LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Trem Intercidades: Projeto de Lei do Estado prevê transformar a malha ferroviária

Compartilhe a Life Informa:

Revitalização do sistema ferroviário prevê desafogar o transporte rodoviário de cargas com a ativação de linhas regionais de trajeto curto e terminais intermodais

ferrovia
Ferrovia em São José dos Campos

Para reduzir o custo do transporte, melhorar a competitividade da produção agrícola e industrial paulista e oferecer novas alternativas de transportes aos usuários e operadores logísticos, o Governo de São Paulo propôs um projeto de lei que autoriza a exploração da infraestrutura e dos serviços ferroviários no Estado por meio de novas concessões à iniciativa privada.

Encaminhado pela Secretaria da Casa Civil à Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), a proposta é equilibrar a matriz de transportes de cargas, eliminando gargalos logísticos, reduzindo custos, tempo de viagem e emissão de poluentes, além de aumentar a mobilidade urbana e a capacidade logística com a interconexão de trechos ferroviários em operação.


O panorama estadual é de predomínio de 84% do modal rodoviário sobre 11% do ferroviário – sendo 9% pertencentes à CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). E mais da metade dos 5,7 mil quilômetros de trilhos no Estado apresentam baixa capacidade ou estão ociosos.

Com a revisão de trechos desativados – principalmente no entorno de regiões metropolitanas do Estado que apresentam saturação da malha rodoviária -, a revitalização do transporte sobre trilhos é uma alternativa sustentável à “malha subutilizada, abandonada, que provocam cicatrizes urbanas no interior paulista”, explica o Secretário de Logística e Transportes de São Paulo, João Octaviano Machado Neto.

Para revitalizar este cenário, a Secretaria de Logística e Transportes criou o GT (Grupo de Trabalho) Ferrovias de SP, que é coordenado por Luiz Alberto Fioravante. A equipe desenvolve o Plano Estratégico Ferroviário do Estado de São Paulo que reativará a malha de trilhos inoperantes nas cidades e alavancará economicamente o setor.

O Plano Estratégico já conta com o PAM-TL (Plano de Ação de Transporte de Passageiros e Logística de Cargas para a Macrometrópole Paulista), que prevê investimentos privados de cerca de R$ 70 bilhões, sendo R$ 54,2 bilhões na malha ferroviária em cinco regiões metropolitanas: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e São José dos Campos. Juntas, concentram cerca de 70% do transporte de cargas do Estado e 32% do PIB nacional.

São cinco grandes iniciativas previstas no PAM-TL até 2040. Implantação do TIC (Trem Intercidades), que ligará São Paulo a Campinas, Sorocaba, Santos e São José dos Campos; linhas expressas de transportes de cargas; ferroanel na região leste do Estado; duplicação do trecho oeste do Rodoanel; e a licitação da Linha Verde – rota carbono zero de ligação bimodal (rodoviária e ferroviária) entre São Paulo e o Porto de Santos para o escoamento da produção nacional.

Para a logística de cargas, o plano prevê ainda 13 pátios rodoferroviários com armazenagem de distribuição e transferência de modais (ferroviário e rodoviário, mesclando o uso de caminhões grandes fora das cidades e pequenos dentro dos municípios) com o objetivo de reduzir o tempo e o custo do transporte.

A exploração da infraestrutura e dos serviços ferroviários no Estado foi autorizada após aprovação da Lei Federal 14.273/2021. Considerado o novo marco regulatório do setor, a legislação permite o deslocamento pelas estradas de ferro por meio de shortlines (linhas de trajeto curto) que, agora, também estão sob responsabilidade de estados e municípios.

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos e Vale do Paraíba – SP.
Receba notícias na palma da sua mão, entre em nossos canais e facilite sua comunicação!
Para entrar no grupo Whatsapp: clique aqui
Nosso Novo Canal Whatsapp: clique aqui
Para entrar no canal Telegram: clique aqui 
Para seguir pelo Instagram: clique aqui
Para entrar no canal no YouTube: clique aqui
Denúncias, reclamações e informações:
Nossa redação 12 98187-2658

30 Respostas

  1. Infelizmente a idéia é centenária e nunca sai do papel, por causa do lobby dos rodoviários (camioneiro, concessionárias de estradas, construtoras, políticos, etc). Claro que esses não querem perder os milhões que as rodovias proporcionam e baratear o transporte, nunquinha. Pode escrever, é mais uma intenção vazia que não vai dar em nada!

  2. Nada como um ano de eleição… Sacangem…e tem gente ainda acreditando e elogiando o projeto…que dó… adoro gente inocente…meu medo é que eles votam kkkkk

      1. Acho uma exclente iniciativa, precisamos melhorar a mobilidade no estado que já esta muito tempo defasada…
        Importante neste momento é dar continuidade aos projetos mesmo com a alternância de poder, aliais, esse é um tema que deveria ser lei no país..

  3. Mais uma vez o governo do estado de São Paulo falando sobre o TIC. Notícia velha que sempre volta a tona em ano de eleições. Uma pena que nunca sai do papel e nós continuamos a ter apenas a opção rodoviária para ir a outras cidades do estado.

  4. Todos os anos de eleição, a mesma lorota .
    Somente em Sorocaba , estima se que a Cometa fature 3 milhões por mês com 130 viagens / dia Passagens a alto custo ( R$28,00 / pax em média). Um frete médio de R$1.000,00 para cada 80 Km rodados . Um grupo que tem , nada menos que João Havelange entre os acionistas.
    Desde 2014, vejo isso nos jornais .

      1. LIBEREM O DINHEIRO DO BANCO DO POVO PARA OS MICRO EMPRESÁRIOS E PAREM DE MENTIR PARA O POVO PSDB. GOVERNO MENTIROSO. BRASIL PAÍS EM QUE O POVO E ENGANADO COM TAXA A 2% SELIC E ENVIADO A RENDA VARIÁVEL E PERDE TUDO, AGORA QUERENDO PERDER O VOTO, MENTINDO, FACAM AGORA NESSE EXATO MOMENTO PARA SOROCABA SANTOS CAMPINAS E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, ACABOU A MENTIRA NÃO TEM MAIS COMO SE SAFAR PSDB VOCES VAO SAIR DO PODER ESSE ANO ACABOU A MAMATA DE 24 ANOS NO PODER.

  5. o Certo e expandir em todo território do estado de São Paulo até mesmo aqui no noroeste que é um setor que esta bem castigado e abandonado na questão de ferrovia.Seria muito bom se voltasse o nosso trem passageiro

    1. Rapaz…… concordo plenamente contigo e ele está substituindo o modelo arcaico de concessão para um modelo jovem de autorização que está claro que é muito mais interessante para TODOS, seja poder público, privado e principalmente usuário….quem sabe ele se tornando um novo governador pode rever isto para o sistema de autorização…. aguardar.

    2. Realmente se o ministro for eleito ele concerteza vai fazer funcionar as malhas ferroviária ligando a capital ao interior e talvez a outros estados

  6. Eduardo morador Caraguatatuba . porque estado são. Paulo. explora melhor o nosso porto que nois temos em São sebastião.eo mais fundo da Merica latinha…

  7. Vai sair sim, Tarcísio está chegando pra alavancar a infraestrutura do estado. SP vai crescer muito. É a LOCOMOTIVA QUE VAI IMPULSIONAR O PAÍS RUMO AO PTOGRESSO.

  8. Acho que com o capita sendo eleito ele mudaram essa história ,colocando pessoas técnica para esse setor não dando chance para que político fiquem no comando como acontece com o governo Bolsonaro,e essa realidade pode acontecer,ainda mais tendo a nova serra da tamoios podendo construir os trilhos paralelo as estruturas.

  9. Se não tivessem destruído a linha entre Mogi das Cruzes e São José dos Campos, incluindo o trecho de Jacareí, como protestaram os ferroviários (chamados de antiquados/retrógrados) na década de 90, seria mais uma região que poderia ter sido contemplada…

  10. Já vi esse filme e essa história é velha, em época de eleições ressuscitam essas ideias mas depois que passa esquece tudo o que disseram e prometeram em campanhas…quem sabe um dia isso acontece de vdd!!!… continuo incrédulo…

  11. Eu moro no Paraná, conheço o Brasil. Se não ampliarem as ferrovias para todo o país, seremos eternamente um país explorado, não pelos caminhoneiros, mas pelos donos de frotas de caminhões e ônibus.
    A não ser que volte D. Pedro II.

  12. Aqui em Praia Grande, também temos a promessa, de passar por aqui o “VLT”. Sai de Santos, passa por São Vicente e a promessa é passar por Praia Grande, Mongaguá e ir seguindo. Acontece que parou na cidade de São Vicente e pelo jeito…. Essa “promessa” vai ficar sendo usada como campanha para candidato político por décadas.

  13. Como que eles tem ideias boas em ano político. Ninguém mais vai cair nessa. Esses caras são uns canalhas e não vão fazer nada de ferrovia. Eles tem a grana das rodovias nas mãos e não vão querer perder isso. Essa ideia se dá justamente porque o Tarciso veio pra governador e está com essas idéias. Só que o Tarciso Faz. Não tem rabo preso com ninguém.

  14. Todas as linhas do Trem Intercidades vão ter partida na Luz e a extensão será entre Mogi Guaçu (eixo norte via Campinas, Sumaré, Nova Odessa, Americana, Cosmópolis, Artur Nogueira e Mogi Mirim), Bertioga (eixo sul via ABC, Cubatão, Porto de Santos e Aeroporto do Guarujá), Guaratinguetá (eixo leste via São José dos Campos, Caçapava, Taubaté, Pindamonhangaba, Roseira e Basílica de Aparecida) e Boituva Paraquedismo Sky Park (eixo oeste via São Roque, Mairinque, Sorocaba e Iperó)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Nosso e-mail: contato@informa.life | 12 98187-2658
Life Informa | São José dos Campos – SP
Avenida Cassiano Ricardo, 601 / Sala 123
Edifício The One – Jardim Aquarius
São José dos Campos – SP – CEP 12.246-870