LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Encontrado corpo de PM que estava sumido há 37 dias no litoral

Compartilhe a Life Informa:

Cadáver do policial foi encontrado em uma região de mata em Guarujá; ele foi reconhecido através de uma tatuagem no braço

Foto ilustrativa: Policial militar Luca Romano Angerami (Costa Norte)

O corpo do policial militar Luca Romano Angerami, desaparecido desde 14 de abril, foi encontrado pela Polícia Civil nesta segunda-feira (20). O jovem de 21 anos foi encontrado em uma região de mata na Vila Baiana, Guarujá, litoral paulista. O reconhecimento do corpo foi possível graças a uma tatuagem no braço de Angerami. As buscas pelo PM duraram 37 dias.

Fique por dentro de tudo o que acontece em São José dos Campos e região em nosso portal informa.life. Para ter a notícia mais rápida, junte-se ao nosso canal do WhatsApp ou aos nossos grupos de avisos rápidos.


Luca Romano Angerami foi visto pela última vez em 14 de abril, frequentando uma adega na comunidade de Santo Antônio, próxima a um ponto de drogas. Durante as buscas, as autoridades encontraram oito corpos e dois conjuntos de vestígios genéticos. Nove suspeitos foram presos no decorrer das investigações.

De acordo com o relatório da Polícia Civil, Angerami esteve na adega no Guarujá na noite de 13 de abril, acompanhado de amigos e de sua irmã. Ele estava armado e foi alertado por conhecidos sobre a descoberta de sua identidade como policial por traficantes de drogas locais.

Últimos Movimentos

O jovem policial permaneceu na adega até as primeiras horas da manhã de 14 de abril, quando saiu de carro e, posteriormente, foi “rendido violentamente” nas proximidades das ruas Magnólias e Violetas, no Guarujá. Seu veículo foi encontrado na rodovia Cônego Domenico Rangoni.

Prisões e Desinformação

Edivaldo Aragão, de 36 anos, está entre os nove detidos e enfrenta acusações de obstrução e complicação de investigações relacionadas à organização criminosa. Segundo a Polícia Civil e o Ministério Público de São Paulo, Aragão tentou dificultar a investigação ao enganar deliberadamente as autoridades para proteger os verdadeiros responsáveis pelo sumiço de Angerami.

Em seu depoimento, Aragão afirmou ter participado do sequestro do policial, alegando que Angerami foi levado para São Vicente, onde teria sido assassinado e seu corpo jogado da Ponte do Mar Pequeno. No entanto, evidências reunidas pela polícia desmentiram essa versão.

Investigação e Descoberta do Corpo

Os investigadores conseguiram mapear os movimentos da vítima, confirmando por testemunhas e câmeras de segurança que Angerami não deixou o Guarujá na noite do desaparecimento e, portanto, nunca foi levado para São Vicente. A mentira contada por Aragão desviou a atenção das investigações, atrasando os esforços para resolver o caso e desperdiçando recursos consideráveis de policiais militares e civis, bem como mergulhadores, que foram mobilizados para São Vicente na tentativa de encontrar o policial desaparecido.

Veja também

São José recebe delegações de 31 países para o Pan de Ciclismo

 

 

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos e Vale do Paraíba – SP.
Receba notícias na palma da sua mão, entre em nossos canais e facilite sua comunicação!
Para entrar no grupo Whatsapp: clique aqui
Nosso Novo Canal Whatsapp: clique aqui
Para entrar no canal Telegram: clique aqui 
Para seguir pelo Instagram: clique aqui
Para entrar no canal no YouTube: clique aqui
Denúncias, reclamações e informações:
Nossa redação 12 98187-2658

Primeira Resposta

  1. Questão de honra deter os criminosos que criaram essa situação. Tortura pior que essa para a familia não existe !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Nosso e-mail: contato@informa.life | 12 98187-2658
Life Informa | São José dos Campos – SP
Avenida Cassiano Ricardo, 601 / Sala 123
Edifício The One – Jardim Aquarius
São José dos Campos – SP – CEP 12.246-870