Motoqueiros perturbam moradores nas principais vias de São José

Uma prática que vem se tornando cada vez mais comum e incomodando o sossego alheio é a colocação de barulhentos canos de escape em algumas motocicletas.

Os equipamentos conhecidos também como “descarga livre” ou “cano torbal” quando colocados nas motos fazem um estrondoso barulho incomodando a população que se sente impotente diante da prática abusiva.

Mesmo sendo previsto em lei que para se adulterar um veículo é preciso de autorização expressa do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), muitos motoqueiros insistem em andar na clandestinidade e acabam sendo obrigados a enfrentar sérios problemas com a polícia.

“Na Avenida Cassiano Ricardo sempre tem um motoqueiro babaca querendo se mostrar para a população do Jd. Aquarius e acelera no último para mostrar sua moto” desabafa um morador.

“Meu filho de 6 meses sempre se assusta com o barulho das motos que passam na avenida Cidade Jardim. O problema piora nos finais de semana” desabafa morador  do Bosque.

Perturbar o trabalho ou o sossego alheio é contravenção penal prevista no artigo 42 da Lei nº 3.688, de 3 de outubro de 1941, que prevê pena de prisão simples de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses ou multa para quem cometer o ato.

LIFE | cotidiano - Publicado 18:49 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Motoqueiros perturbam moradores nas principais vias de São José

  1. Leo D. Guedes disse:

    Não é só “motomano” que incomoda com o barulho do escapamento das motos, aqui no J. Aquárius os mais abonados fazem a mesma coisa com suas “Harley Davidson”, Sábados e Domingos é um estorvo esse pessoal saindo para passear com suas máquinas de fazer barulho, ecoando nas ruas cheias de prédios, lastimável a falta de educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *