Aquarius Life: Pouca fiscalização no trânsito deixa ruas à disposição dos infratores

Moradores têm sofrido com o desrespeito às vagas de estacionamento na Jurema Medrado e Orlando F. Filho. Secretário alega falta de contingente. “As diversas obras pela cidade demandam grande quantidade de agentes de trânsito”, justifica Paulo Guimarães

Foto: Life (rua Jurema Vieira Medrado: via sofre diariamente com os infratores

O cenário faz parte do cotidiano de moradores e trabalhadores da rua Jurema Vieira Medrado e avenida Orlando Feirabend Filho: carros estacionados, ou parados, em locais proibidos, atrapalhando o acesso a garagens de prédios residenciais e comerciais. “Acontece todo dia. A pessoa chega cedo, estaciona em local estritamente proibido e retorna horas depois, mesmo ciente de que está fazendo coisa errada. É muita folga. Sempre chamo os agentes de trânsito, mas eles demoram muito para chegar”, afirma o síndico de um prédio da rua Jurema V. Medrado. A situação piorou quando um terreno, que era utilizado como estacionamento pelos trabalhadores de uma obra na via e demais motoristas, foi fechado pelo proprietário.

“Agora virou terra sem lei mesmo. O pessoal para em qualquer lugar, não está nem aí. Como quase nunca vem agentes de trânsito o desrespeito predomina diariamente”, afirma o publicitário Gustavo Mendanha. Problema similar ocorre na Orlando F. Filho. Mesmo sendo íngreme e de mão dupla, motoristas insistem em parar na via, fazendo com que os carros invadam a pista contrária para trafegar. “Já vi muitas discussões. Tem gente que para o veículo e fica falando no celular, mesmo percebendo que está atrapalhando a fluidez no trânsito. Não há gentileza no trânsito do Aquarius”, avalia a comerciante Ciomara Chad.

Falta contingente

Questionado pela reportagem em entrevista recente, o secretário de Mobilidade Urbana reconheceu a demanda nas vias do bairro e justificou que falta mão de obra para intensificar a fiscalização. “Estamos onerados com grandes obras por toda a cidade que consomem o efetivo da pasta. Somente na ponte Estaiada eu tenho que manter oito ou nove agentes. Com a entrega das obras a situação vai melhorar”, admitiu Paulo Guimarães.

A reportagem conversou com um agente de trânsito na rua Jurema V. Medrado no momento em que ele aplicava uma multa por estacionamento irregular. O agente, que preferiu não se identificar, reconheceu que falta efetivo e que todos estão bem atarefados no dia a dia devido às obras pela cidade.

LIFE | aquarius-life - Publicado 15:38 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

5 thoughts on “Aquarius Life: Pouca fiscalização no trânsito deixa ruas à disposição dos infratores

  1. Julio Pereira disse:

    Parabens pela reportagem

  2. Robson disse:

    Secretário e agentes. Cabide de emprego. Bando de ladrões ociosos fdp. Tem q ter a REFORMA ADMINISTRATIVA e colocar esses putos todo na rua!…

  3. Rodrigo Nogueira disse:

    Se a CET guinchar uns 2 ou 3 carros e esse jornal divulgar…garanto que vão diminuir as ocorrências nos meses seguintes. Brasileiro só se conscientiza quando dói no bolso…veja o caso do cinto de segurança, as pessoas usam por proteção ou para não levar multa ?..reflitam !

    • Júlio César disse:

      Não tem CET em SJC amigo

  4. Gilson Faria disse:

    Tenho mais de 55 chamados na prefeitura, pois na Rua Albertino de Almeida na Vila Industrial a minha calçada em frente a minha garagem virou estacionamento devido aos comércios do lado. E ao acionar a fiscalização eles não comparecem e sempre dificultam qquer solicitação de melhoria na sinalização. Eu como munícipe que pago o impostos em dia, não tenho meu direito garantido pela constituição de ir e vir da minha casa. Secretaria de Mobilidade deve rever urgente todo este processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *