Patinetes elétricos compartilhados chegam à São José

Valor do aluguel é de R$3,00 para desbloquear o equipamento + R$0,50 por minuto de uso

Foto: Life Informa

Tão esperados, os patinetes elétricos compartilhados finalmente chegaram em São José, única cidade sem ser uma capital a receber os veículos. Em evento realizado na manhã desta quinta-feira (17) na praça Ulisses Guimarães, no Jardim Aquarius, zona oeste da cidade, a Yellow, em parceria com a prefeitura, apresentou os novos modais disponíveis para a população.

Até o final dessa quinta-feira, a empresa disponibilizará 50 patinetes. Na próxima semana, a expectativa é que a cidade já passe a contar com 100, que inicialmente estarão disponíveis apenas no Jardim Aquarius. Há também a previsão de expansão para o DCTA a partir do dia 28 desse mês.

“A gente entende que o patinete é mais um modal de transporte que contribui para que mais carros saiam da rua. O patinete de fato tem uma característica diferente da bicicleta, afinal ele permite que o utilizem de maneira muito fácil e sem tanto esforço, evitando que as pessoas suem. Então, entendemos que algumas pessoas podem ser privilegiadas de alguma forma com o uso do patinete. É mais uma opção de transporte na cidade’, explicou Milton Achel, diretor de Relações Institucionais da Yellow.

Enquanto as bicicletas da empresa ficam disponíveis 24h por dia, com os patinetes as coisas são um pouquinho diferentes. Por serem elétricos, eles possuem um outro tipo de operação: ficam em circulação por 12 horas, das 8h da manhã até às 20h, por conta da necessidade de serem recarregados.

Os patinetes possuem uma autonomia de até 30km sem precisar serem carregados e atingem no máximo 20km/h. A indicação é de que os modais sejam utilizados em ciclovias, ciclofaixas e ciclorotas, onde a velocidade máxima é de 20km/h, e também nas calçadas, local em que o usuário deve atingir no máximo 6km/h.

Tanto a locação como a devolução dos patinetes é muito parecida com a das bikes: eles ficarão em pontos estratégicos; a partir daí, basta baixar o aplicativo, colocar créditos, identificar o patinete mais próxima no mapa, destravar o cadeado por meio da câmera do celular, que escaneia o QR code presente no veículo, e iniciar o passeio. Após a utilização, basta bloquear o cadeado e estacionar o equipamento em qualquer local dentro da área de atuação – assim como no caso das bikes, há uma multa de R$30,00 para o usuário que fizer a entrega fora da área delimitada pela empresa.

A compra de créditos é outra coisa em comum com as bicicletas. Para isso, o usuário pode cadastrar seu cartão de crédito no aplicativo e selecionar a quantidade de créditos que deseja comprar, ou fazer o pagamento com dinheiro ou cartão de débito em estabelecimentos parceiros da Yellow espalhados por toda a cidade.

O valor do aluguel é a grande diferença do serviço de compartilhamento dos patinetes – além, claro, do horário de circulação. Para alugar um patinete, o usuário precisa desembolsar uma quantia ligeiramente mais “salgada”, R$3,00 para desbloqueá-lo + R$0,50 por minuto de uso.

O transporte na cidade

Para o prefeito Felicio Ramuth, o  serviço é muito mais do que apenas outra alternativa de transporte. “Mais do que você compartilhar fisicamente a bike ou o patinete, você está compartilhando espaço. A gente não pode achar que um meio de transporte é mais importante que o outro. Devemos ter harmonia entre todos, ninguém é mais importante que ninguém e é essa cultura que está sendo implementada na cidade, com as bikes, que já são um sucesso, e agora com os patinetes, que serão mais um sucesso”.

Comentando sobre as ciclovias, grandes aliadas aos modais trazidos pela Yellow, Felicio também enfatiza os projetos da prefeitura; “nós já entregamos 17km de ciclovias e temos duas grandes obras de ciclovia que serão entregues esse ano. A primeira é a ciclovia que vai ligar a região sul às regiões central e oeste. É uma ciclovia que irá custar por volta de três milhões de reais, com duas travessias, uma de rio, e a outra, uma grande passarela atravessando o anel viário. Era uma ligação que todo mundo queria e estamos fazendo. A segunda é a ciclovia da via Cambuí, que liga a região leste com sudeste e possui 10km de extensão.”

 

LIFE | cotidiano - Publicado 11:47 | - admin

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *