Nascido e criado em São José, Casemiro doa 6 mil máscaras para profissionais da saúde que atuam na cidade

Ele também vai doar alimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal para um asilo da região central

Foto: Globo Esporte

Da região norte, dos Altos de Santana, aos maiores palcos esportivos do mundo, com direito à participação na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Nascido e criado em São José dos Campos – mais precisamente nos campos de futebol do Moreiras`s Sport – o antes franzino Carlinhos virou Casemiro, foi para o São Paulo e hoje é destaque do Real Madrid. Mas o sucesso não o fez esquecer a sua origem.

Casemiro vai doar a produção de 6 mil máscaras de proteção individual para profissionais de saúde que atuam na cidade. Os equipamentos serão doados para a Secretaria de Saúde de São José, que fará a distribuição em hospitais e unidades de saúde, como UBS e UPA. Será atendida toda a demanda do município. As máscaras estão sendo produzidas em PETG e cortadas a laser em impressora 3D da Univap (Universidade do Vale do Paraíba). A confecção segue os padrões aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O jogador também vai doar alimentos e produtos de limpeza e higiene pessoal para um asilo da cidade.

LIFE | cotidiano - Publicado 20:19 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Baixe nosso aplicativo para facilitar ainda mais o seu acesso.

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

2 thoughts on “Nascido e criado em São José, Casemiro doa 6 mil máscaras para profissionais da saúde que atuam na cidade

  1. Wanda Spadini disse:

    Parabéns Casemiro, pelo ato de solariedade.Esse deveria ser nosso dízimo, doando direto a quem precisa.

  2. Brumo Mattos disse:

    Enquanto isso, a cidade tem vários ricos, que querem voltar a explorar seus funcionários, mesmo que eles morram contaminados; não doam uma única agulha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *