Caoa Chery suspende demissões após acordo com sindicato

Proposta de layoff  foi aceita pela empresa chinesa

Caoa Chery suspende demissões após acordo com sindicato
Caoa Chery suspende demissões após acordo com sindicato / Foto: divulgação

Reviravolta na cadeia de produção da Caoa Chery. A empresa chinesa entrou em acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e suspendeu as demissões dos funcionários, anunciadas na semana passada, quando a montadora decidiu acabar com a produção de veículos na fábrica da cidade.

Segundo o sindicato foi acordado um layoff de cinco meses, entre junho e outubro deste ano. Depois, entre novembro de 2022 e janeiro de 2023, haverá estabilidade para os funcionários.

Mas, neste período o sindicato e a montadora vão continuar negociando para evitar demissões, que chegariam a mais de 480 se o acordo não tivesse sido formalizado. O sindicato já protocolou uma proposta de projeto de lei na Câmara Municipal de Jacareí para proibir o fechamento da montadora.

“A suspensão das demissões foi uma grande vitória até agora e mostra o quanto é importante a luta dos trabalhadores. Não se pode simplesmente aceitar a imposição dos patrões. Agora vamos dar um novo passo e exigir a permanência da Caoa Chery em Jacareí. Os interesses dos patrões não podem ser colocados acima do bem coletivo. Por isso, estamos iniciando uma campanha nacional contra o fechamento da montadora. Também defendemos a estatização da fábrica”, afirma o presidente do Sindicato, Weller Gonçalves.

Veja também

Canceladas demissões de 420 funcionários da Avibras

 

LIFE | cotidiano - Publicado 12:42 | - Redação

Compartilhe a Life Informa:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube: Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

6 thoughts on “Caoa Chery suspende demissões após acordo com sindicato

  1. Ivan+Santos disse:

    Este sindicato deveria ser menos radical qdo anunciou sobre fechamento sindicato ficou apavorado ,pois fazem greve a Cherry pode ser fechada e quase fez ainda está na balança é mesmo que avibras, GM e aconteceu no passado na Embraer… enquanto tivermos sindicato deste jeito teremos empresas sempre com demissão …pois os dirigentes tem estabilidades em seus empregos…o sindicato deveria é ter mais cuidado mexe com pais de famílias ,emprego … agora está cantando de galo …mas ainda podem reverter

  2. Bruno+-+oficial+👮‍♀️ disse:

    A oitava maravilha do mundo! Vários otários compraram a maravilha! Otários!

  3. Daniel Rocha disse:

    Em 2013 foi feito uma pesquisa na GM sobre o custo das fábricas da marca no Brasil, e lembro que a de SJC saía a 2.300,00 por funcionário, SCS custava 1.800,00 a de Gravataí por volta de 1.600,00 e a da Argentina apenas 800,00. As empresas no mundo tem q ter lucro pra dar aos acionistas, mas tbm lembrei do acordo da CHERY qdo se instalou em Jacareí e fez acordo salarial com os empregados e o sindicato, passados alguns meses os empregados com a conivência do sindicato resolveram não aceitar mais o acordo e os chineses surpresos foram saber no sindicato e este lavou as mãos salvou a CAOA pois sei que a CHERY descontente estava indo embora, quem tudo quer nada tem, o mal é o sindicato ser manobrado por partidos politicos, que por lei não podem ser, mas Brasil é Brasil

  4. Contra Peleguismo disse:

    Incrível que onde o sindicato se mete só dá merda. Lembro que em 2008 fui buscar um notebook que a empresa q prestava serviço deixou na Johnson de SJC. Tava tendo algazarra do sindicato na frente proibindo a passagem, e mesmo explicando que não era da região , funcionário e sequer da categoria e só tinha ido buscar um equipamento, quase apanhei dos gente boa do sindicato. Perdi a manhã toda por causa desses vagabundos.

  5. Marcelo Jose Gonçalves Melo disse:

    Isso aqui é terra de ninguém! A Chery está perdendo a confiança do brasileiro. Se a Ford saiu depois de 1século no Brasil imagine a Chery. Uma vergonha!

  6. João Drumond disse:

    Era so o que faltava, o sindicato quer estatizar fábrica de carros, a decadência tá aí do lado do sindicato, se a esquerda ganhar as eleições esperem pelo pior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *