Com imenso acervo e foco nos detalhes, grupo no Facebook faz sucesso ao resgatar a próspera história joseense

50 mil membros seguem o “Resgatando São José dos Campos” – que provoca saudosismo e nostalgia com belíssimas raridades em fotos e vídeos.  “O joseense é apaixonado por sua cidade, o que fez com que o grupo crescesse de forma espantosa”, afirma o idealizador, Edu Santos

Edu Santos, idealizador e administrador do grupo

Hoje peça principal de uma região metropolitana, São José dos Campos chega aos 251 anos de próspera história com mais de 700 mil habitantes. Ao longo de sua fundação e crescimento, muitos fatos importantes marcaram época e representaram momentos cruciais no desenvolvimento do município. Joseense nascido em 1969, Edu Santos é completamente apaixonado por sua cidade. O amor por São José o fez despertar para um grande projeto em 2013.

“Estava vendo algumas páginas sobre histórias de outras cidades. E aí resolvi criar uma exclusiva sobre São José dos Campos. A primeira dúvida foi que nome daríamos ao grupo, então sugeri Resgatando São José dos Campos, afinal o objetivo principal era resgatar a história da cidade”, conta Edu, que hoje faz sucesso com seu grupo que possui quase 50 mil membros. Segundo as estatísticas do próprio Facebook, 84% dos membros são residentes na cidade. “O acervo é gigantesco, não tenho noção de quantas fotos e vídeos já postei, A frequência de postagem é diária, assim como a aprovação de novos membros”, destaca.

Confira a entrevista exclusiva concedida à Life.

Life – De qual bairro de São José você é e onde reside atualmente?

Edu Santos – Nasci e morei durante 38 anos no Jardim Paulista, morei 10 anos no Jardim Satélite e retornei ao Jardim Paulista.

Life – Quando foi criado o grupo “Resgatando São José”?

Edu Santos – Foi em setembro de 2013, vendo algumas páginas sobre histórias de outras cidades. Chamou a minha atenção algumas fotos antigas da Avenida Paulista, em São Paulo, e do Pão de Açúcar, no Rio. Conversei com o Luiz Henrique, meu amigo e que também achou interessante criarmos um grupo no Facebook onde pudéssemos divulgar a história de nossa cidade. Tínhamos muitas ideias e quase nada de material para postar. A primeira dúvida foi que nome daríamos ao grupo, então sugeri Resgatando São José dos Campos, afinal o objetivo principal era resgatar a história da cidade. Nome dado, colocamos todos os nossos amigos do Facebook no grupo e eles se encantaram com as histórias e as fotos antigas de São José dos Campos. O grupo cresceu de forma espantosa, as pessoas colaboravam, postavam fotos da família, comentavam nas fotos de outras pessoas, nos mandavam contatos de alguém que tinha algo interessante para nos relatar e assim coletávamos muito material para o grupo. 

Life – Qual a quantidade de membros e o acervo aproximado atualmente na página?

Edu Santos – Estamos nos aproximando dos 50 mil membros. O acervo é gigantesco, não tenho noção de quantas fotos e vídeos já postei, mas o acervo é vasto. A frequência de postagem é diária. Também é diária a aprovação de novos membros. Segundo as estatísticas do próprio Facebook, 84% dos membros são residentes na cidade. Recebo muitas postagens com conteúdo comercial,ou seja, de pessoas querendo postar propagandas de sua loja, igrejas, lives de web rádios, propagandas políticas, enfim, de tudo um pouco, mas o grupo tem um filtro e eu aprovo apenas as postagens que seguem as regras do grupo.

Life – Quais os três fatos mais marcantes obtidos por meio do grupo?

Edu Santos – O túnel que ligava a Igreja de São Benedito ao Banhado (nunca foi provado a existência do túnel, alguns dizem que eram galerias pluviais que desembocavam no barranco do Banhado); uma foto interessante e uma das mais antigas é da Igreja Matriz, me disseram que esta foto é  da década de 1910; e o vídeo mais visualizado é de uma senhora de nome Dorvalina, eu estava visitando o cemitério do centro e vi aquela senhorinha lavando um túmulo, então me dirigi a ela e perguntei seu nome e idade e se poderia fazer uma live, não sei se ela soube o que era live, talvez pensou se tratar de uma gravação,  o fato é que a live bombou e se tornou um dos vídeos mais vistos do grupo com quase 15 mil acessos.

 Life – E a curiosidade mais interessante que você ficou sabendo por meio do grupo?

Edu Santos – Foram inúmeras, aprendo muito a cada dia, mas acredito que foi saber que as casas que faziam fundo com o Banhado foram demolidas no final da década de 1930, na administração do prefeito sanitarista Dr. Francisco José Longo, ou seja, antes, pouquíssimas pessoas tinham a visão do Banhado. Graças ao Dr. José Longo, hoje temos a possibilidade de assistirmos a um dos mais lindos fenômenos naturais em São José, o pôr do sol no Banhado.

Life – Como você avalia a importância do seu projeto para com o registro histórico de São José dos Campos?

Edu Santos – Penso que o projeto Resgatando São José dos Campos abriu, de certa forma, os olhos dos joseenses para a sua história, dos seus antepassados, consegui tornar a história de nossa cidade algo de fácil acesso. Recebo inúmeras mensagens me parabenizando por ter dado a elas a oportunidade de conhecer a história de São José dos Campos e, para mim, isto não tem preço, elas são o incentivo que me faz ter a certeza de que estou cumprindo o meu objetivo.

Life – Quais os próximos objetivos da página?

Edu Santos – Tenho muitos, mas o principal deles é tentar, de alguma forma, levar a história da cidade às crianças. Tentarei convencer os responsáveis pela rede de ensino municipal que se faz necessário ensinar a história de São José dos Campos às crianças entre 10 a 12 anos. Precisamos ensinar aos mais jovens as origens da nossa cidade, para que eles cresçam sabendo a história desta terra, como surgiu a cidade, quem eram os primeiros povos, os primeiros nomes de São José dos Campos. Já diz o ditado: Um povo sem história é um povo sem cultura.

Life – Quais os três joseenses mais ilustres na sua opinião?

Edu Santos – Dr. Nelson Silveira D’Ávila (era gaúcho de Rio Grande); Cassiano Ricardo (joseense) nosso ilustre poeta; Sérgio Sobral de Oliveira (nasceu na Fazenda da Forquilha, entre os municípios de Valença – RJ e Rio Preto – MG), foi prefeito nomeado para a gestão 1970/74; e vou pedir a permissão para citar também Dulce Rodrigues dos Santos (era paulistana), nome de batismo da Madre Maria Teresa de Jesus Eucarístico, ou simplesmente,  Madre Teresa, fundadora da Irmandade das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada.

Life – Na sua opinião, quais os fatos históricos mais importantes para a cidade ao longo dos seus 251 anos?

Edu Santos – A elevação da Aldeia do Rio Comprido para Vila de São José do Paraíba  (equivalente a cidade) em 27 de julho de 1767; a Fase Sanatorial, que representou a vinda de muitas famílias abastadas à nossa cidade, as quais procuravam a cura da tuberculose para seus entes queridos, com isso, muitas dessas famílias aqui fixaram residência e trouxeram dinheiro para a cidade que, à época, era paupérrima de recursos financeiros; e com certeza, a Fase Industrial, onde destacamos a vinda do CTA, ITA, Embraer, GM, Alpargatas, Johnson & Johnson, Rhodia, entre outras tantas, além da construção da Rodoviária Presidente Dutra, corredor que escoava toda a produção industrial de nossa cidade.

 Life – Qual os três locais que melhor representa São José dos Campos

Edu Santos – O Banhado, qual joseense não se encanta com o belíssimo pôr-do-sol no Banhado? O Anel Viário, que representa a modernidade e o Parque Vicentina Aranha, é muito bom passar as manhãs de domingo com a família lá, além do mais, aquele local é rico em arquitetura e histórias. Quantos tuberculosos morreram e se curaram lá? Quantos namoros ali se iniciaram e terminaram em casamentos? É, sem sombra de dúvidas, um lugar com muitas histórias. 

 Life – O joseense é um povo bairrista, que ama a cidade? Como você define, de forma resumida, o cidadão joseense?

Edu Santos – O joseense é apaixonado pela sua cidade, ele gosta de apreciar as belezas naturais, ele adora o Banhado, o Rio Paraíba, os lagos dos parques da Cidade e Santos Dumont, gosta de passear com a família no Mercado Municipal e nos shoppings, comer pastel nas feiras livres, torcer pela Águia e pelo basquete. Posso dizer que o joseense é muito família e feliz. 

 Life – Defina a sua cidade em uma palavra!

Edu Santos – Maravilhosa!

Life – Nossos leitores estão convidados a curtir a página e colaborar com o arquivo?

Edu Santos – Claro! Convido a todos os leitores da Life a nos ajudarem, seja nos enviando fotos familiares antigas e depoimentos, através do Resgatando São José dos Campos, bem como curtindo o nosso grupo e divulgando-o aos amigos e familiares. Tenho muito apreço por todos os membros, eles são a peça fundamental do grupo. Considero todos como parte da minha família.

Quero agradecer a oportunidade que a Life está me propiciando, de poder divulgar o Resgatando São José dos Campos aqui, e aproveito para desejar muito sucesso a Life Informa. 

Acesse: https://www.facebook.com/groups/resgatandosjc/

Life – Outras informações que gostaria de destacar?

Edu Santos – Importante destacar que mantemos parcerias com os lojistas da cidade, fazemos sorteios de camisas de futebol, temperos caseiros, convites para o cinema, teatro, circos, jogos do São José, cursos, palestras, enfim, estamos sempre interagindo e fazendo a alegria dos nossos membros.

 

LIFE | variedades - Publicado 11:19 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

2 thoughts on “Com imenso acervo e foco nos detalhes, grupo no Facebook faz sucesso ao resgatar a próspera história joseense

  1. Marta Giacomin disse:

    Fiquei muito feliz ao ler a entrevista do Edu, Resgatando São José, adora a página, foi uma ideia genial. Não joseense de nascimento mas, de coração. Moro aqui a mais de 40 anos. Vi São José crescer. Parabéns Edu pela iniciativa.

  2. Pedro Nastri disse:

    Parabenizo a iniciativa do Edu Santos.
    Sou criador e administrador de um grupo – Memórias Paulistanas – que visa resgatar a história e memória da cidade de São Paulo.
    Hoje o grupo conta com 100 mil membros, e um acervo que nem mesmo a prefeitura tem em seus arquivos. Vale lembrar que muitas fotos são de arquivos pessoais, ou seja, vem de família, mas podemos ver a evolução da Metrópole através destes registros.
    Iniciativa como a deste ilustre joseense devem ser replicadas por outros cidadãos que nasceram, moram e vivem por este Brasil afora.
    A história não nos pertence. Ela deve ser preservada e compartilhada para o bem das novas gerações.
    Só faz história que tem história.
    Parabéns Edu Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *