Aquarius Life: Para evitar retorno, carros invadem ciclovia e trafegam na contramão!

Abusos ocorrem na avenida Carlos Maria Auricchio

Foto Leitor

Rotina frequente no cotidiano do Jardim Aquarius as infrações de trânsito são cometidas de várias formas. Motoristas abusados vêm desrespeitando de forma grave as leis de trânsito na avenida Carlos Maria Auricchio. Ao saírem de um terreno, usado como estacionamento e situado ao lado de uma concessionária, muitos motoristas passam sobre a ciclovia e na contramão do fluxo, manobra ilegal apenas para evitar o deslocamento até o retorno. O terreno ao lado deste estacionamento foi fechado recentemente para evitar que os carros estacionassem.

A secretaria de Mobilidade Urbana informou que irá intensificar a fiscalização no local e também recomenda a abertura de um chamado pela Central 156 quando identificada a irregularidade.

Foto Leitor

Na mesma avenida – Motoristas vêm estacionando no interior de uma praça situada ao lado de uma academia, próxima ao entronacamento com a rua Isaias Andrade.
Questionada sobre a falta de respeito para com as leis de trânsito a prefeitura informou que neste caso os condutores podem ser enquadrados no código 5452/7 do CTB, que trata de estacionar ao lado ou sobre gramado ou jardim público – infração considerada grave e com valor de R$ 195,23. A prefeitura disse também que vai intensificar a fiscalização no local e também recomenda a abertura de um chamado pela Central 156 quando identificada a irregularidade.

LIFE | aquarius-life - Publicado 15:49 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Aquarius Life: Para evitar retorno, carros invadem ciclovia e trafegam na contramão!

  1. Georges C. disse:

    Que tal uma câmera no local? Educação também se aprende pelo bolso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *