Invasão de Whatsapp: Como se prevenir e o que fazer!

É inegável que o aplicativo de comunicação instantânea Whatsapp®, mesmo não sendo uma inovação tecnológica, caíram no gosto do brasileiro e se tornaram não só uma forma de entretenimento, mas também uma ferramenta de trabalho. Por sua popularidade, também se tornou alvo de falsários, que se utilizam do aplicativo para aplicar golpes.

A mais nova modalidade utilizada pelos falsários é através de clones de páginas da rede social Instagram®. O golpe funciona da seguinte forma: o falsário (que criou uma página clonada de um local ou de uma loja, por exemplo) nota que uma pessoa “curtiu” a página real, oficial. Assim, se utilizando da página clonada, fala com aquele que curtiu a página, agradecendo a curtida e informando que lhe dará um desconto ou um brinde, mas que enviará pelo aplicativo WhatsApp®. Assim, pede o número para a pessoa que curtiu a página. De posse do número, informa que enviará um código para a pessoa por SMS, e pede que a pessoa que curtiu a página informe esse código. Com essa informação, o falsário se apossa do WhatsApp® daquela pessoa. Terá assim contato com todos o contatos e passa a pedir dinheiro a elas.

Se você foi vítima desse golpe, o primeiro a se fazer para recuperar a conta é enviar um email para [email protected]

Neste email, deve constar obrigatoriamente no assunto a frase: Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta. Inclua no corpo do email o número do telefone em formato internacional, com código do país (+55 para o Brasil) e DDD.  Por exemplo: se o seu número é (12) 91234-5678, o resultado final será: +55 12 91234 5678. Em poucos minutos o WhatsApp® estará desativado. É importante fazer também um boletim de ocorrência eletrônico, para comunicar às autoridades o ocorrido.

O golpe funciona sempre da mesma forma e é importante tomar algumas precauções para não cair. O primeiro é ter no WhatsApp® a chamada “verificação de duas etapas”, que consiste em uma dupla verificação. Assim sendo, mesmo que você por engano envie o código recebido por SMS para um falsário, este não conseguirá ter acesso a seu aplicativo sem uma segunda confirmação, que pode ser outro código recebido por SMS ou um PIN (sequência numérica de seis dígitos escolhida pelo usuário). É importante lembrar de nunca fornecer qualquer informação recebida por SMS a quem quer que seja, muito menos a um desconhecido na internet. Ora, o mundo virtual é igual ao mundo real. Se na vida pessoal nós não compartilhamos dados pessoais com qualquer pessoa, devemos ter o mesmo cuidado no mundo virtual.

O golpe nunca é totalmente concretizado sem a colaboração do usuário, e por isso, é importante tomar todo o cuidado no uso e divulgação de seus dados e sempre desconfiar de quem solicita qualquer informação online.

Por:Alexandre Thomaz
Abdala & Thomaz – Advogados
[email protected]

LIFE | cotidiano - Publicado 10:43 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *