Fraudes digitais são perigo para quem não se previne

Foto Franck / Unsplash

Por: Alexandre Thomaz
Entrou em vigor em agosto de 2020 a Lei Geral De Proteção de Dados (Lei 13.709 de 2018), que determina às empresas diversas obrigações quanto a gestão de bancos de dados de pessoas físicas. Todas as empresas deverão se adequar, desde a mais singela até a mais complexa. As multas passarão a ser aplicadas somente a partir de agosto de 2021. Contudo, mesmo com regulamentação já em vigor, não são raros os casos de vazamento de dados pessoais. O último caso de vazamento de dados que se tem notícia ocorreu em janeiro de 2021 e é considerado o maior vazamento de dados da história. Não se tem notícia da origem de tais dados, mas a verdade é que os dados pessoais de muitos brasileiros estão disponíveis (até mesmo de graça) na internet.

Como saber se meus dados foram Vazados: O leitor pode verificar se seus dados foram vazados (e quais) nos seguintes websites : https://haveibeenpwned.com/ (em inglês, é o site mais completo, que diz quais dados vazaram, em quais incidentes de segurança e de quais websites), https://minhasenha.com/ (em português, permite que através de seu email, seja verificado se houve divulgação da senha e de quais sites, indicando a troca da senha), e https://monitor.firefox.com/ (em português, que trabalha em parceria com o site https://haveibeenpwned.com/).

Dicas: Em posse dos dados pessoais, os falsários podem realizar as mais diversas modalidades de fraude, entre elas abrir contas em bancos, realizar empréstimos, solicitar cartões de crédito e até mesmo abrir empresas. Pensando em ajudar as pessoas e evitar tais fraudes, o Banco Central criou o site Registrato (https://www.bcb.gov.br/cidadaniafinanceira/registrato). Neste website é possível verificar quais contas bancárias existem em seu nome e em quais bancos. No website da Junta Comercial de São Paulo é possível também verificar se existem empresas abertas em seu nome, e o acesso se dá pelo mesmo login e senha da Nota Fiscal Paulista (https://www.jucesponline.sp.gov.br/)

Mais Dicas: Nunca é demais lembrar as dicas básicas de segurança online: trocar senhas de três em três meses dos e-mails que possui. Em verdade, quanto menos e-mails tiver, mais fácil será gerir suas senhas. Da mesma forma, não compartilhar dados e senhas através de aplicativos e websites é muito importante, e por compartilhar entende-se utilizar a mesma senha em mais de um site. Não é muito lembrar de não utilizar como senhas datas de aniversário própria ou de filhos, parentes, etc. É importante que a senha contenha sequencia de palavras maiúsculas, minúsculas e caracteres especiais (@, #, $, %, etc) e que não sejam letras e números aleatórios. Isso porque os sistemas e programas de “quebra de senha” se utilizam de combinações aleatórias de letras e números.

Finalmente, lembramos que todos os programas e aplicativos que são gratuitos, em verdade, se utilizam da coleta de dados pessoais. É como se diz: quando o serviço online é gratuito, o pagamento são seus dados pessoais.

Por: Alexandre Thomaz
Abdala & Thomaz – Advogados
[email protected]

LIFE | cotidiano - Publicado 10:19 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube: Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *