Simulado de desastre aéreo mobiliza 100 pessoas no aeroporto de São José

Encenação teve duração de uma hora e mobilizou 8 ambulâncias, além de viaturas de resgate

Foto: PMSJC

Um simulado de atendimento de emergência a 41 vítimas no Aeroporto Internacional Professor Urbano Ernesto Stump, em São José dos Campos, mobilizou 100 agentes de diversos órgãos municipais, estaduais e federais na manhã desta quarta-feira (9), comprovando a eficiência da integração e do trabalho em equipe.

A atividade desta quarta no Aeroporto de São José contou com a participação de equipes do Corpo de Bombeiros, Grau (Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências), Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Rinem (Rede Integrada de Emergências), que reúne prefeituras, hospitais e empresas da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira.

União de forças

O coordenador de Operações de Segurança do Aeroporto de São José, Marcelo Rodolfo Silva, e o coordenador regional da Defesa Civil, capitão Antônio Carlos Bernardes, comemoraram o êxito do simulado de emergência e destacaram a importância do trabalho em equipe.

“O simulado foi um sucesso e atendeu nossas expectativas. A interação de todos os órgãos foi muito positiva e nos dá a segurança de saber que, na eventualidade de uma emergência real, todos estão preparados para atuar com rapidez e eficiência”, disse Silva.

“O trabalho integrado faz diferença e isto foi comprovado novamente neste simulado, que é importante para aprimorar as ações e respostas caso aconteçam grandes emergências”, afirmou Bernardes.

Treinamento essencial

Voluntária da Defesa Civil de São José há 2 anos, a subgerente operacional Ariadne Bernardino Pereira, 37 anos, considera essenciais treinamentos como o realizado nesta quarta-feira.

“Tenho experiência como bombeira civil e sei que simulados como este são fundamentais para que todos saibam como agir em casos de emergência, garantindo excelência no trabalho de socorro às vítimas. Foi uma experiência rica e gratificante”, disse Ariadne.

“A integração de todas as forças e órgãos é sempre muito importante e foi um dos destaques do simulado. Ficou comprovado que todos sabem como atuar com eficiência e rapidez”, afirmou o responsável técnico do COI, Jefferson Donizetti de Lima, que é guarda civil municipal de 1º Classe.

Mobilização

O simulado teve duração de uma hora e mobilizou 8 ambulâncias, além de viaturas de resgate.

O exercício, realizado uma vez por ano, faz parte do Plano de Emergência do Aeroporto de São José e tem como objetivo avaliar o estado de prontidão dos órgãos e empresas envolvidas e dos recursos internos e externos.

Também foi analisado o sistema de comunicação de emergência com a finalidade de verificar a funcionalidade do mesmo, visando minimizar as consequências de um acidente aeronáutico grave e, consequentemente, preservando o maior número possível de vidas.

O simulado fez parte do Dia D, atividade que está sendo coordenada pela Defesa Civil do Estado de São Paulo em alusão à Semana Nacional de Redução de Desastres.

O treinamento teve como finalidade integrar os diversos órgãos de emergência envolvidos no atendimento, com sedimentação da doutrina ICS (Sistema de Comando de Incidentes, em português)/ Sicoe (Sistema de Controle de Eventos) e do método START de triagem de vitimas.

Além de simulados completos como o desta quarta-feira, a Infraero promove exercícios e treinamentos específicos de operações no Aeroporto de São José todos os meses.

Como foi o simulado

Durante procedimento de pouso, uma aeronave procedente de Manaus com destino a São José dos Campos teve seu pneu estourado, vindo a perder o controle e saindo da pista principal.

Houve princípio de incêndio, que foi controlado pelas equipes de bombeiros de aeródromo do aeroporto.

Na aeronave estavam 41 pessoas. Destas, 5 foram socorridas aos hospitais em estado gravíssimo, 17 tiveram ferimentos graves e 19 sofreram ferimentos leves.

Capacitação

Considerada uma das melhores do Estado de São Paulo em infraestrutura e equipes capacitadas, a Defesa Civil de São José dos Campos constantemente promove e participa de treinamentos, simulados e cursos para aprimoramento das atuações dos agentes e voluntários em situações críticas.

No último 26 de setembro, os agentes e voluntários participaram de simulado de acidente de grandes proporções na Via Dutra.

A Defesa Civil de São José conta atualmente com uma equipe de 22 agentes e cerca de 100 voluntários treinados.

Raio-x Aeroporto de São José

Nome completo: Aeroporto Internacional Professor Urbano Ernesto Stump

Localização: Avenida Brigadeiro Faria Lima, s/nº, Jardim Martim Cererê, zona sudeste

Inauguração: 1940

Voos atuais: Da companhia Azul
• De São José para o Rio de Janeiro (Aeroporto Santos Dumont), de segunda a sexta, com saídas às 9h50 e 18h45 e chegadas às 10h50 e 19h55.
• Do Rio para São José, de segunda a sexta, com saídas às 8h e 17h05 e chegadas às 9h15 e 18h20

Capacidade: pode receber 2,7 milhões de passageiros por ano

Área total: 12.591.907,69 m², sendo 11.394.327,03 m² de área militar e 1.197.580,66 m² de área civil (Infraero)

Guichês: 15

Dimensões da pista: 2.676 m x 45 m

Terminal de passageiros: 864 m²

Estacionamento para carros: 45 vagas

Estacionamento para aeronaves: 3 de grande porte, 4 de médio porte e 4 de pequeno porte

 

LIFE | cotidiano - Publicado 19:20 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *