Ônibus seguem superlotados; críticas de usuários ganham força com reabertura econômica!

“Poupatempo reabriu, comércios, bares e restaurantes também. Só que o transporte público continua cheio. É um desrespeito com a população que depende dos ônibus”, afirma a usuária Marli A. Daniel.

Foto Life

Não é de hoje que os usuários do transporte público de São José dos Campos reclamam da superlotação no dia a dia em plena época de pandemia. A Life fez uma matéria em 30 de julho que retrata todo o drama e o medo de milhares de joseenses que dependem do transporte coletivo para realizarem suas tarefas diárias.
Devido à pandemia – e com a demanda aquém do normal – o transporte público de São José dos Campos opera com frota reduzida: 80% do total de ônibus precisam estar em operação. Só que esta porcentagem não é suficiente para atender com segurança e conforto os passageiros, segundo dezenas de relatos ouvidos pela reportagem.
As reclamações não se concentram em uma linha ou outra e sim em diversos itinerários pelos quatro cantos da cidade. Na matéria do dia 30 de julho prefeito e secretário reconheceram as falhas, e afirmaram que seria necessário um reforço, principalmente nos horários de pico.
“Estamos atentos e monitorando a situação, nos ajustando. A população deve fazer as reclamações no 156”, afirmou Felicio com exclusividade à reportagem há 40 dias. Mas, conforme os passageiros nenhuma atitude de melhoria nas linhas foi implantada do dia 30 de julho até esta quinta (10). “Até o Poupatempo reabriu, comércios, bares e restaurantes também. Só que o transporte público continua cheio. É um desrespeito com a população que depende dos ônibus”, afirma a usuária Marli A. Daniel.
“Os ônibus continuam com horário de férias. Um verdadeiro absurdo, tudo voltando ao normal e os ônibus cada dia mais lotados. O vírus continua por aí, matando gente diariamente”, avalia Kleber C. da Silva. “Ficamos em pontos lotados esperando ‘uma vida’ pelo ônibus. E quando ele chega embarcamos em uma lata de sardinha. Este prefeito quer a reeleição? Meu voto e de minha família ele não terá. Não decidimos em quem iremos votar, apenas em quem não iremos votar”, desabafa o porteiro Diogo Alvarez Teixeira.
“Moro no Colonial e trabalho no Jardim Aquarius. Os horários continuam reduzidos. Poucos ônibus estão operando. A prefeitura segue colocando horários de final de semana em plenos dias de semana. Está uma lotação! Acho um grande contrassenso o prefeito liberar os comércios, bares, restaurantes, salões e academias enquanto o transporte coletivo anda lotado. É desta forma que a prefeitura de São José dos Campos combate o novo coronavírus?”, indaga Maria Glória.
“Todo dia saio do Putim para trabalhar no Esplanada. É um caos diário. Tanto a ida como a volta. Não aguentamos mais. E agora com este calor, precisamos ficar com máscara para nos proteger. É desumano, sem nenhum exagero. Pego ônibus há muitos anos e nunca vi uma situação tão absurda como esta que vem ocorrendo”, afirma Lisete M.
As principais queixas dos usuários direcionam-se às linhas 222, 205, 212, 314, 302, 304 e 119.

Prefeitura

Veja a nota da prefeitura na íntegra:
Atualmente, cerca de 80% da frota de ônibus do município está sendo disponibilizada para a população, e transportou nesta quinta-feira (10) 52% dos passageiros em comparação com dias normais antes da pandemia.
Assim como a flexibilização do governo estadual, a alteração operacional é gradativa e acompanhada diariamente, incluindo as linhas 302 e 212, para possíveis ajustes e alterações, com o foco no melhor atendimento aos usuários.
A operação do transporte público durante a pandemia foi definida em uma ação conjunta entre a Administração Municipal, as empresas responsáveis pelo serviço e o Sindicato dos Condutores do Vale do Paraíba.
Uma análise sobre o risco de contaminação pelo COVID-19 no transporte público por ônibus de São José dos Campos, realizada de 22/07/2020 à 24/07/2020, apontou que 5,8% das pessoas acreditam ter sido infectadas no transporte público. Além disso, 2,72% dos trabalhadores do sistema de transporte foram infectados.
Desde o início da pandemia, a Prefeitura tem realizado uma série de ações para conter a disseminação do coronavírus – Covid 19 – e salvar vidas. No transporte público, foram distribuídas gratuitamente 100.000 máscaras aos usuários dentro dos veículos e nos principais pontos do município, que também vêm recebendo um serviço de desinfecção.
– Os ônibus, que já eram higienizados antes da pandemia, têm recebido uma higienização extra sempre nas paradas técnicas de cada linha.
– Os funcionários que estão no grupo de risco foram afastados e todos receberam a vacina contra a gripe H1N1, máscaras e álcool em gel, além de instruções com relação aos cuidados a serem adotados durante a prestação do serviço. Também não é permitido o embarque sem o uso de máscara.
– Todos os agentes e operadores do sistema de transporte recebem orientações de segurança e atuam como multiplicadores da conscientização.
A Prefeitura de São José dos Campos reforça que os cuidados para conter a disseminação do coronavírus – Covid 19 – precisam ser mantidos, como o uso de máscaras, sempre lavar as mãos, usar o álcool em gel e evitar tocar os olhos e a boca.

LIFE | cotidiano - Publicado 14:27 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

4 thoughts on “Ônibus seguem superlotados; críticas de usuários ganham força com reabertura econômica!

  1. Rosangela disse:

    Boa tarde !
    O que fazer ? Liga no 156 não temos resposta……a linha 330 não está operante….dentre outras linhas, precisamos trabalhar…….e aí a quem podemos recorrer ?
    Ano de eleição, ninguém tá nem aí com o povo.

  2. Bruno disse:

    Ligar na prefeitura, é o mesmo que dar descarga! Ineficiência, incompetência e leniência!

  3. Maria Almeida e família disse:

    Nossa que coisa feia as pessoas ter que passar por isso,,ser obrigado a entrar num ônibus tão lotado ,sinto muito pela minha filha que precisa de ônibus todos os dias para o trabalho,,,e todos que precisam ,,cadê ao político numa hora dessa???? Pura imcopetencia claro eles tem carro,,não precisa de ônibus ne????

  4. Valéria do Prado disse:

    Por favor, agora Sr. Prefeito, é a hora de cuidar da classe que usa transporte e saúde pública. Certo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *