Família e moradores pedem justiça por Lelê, morto em decorrência de intervenção policial

Clima tenso no Campo dos Alemães nesta segunda (5). “Mais um jovem inocente da periferia foi morto pela polícia. Mais uma mãe enterrando seu filho. Mais um pai desesperado sem saber o que fazer”, afirma a ativista negra, Ingrid De Sá. BO registra resistência e tentativa de sacar a arma

Foto: Reprodução Facebook

Dezenas de moradores da região do Campo dos Alemães, na zona sul de São José dos Campos, protestam contra a morte de Leandro Gustavo de Araújo Rosa, de 18 anos, conhecido como Lelê – morto na noite de domingo (4) após sofrer uma abordagem da Polícia Militar. Revoltadas, as pessoas colocaram fogo em madeiras e entulhos na rua. Também havia faixas e manifestantes com alto-falante. Familiares, amigos de Lelê e ativistas de movimento contra o preconceito pediam justiça, em um misto de luto e inconformismo.

“Mais uma vez um jovem inocente foi morto pela policia que mata todos os dias pobres e pretos da periferia. Estamos cansados. Quem é que decide quem vive e quem morre? Quem é que decide quais vidas são importantes e quais não são? Mais uma mãe hoje enterrando seu filho. Mais um pai desesperado sem saber o que fazer. Lelê não era vagabundo. Queremos justiça”, afirma a ativista negra, Ingrid De Sá, em vídeo veiculado no Facebook.

Policiais militares que passavam nas proximidades do protesto eram xingados e ofendidos pelos moradores. A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar, que informou que ainda não havia um posicionamento sobre esta ocorrência. Assim que o retorno for dado esta matéria será atualizada.

LIFE | cotidiano - Publicado 16:39 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Família e moradores pedem justiça por Lelê, morto em decorrência de intervenção policial

  1. Michel dantas disse:

    Afirma ativista negra… Seria isso uma matéria tendenciosa?????

    Seiiiiiiiiiiii

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *