Região do Vale do Paraíba é considerada área de risco pela OMS

Estado e município também confirmam alerta; 110 mil são vacinados em SJC

Foto: Life

A Organização Mundial de Saúde considera todo o estado de São Paulo uma área de risco para a febre amarela. A Vigilância Epidemiológica do Estado também confirma o sinal de alerta em todo o Vale do Paraíba. A prefeitura municipal de São José dos Campos confirma um total de 109.571 pessoas vacinadas até a tarde desta quinta-feira. Segundo o IBGE (Instituo Brasileiro de Geografia e Estatísticas), a cidade tem 705 mil habitantes. A campanha de vacinação segue até o dia 17 de fevereiro.

Há uma atenção maior para áreas situadas próximas a corredores ecológicos, que como são os casos dos bairros Buquirinha, Bonsucesso e adjacências – além do distrito de São Francisco Xavier. Também há preocupação maior no bairro Urbanova em razão da morte de um macaco na divisa com Jacareí. Em razão disto, durante o último final de semana a prefeitura fez uma ação preventiva em locais rurais do Urbanova.

Apesar do receio, a secretaria municipal de Saúde ressalta que não há circulação do vírus na área urbana de São José. A população que pode receber a vacina deve ser imunizada. As pessoas que não podem ou estão impossibilitadas devem evitar áreas de mata usar repelentes.

Balanço da Campanha em SJC – Febre Amarela

Dia 28/01

26.666 – 913 plenas e 25.753 fracionadas

Dia 27/01

25.818 – 668 plenas e 25.150 fracionadas

Dia 26/01

24.105 – 722 plenas e 23.383 fracionadas

Dia 25/01

32.982 – 1.113 plenas 31.869 fracionadas

Total: 109.571

Casos no Estado – Com relação aos casos relacionados à doença, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informa que, desde 2017, 57,4% das infecções por febre amarela foram contraídas em Mairiporã, 12,6% em Atibaia e 3,7% em Amparo. Essas três cidades respondem por três quartos dos casos de febre amarela silvestre no Estado, e já têm ações de vacinação em curso desde o ano passado. Não há casos confirmados na capital paulista. Além disso, o número de cidades classificadas como locais prováveis de infecção da doença (26) representam 4% do total de municípios existentes no estado de São Paulo.De 2017 até o momento houve 134 casos autóctones de febre amarela silvestre confirmados no Estado. 52 deles evoluíram para óbitos (confira na tabela abaixo). Entre os óbitos, está um morador de Minas Gerais e outro de Santa Catarina, ambos infectados em Mairiporã.

 

 Município de Infecção Caso Óbito
  n n
AGUAS DA PRATA 2
AMERICO BRASILIENSE 2 1
AMPARO 5 3
ATIBAIA 17 10
BATATAIS 1 1
BRAGANÇA PAULISTA 1
CAIEIRAS 2 1
CAMPINAS 1
COTIA/ITAPIRA 1 1
FRANCISCO MORATO 1 1
FRANCO DA ROCHA 2 1
ITATIBA 2 1
ITAPECERICA DA SERRA 1 1
JARINU 2 1
JUNDIAÍ 1
MAIRIPORÃ* 77 23
MAIRIPORÃ/ITAPECERICA DA SERRA 1
MOCOCA/CASSIA DO COQUEIROS 1
MONTE ALEGRE DO SUL 4 1
MONTE ALEGRE DO SUL E AMPARO 1 1
NAZARÉ PAULISTA 4 2
PIEDADE 1 1
SANTA CRUZ DO RIO PARDO 1
SANTA LUCIA 1 1
SÃO JOÃO DA BOA VISTA 1 1
TUIUTI 1         –
Total geral 134 52

* 2 óbitos, sendo um com residência em Poço Fundo (MG) e outro em Santa Catarina, ambos com infecção em Mairiporã (SP)

 

LIFE | cotidiano - Publicado 16:15 | - Redação

Compartilhe a Life Informa:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube: Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.