Prefeitura garante ponte estaiada liberada ao tráfego até o dia 30 deste mês!

Contagem regressiva para a inauguração do novo cartão postal joseense. Trânsito fluirá melhor nos horários de pico?

Foto: PMSJC

A rotina de muitos moradores do Jardim Aquarius – e da zona oeste – foi alterada em consequência das obras e bloqueios causados pela ponte estaiada. O tempo desperdiçado no trânsito mais que dobrou nas últimas semanas. Percursos que demoravam em média de 10 a 15 minutos passaram a demorar quase 40 minutos.

“Ao invés de sair de casa às 6h45 comecei a sair às 6h10. Fica tudo parado: São João, João Batista Ortiz Monteiro, Via Oeste e Anel Viário. Não há alternativa. Espero que com a inauguração da ponte estaiada o trânsito passe a fluir melhor. No final da tarde acontece a mesma coisa”, afirmou uma dentista moradora da rua Benedito Osvaldo Lecques.

“O Aquarius está ficando intransitável, são pouquíssimas alças de acesso do centro para o bairro e vice-versa. Não sei como irá ficar com a liberação da ponte, mas não vejo uma solução a curto e médio prazo”, avaliou uma moradora da rua das Piabas.

Segundo a secretaria de Gestão Habitacional e Obras a ponte estaiada será liberada ao tráfego até o dia 30 de março. Serviços complementares, como o alargamento da ponte sobre o córrego Senhorinha, serão finalizados até 22 de abril.

A população da zona oeste está na contagem regressiva pela eventual melhora que a ponte estaiada proporcionará ao trânsito da região.

A ponte

Especulada desde a primeira gestão do ex-prefeito Eduardo Cury (PSDB), discutida e remodelada na gestão petista de Carlinhos Almeida, a aguardada ponte estaiada foi erguida ao custo total de R$ 60 milhões. Batizada de “Arco da Inovação” pela prefeitura atual, a ponte tem curva catenária e representa um marco na engenharia de trânsito joseense.

O mastro central, segundo o engenheiro Catão Francisco Ribeiro, possui cerca de 100 metros de altura. Catão também foi o responsável pelo projeto da ponte estaiada situada na Marginal Pinheiros, em São Paulo.

“Uma das peculiaridades da obra joseense é que ela possui curva catenária. Será uma obra de arte especial, com cunho social que vai melhorar a mobilidade urbana da região”, afirmou o engenheiro.

De acordo com números da secretaria de Mobilidade Urbana, 180 mil veículos passam pelo trecho diariamente com destino a todas as regiões da cidade. Referente ao transporte público, circulam pelo local 18 linhas e 60 mil trabalhadores em 1.246 viagens.

Estrutura

São dois viadutos (superior e inferior), que servirão de ligação entre as avenidas São João – Jorge Zarur (sentido sul) e Jorge Zarur – Cassiano Ricardo (sentido Aquarius). Estes acessos ficarão em formato de “x”. O viaduto inferior (Zarur – Aquarius) terá 267 metros de comprimento e o superior (São João – Zarur), 349 metros.

LIFE | cotidiano - Publicado 13:27 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *