Nova comissão decide continuar com as investigações do caso Maninho

Vereador é acusado de cobrar R$ 300,00 mensais por indicações a cargos na prefeitura

Foto: Divulgação

A comissão processante aberta contra o vereador Maninho Cem por Cento (PTB), acusado de cobrar “pedágio” por cargos na prefeitura, decidiu prosseguir com a investigação do caso em reunião na tarde desta terça-feira (8) na Câmara de São José dos Campos. A reunião teve a presença da vereadora Juliana Fraga (PT), presidente da nova comissão, e dos vereadores Calasans Camargo (PRP) e Dulce Rita (PSDB).

A comissão vai pedir ao Ministério Público informações a respeito do inquérito. A próxima reunião do grupo acontecerá no dia 22 de janeiro, às 15h. A comissão tem até 5 de março para preparar um relatório e enviar ao plenário para votação. A ação pode resultar no arquivamento do processo ou na cassação do mandato do vereador.

Acusações

Além da acusação em setembro de 2017, feita por um ex-assessor pela cobrança de um “pedágio” de R$ 300,00 mensais por indicações a cargos comissionados na prefeitura, o Ministério Público entrou com uma outra ação pedindo que Maninho Cem Por Cento perca o cargo no legislativo por manter um funcionário comissionado de seu empreendimento particular em seu gabinete. O processo foi arquivado por uma ação do ex-presidente da Câmara, Juvenil Silvério.

LIFE | cotidiano - Publicado 11:39 | - admin

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Nova comissão decide continuar com as investigações do caso Maninho

  1. JOSE OLIVIO LOCATELLI disse:

    O Juvenil agiu corporativamente quando arquivou. Estamos diante de uma nova esperança e a investigação isenta é auspiciosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *