Trabalhadores da Avibras aprovam acordo que garante indenização e estabilidade

Noventa dias garantidos para os trabalhadores que permanecem na fábrica

Foto: arquivo Globo

Os trabalhadores da Avibras aprovaram em assembleia, nesta terça-feira (16), a proposta de acordo negociado entre o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região e a empresa, após as demissões realizadas na sexta-feira (12).

O acordo garante estabilidade de 90 dias para os trabalhadores que permanecem na fábrica, manutenção do nível de emprego e indenização dos demitidos. A empresa confirmou ontem para o Sindicato o total de 134 demissões.

As indenizações variam de dois a quatro salários adicionais, conforme o tempo de fábrica do trabalhador. Eles também terão direito a mais três meses de convênio médico e prioridade em futuras contratações.

A proposta de acordo foi negociada ontem após mais de nove horas de reunião. Inicialmente, a Avibras pretendia realizar as demissões sem qualquer negociação com o Sindicato, o que levou os trabalhadores a cruzarem os braços durante todo o dia. Foi incluído no acordo que o dia parado não será descontado dos salários.  A produção na fábrica foi retomada hoje, após a assembleia.

“Graças a uma série de acordos de estabilidade firmados com o Sindicato, desde maio do ano passado, a Avibras não podia demitir. Agora, a paralisação dos trabalhadores garantiu que a empresa não poderá fechar postos de trabalho nos próximos três meses. Esta é uma importante garantia para quem fica na fábrica”, afirma o diretor do Sindicato Sérgio Henrique Machado.

LIFE | cotidiano - Publicado 10:50 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *