Vidoca terá estreitamento de pista para obras da ponte estaiada a partir desta sexta

Desvios na pista sentido zona sul devem durar 15 dias

Foto: Life

O andamento dos trabalhos para construção do Arco da Inovação – ponte estaiada seguem em ritmo acelerado com várias frente de trabalho. Nesta sexta-feira (29), as obras de fundação da ponte, realizados na pista sentido bairro da Avenida Jorge Zarur, vão estreitar as faixas à esquerda, desviando parte do tráfego de veículos para a pista local, por aproximadamente 15 dias. Para os condutores, a orientação é para que respeitem a sinalização e reduzam a velocidade ao passar pela obra.

Para minimizar os impactos desta etapa, estão sendo finalizados os serviços de alargamento da pista local, preservando a capacidade de tráfego no trecho para que o trânsito siga livremente por 3 faixas, enquanto parte das pistas estiverem bloqueadas.

Como vai funcionar:

Avenida Jorge Zarur sentido centro-sul
Pista expressa: uma faixa livre
Pista local (em frente a supermercado): duas faixas livres

Rotas alternativas

Todas as frentes de trabalho realizadas no entorno da rotatória do Colinas interferem nas condições de trânsito da região, especialmente nos horários de pico. Em função disso, a Prefeitura de São José dos Campos orienta os condutores para a utilização das rotas alternativas disponibilizadas no hotsite do Arco da Inovação, sobretudo para aqueles que utilizam o local apenas como passagem.

LIFE | cotidiano - Publicado 12:19 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Vidoca terá estreitamento de pista para obras da ponte estaiada a partir desta sexta

  1. Fernando Machado disse:

    Que a região estava precisando de uma alternativa viária de desafogamento e fluidez do trânsito, isso não se discute. O que é discutível (a pergunta que não quer calar) é se, de fato, haveria a necessidade de isto ser uma obra tão ostentadora e faraônica, como está projetada pra ser? Quais outros interesses podem estar camuflados aí, e quem pode estar se beneficiando de fato??? Cidadãos contribuintes joseenses, pensem um pouquinho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *