Sul Life: Alterações levam caos ao trânsito nas estreitas vias do Jardim América

Moradores contabilizam acidentes e testam paciência com congestionamentos; pior ponto é o cruzamento das ruas Andorra e Professor José Antônio Coutinho Condino

Foto: Life (Sinalização de “Pare” foi apagada sem aviso prévio na esquina entre as ruas Prof. João Coutinho e Andorra)

As apertadas ruas do Jardim América, na zona sul de São José dos Campos, se transformaram de pacatas à congestionadas nas últimas semanas. Pior do que o trânsito, foi a alteração de preferenciais, que vem causando em média um acidente a cada dois dias. Os motivos para o caos no trânsito do Jardim América são as obras da Linha Verde, que interditam a movimentada avenida Guadalupe, e também serviços de contrapartida viária executados por um grande empreendimento comercial que se instalou no bairro.

O pior ponto, segundo moradores de prédios do local, motoristas e pedestres, se concentra no cruzamento entre as ruas Andorra e Professor José Antônio Coutinho Condino. “A preferencial mudou há duas semanas sem nenhum aviso prévio. Acidentes ocorrem dia sim, dia não. Está muito perigoso passar pelo local”, afirma a estudante de enfermagem e morador da rua Shizuko Lida, Roberta Barbosa.

Foto: Life (Sinalização de “Pare” agora está na rua Andorra)

“A minha rua e as do entorno, como a Benedicto de Alvarenga, Rosário, Mar del Plata e Tucumã, estão um verdadeiro caos. Carretas gigantes trafegam pelo bairro, destruindo calçadas, arrancando árvores e placas. Nesta madrugada mesmo (28) fui acordada pelo barulho de uma grande carreta que encalhou na rua João Coutinho. Para o pedestre também é muito perigoso. Não existe faixa para atravessar. O bairro foi da paz ao caos com estas obras. Nunca vejo um agente de trânsito para orientar”, afirma Roberta.

Em entrevista à uma emissora de televisão, o secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Guimarães, disse que vai reforças as sinalizações, mas também pede atenção por parte dos motoristas. “São duas grandes obras que ocorrem na região. Áreas de obras exigem atenção redobrada. A sinalização foi reforçada. As pessoas não respeitam as sinalizações de ‘pare’. Vamos reforçar ainda mais. Quanto às carretas, o empreendimento comercial foi orientado que as carretas utilizem a rua Paraíso. Estamos fazendo adequações viárias”, afirmou.

LIFE | sul - Publicado 14:31 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

3 thoughts on “Sul Life: Alterações levam caos ao trânsito nas estreitas vias do Jardim América

  1. Antonio disse:

    Falta o povo aprender a dar seta, parar no Pare, olhar e saber para que serve uma placa de trânsito….. e por ai vai….. pelo menos o básico! 😘😘😘😘

  2. Alexsandro Augusto Sonagli disse:

    Concordo com o Antônio. O maior problema são os pseudo-motoristas que existem aos montes, cada vez mais e que também circulam nesta região que está momentaneamente em contingência.
    Não se respeita nada, nem sinalização, nem preferencial e muito menos as velocidades máximas das vias. Não se sinaliza conversão e muito menos se tem empatia ou gentileza no trânsito.
    Podem reforçar a sinalização e, para quê(?), se não sabem ler e aplicar.
    É a barbárie no trânsito.

  3. JOSÉ VALTER PINELI disse:

    A pessoa disse que a mão preferencial mudou sem aviso prévio, engraçado que quando vamos a uma cidade desconhecida nós não temos que prestarmos a atenção nas sinalizações? São as mesmas em todo Brasil, é só olhar se tem aquela placa escrito PARE, ou uma com um triângulo de ponta cabeça que quer dizer DÊ A PREFERÊNCIA e NÃO QUE É A MINHA PREFERÊNCIA, se prestarmos a devida atenção nas sinalizações acidentes serão quase zero. Se queremos uma cidade melhor temos que conviver também com obras. Abç

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *