joseense e pais de Vera Marcondes Buffulin grande benfeitora de obras sociais. Tão Marcondes, em aparente bom negócio, dispôs-se a vender a gleba à Ford do Brasil.
A poderosa indústria automobilística tinha intenção de construir ali, num futuro longínquo, uma fábrica de caminhões, projeto que foi enrolando, enrolando, até nunca mais. Havia um arremedo de estrada, mais tarde conhecida como Estrada Velha, ou Estrada Imperial, que iria ligar São José a Jacareí. Era um verdadeiro rascunho rodoviário, que não levaria a nada.
O tempo passava e São José com pressa de se expandir. Começaram a surgir caminhos e atalhos buscando encurtar os caminhos senatoriais. O planejamento veio com o engenheiro ITEANO, Ednardo José de Paula Santos. Em 1978, o então prefeito Ednardo desapropriou a área que viria a ser o nosso AQUÁRIUS.
A avenida São João morria na subida do morro, onde uma horrenda cerca de arame farpado retinha o progresso. E o dinamismo jovem fez com que um trator da prefeitura derrubasse a cerca para surgir portentosa avenida que chegaria até à Rodovia Presidente Dutra. Nascia assim o Jardim Aquarius!

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos e Vale do Paraíba – SP.
Receba notícias na palma da sua mão, entre em nossos canais e facilite sua comunicação!
Para entrar no grupo Whatsapp: clique aqui
Nosso Novo Canal Whatsapp: clique aqui
Para entrar no canal Telegram: clique aqui 
Para seguir pelo Instagram: clique aqui
Para entrar no canal no YouTube: clique aqui
Denúncias, reclamações e informações:
Nossa redação 12 98187-2658

12 Respostas

  1. Quando havia reunião que começou com o Cury para definir a diretrizes e propostas de desenvolvimento da região, eu estivecem todas, mas a população do aquarius não participava em massa. Estas reuniões aconteciam na Escola Sebastião Cobra no Jardim das indústrias. Mas o povo do aquarius não lutou massivamente para transformar o terreno das vaquinhas num parque, que poderia ser arborizado para refrescar o aquarius. Agora com as construções no terreno das vaquinhas, o aquarius vai ficar mais quente ainda.
    Lamentável.

  2. SEMPRE QUE VOU A SÃO JOSÉ FICO HOSPEDADO NO MONDRIAN EXCELLENTE BAIRRO, PENA QUE NÃO VAMOS MAIS TER A PLANTACAO DE GIRASSOIS….FAZ PARTE.

  3. Acho que a sequência da história é mais bonita e atraente.
    Em frente ao terreno das vaquinhas, a SERVENG loteou o meio e nas pontas ou bordas ficou com a CASTOR ENGENHARIA a qual começou o primeiro prédio do AQUARIUS, o ALTOS DO ESPLANADA I e II, o SERVENG lançou o primeiro prédio depois de iniciado os outros. A primeira construção é datada de 1.986 porém a 38 anos.

  4. O que nos deixa triste, é que o Aquarius, tem a oportunidade de ter um contraste fantástico em sua vista que é o terreno das vaquinhas, para dar lugar a um capitalismo morbido. Quantas coisas se perderão..sem falar do por do sol.. tão lindo.

  5. A avenida Cassiano Ricardo se chamava Avenida Imperial (era uma rua de terra). Onde fica o seminário,tinha um portão, impedindo o acesso e ligação com a avenida São João.
    Os eucaliptos foram plantados ali porque era uma área muito úmida, com o chão encharcado e os eucaliptos ajudaram a secar a terra para que pudessem, após mais de 50 anos, construir casas e prédios no local.
    Onde fica o Aquarius morou um homem entre as décadas de 70 e 80. Os moradores dos bairros Jardim Alvorada e Jardim das Indústrias o conheciam. Ele perambulava pela região, muitas vezes sem roupa. As crianças apelidavam ele de índio, doido, ermitão… Nunca soubemos quem era, nem o que aconteceu com ele.

  6. Poucas verdades e muita invenção do dito da região sobre terreno da Ford verdade onde é o aquário era mata linda eu corria nas trilhas da mata até a Dutra,essas construções de prédios no terreno das vaquinhas que era do Engenheiro João Verdi dono da Avibras vai virar uma desgraça de trânsito oque já está ruim vai piorar vão permitir construir prédio de 42 andares, saudades de Sjcampos quando tinha até uns 150 mil habitantes e tinha muitas indústrias com o governo Emanuel e Cury não deram incentivo fiscais as indústrias foram pra outras cidades e estados, hoje só sobrou a Embraer que dá mais empregos porque avião não pode fazer linha de montagens automatizadas e a Jhonson até a GM que chegou a ter mais de 10 mil empregos hoje uns 1500 até mato crescendo nos pavilhões da GM,e com super população e avanços tecnológicos robôs trabalhando no lugar das pessoas e agora com IA inteligência artificial vai ficar pior,como disse o cientista e navegador francês Jack Custeau em entrevista em 84 guardei essa frase A super população vai destruir o planeta em 1900 era de 1, 6 bilhões de habitantes hoje depois de só 120 anos somos mais de 8 bilhões de habitantes o Brasil já é a quinta população do mundo tenha um a dois filhos depois dos 36 anos como na Suécia, Finlândia etc sobra empregos pra todos,e com aquecimento global mudanças climáticas dióxido de carbono CO2,viram a chuva que aconteceu em Dubai choveu num dia oque chove em dois anos, planejamento familiar JÁ e plantar florestas e mudar política energética para energia limpa senão não vai dar tempo de salvar o planeta.

  7. Triste, triste, triste
    Quanta coisa se perderam em São José Campos!
    Agora, vão acabar com o terreno das vaquinhas
    LAMENTÁVEL!!!!!

  8. Nem se eu ganhasse na loteria e ficasse milionário, a ponto de conseguir comprar um aptº ou construir uma casa nesse bairro, eu faria isso. Aquilo ali vai ficar um inferno, bota fé no que eu estou dizendo. Aqueles moradores que compraram seus aptºs e que tem vista para o terreno, com um lindo pôr do sol, esqueçam!!! Acabou!!! Game-Over!!! Eles irão abrir as janelas e vão se deparar com prédios e mais prédios. Na minha ótica, não vejo nenhuma valorização para os moradores antigos do Jd. Aquárius. Muito pelo contrário. Tenho certeza que muitos já estão pensando vender seus imóveis e sair de lá. Ali vai ficar insustentável!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Nosso e-mail: contato@informa.life | 12 98187-2658
Life Informa | São José dos Campos – SP
Avenida Cassiano Ricardo, 601 / Sala 123
Edifício The One – Jardim Aquarius
São José dos Campos – SP – CEP 12.246-870