LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Intensidade da chama da Revap chama atenção em vários bairros

Compartilhe a Life Informa:

Apesar da intensidade Petrobras garante que a refinaria opera dentro dos parâmetros de segurança e sem qualquer anormalidade

Intensidade da chama da Revap chama atenção em vários bairros
Intensidade da chama da Revap chama atenção em vários bairros

Mais uma vez a alta intensidade da chama e a fumaça na Refinaria Henrique Lage (Revap) chamou a atenção de moradores de diversos pontos de São José dos Campos na noite de  sexta (12). O tempo nublado e as nuvens baixas dão a sensação da intensidade ser maior.

Segundo a Petrobras, embora a tocha seja visível de São José dos Campos quando acesa, é importante ressaltar que não se trata de uma unidade operacional, mas sim de um sistema de segurança crucial. Sua função primária é evitar a liberação de gases inflamáveis ou tóxicos na atmosfera, garantindo uma queima segura desses compostos. A Revap possui duas tochas, A e B, que atuam como backups uma da outra.


LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos e Vale do Paraíba – SP.
Receba notícias na palma da sua mão, entre em nossos canais e facilite sua comunicação!
Para entrar no grupo Whatsapp: clique aqui
Nosso Novo Canal Whatsapp: clique aqui
Para entrar no canal Telegram: clique aqui 
Para seguir pelo Instagram: clique aqui
Para entrar no canal no YouTube: clique aqui
Denúncias, reclamações e informações:
Nossa redação 12 98187-2658

18 Respostas

  1. A prioridade a REVAP tb comentou que o cheiro é insuportável? Até hj não sei pq a CETESB não retirou esta refinaria do meio da cidade. Só causa problema ao meio ambiente e as pessoas. Esta na hora de banir esta refinaria daqui. Prefeito Anderson está na hora de atuar em problemas que só causam problemas em nossa cidade.

      1. Concordo com você, quem chegou primeiro, á Revap chegou primeiro esse pessoal é muito sem noção.

      2. Já morava aqui Jorge bem antes da refinaria. Não fale o que vc não sabe SEU IDIOTA. A REVAP iniciou-se em 19 de fevereiro de 1974, com serviços de terraplanagem, compactação do solo e tb acabando com a nascentes e mata que existiam por lá. A CETESB DEVERIA REMOVER ESTA MERDA DAQUI QUE SO CAUSA DANOS AO MEIO AMBIENTE E A POPULAÇÃO.

    1. Não tem ligação. O fato é qua do chove, uma unidade para, e daí, deve-se desviar os produtos dessa unidade parada para a tocha queimar.

  2. Se os produtos queimados são tóxicos e não podem ser comercializados, a fumaça/fuligem está sendo jogada sobre a população. Para-béns.

  3. Infelizmente a construíram no governo militar não faziam audiência, desapropriaram famílias de agricultores pagaram mixaria e destruíram muitas nascentes que existiam no local,ao invés de construir longe próximo da rodovia dos Tamoios, iniciaram acho em 74 eu moro do lado chegava da Embraer as 3 da manhã não conseguia dormir com o barulho das máquinas de terraplanagem e assim foi até até 80 ou 82 de barulhos depois começou a funcionar era muito mal cheiro de enxofre , mas infelizmente o dinheiro fala mais alto, tem que correr pra mudar para energia limpa eólica solar hidrogênio e carros elétricos.

  4. Chama -se flare.

    Os sistemas de flare funcionam como mecanismos de segurança que garantem um escape para produtos da refinaria através da sua queima direta. Esta queima pode ocorrer no topo do equipamento em causa ou então no solo, sendo que se trata de uma processo controlado e monitorizado.
    Várias são as situações que podem justificar a utilização do sistema de flares numa refinaria:

    – Em caso de excesso de pressão no equipamento, funcionam como válvulas safety relief.
    – A existência de anomalias na operação/produção podem levar à necessidade de usar o sistema de flares em alternativa à permanência dos produtos dentro do processo;
    – Etapas de arranque e paragem da produção podem também justificar o uso de flares;
    – Em casos em que a operação de um dado equipamento produza, indesejadamente, excesso de gás, as flares podem ser usadas como parte de uma rotina de queima que visa anular esse excesso de gás.

    Uma vez que a queima incompleta de grandes quantidade de hidrocarbonetos pode originar emissões de compostos orgânicos voláteis, conduzir à difusão de odores e à produção de fumo, os sistemas de flares evoluíram no sentido de maximizar a queima completa dos gases alimentados. Para isto, é comum encontrar pulverizadores de vapor (“spargers”) nos queimadores, os quais podem dotar as flares de eficiências até 98%.

    Fonte: Clean Air e Exxon Mobil e Blogue Engenharia Química

  5. A refinaria foi construída numa outra época, quando a legislação ambiental era muito mais branda, o que é fato. No entanto, não há justificativa para que velhos problemas se perpetuem, afinal, quando reformamos uma casa, precisamos nos enquadrar as atualizações da legislação. E o mesmo deveria ocorrer com empreendimentos industriais. Há escapamento de compostos aromáticos, quem fica no caminho do vento que sopra a partir da refinaria sabe disso. Por vezes é insuportável, sendo obrigatório o fechamento hermético de portas e janelas.

  6. João Batista@
    Muito fácil!!!
    Falar é fácil, dificil e ter a coragem de construir um patrimônio desse porte para dar empregos com conteúdo local 80% e os Vermelhos entregar pra China como fizeram com o COMPERJ. PENSA ANTES DE FALAR!

  7. Olha dêem graças a Deus que o atual gerente da cetesb atua em prol do meio ambiente, o gerente anterior sabia mesmo e vender matérial hidráulico e elétrico para a Petrobrás , aí tudo podia ser feito pela empresa

  8. Muitas vezes a Petrobras exala um cheiro muito forte de nafta e enxofre oque não é normal até aqui na região central é sentido esse cheiro em determinados dias.

  9. Só para conhecimento, o flare 2 (que foi mal feito) está desativado a 02 meses, operando minimamente, devido aos diversos problemas que causava, como vibrações nas janelas e portas dos moradores do entorno, ineficiência na queima, gerando excesso de foligem, parede apresentando rachaduras após a ativação do flare 2 e o mais grave, moradores relatando dores e cabeça e enxaqueca extrema, pois a vibração e barulho aumentavam na madrugada. Quem mora no entorno sabe que é sempre alamarmente qdo a tocha aumenta, quem está longe é só um claram, mas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Nosso e-mail: contato@informa.life | 12 98187-2658
Life Informa | São José dos Campos – SP
Avenida Cassiano Ricardo, 601 / Sala 123
Edifício The One – Jardim Aquarius
São José dos Campos – SP – CEP 12.246-870