Obras da Ponte estaiada não são suspensas pela Justiça após ação do MP

Pedido dos promotores para suspender os serviços foi negado pela juíza Cristina Inokuti. Segundo a magistrada, não há indícios de “desvio de interesse público nem violação aos princípios da legalidade e razoabilidade”

Foto: divulgação prefeitura

Vitória da prefeitura. A Justiça negou o pedido do Ministério Público de suspender as obras da ponte estaiada. Promotores alegavam que  o projeto prioriza o transporte individual em detrimento ao coletivo, que não há estudos que comprovem que a ponte estaiada seria a melhor solução para o problema de trânsito do local e que especialistas ouvidos apontaram outros projetos que seriam mais eficientes e baratos.

No entanto, a juíza Cristina Inokuti entendeu em seu despacho que os documentos juntados pelo MP não apresentam evidências para as alegações apontadas, e que não há indícios de “desvio de interesse público nem violação aos princípios da legalidade e razoabilidade.” A promotoria tem 15 dias para contestar a decisão. O Arco da Inovação possui valor de R$ 48,5 milhões, quer serão financiados pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

LIFE | cotidiano - Publicado 16:49 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *