Editorial: Educação Parental – O que é?

As questões de criação dos filhos estão cada vez mais difíceis devido aos avanços do mundo contemporâneo

Educação Parental
Educação Parental / Pixabay

por Márcia Rodrigues dos Santos

Ser responsável pela educação integral de alguém é uma responsabilidade imensa para quem decide ser pai ou mãe no século XXI.

As questões de criação dos filhos estão cada vez mais difíceis devido aos avanços do mundo contemporâneo e as milhões de escolhas que todos tem a sua frente.

Os pais sabem que irão enfrentar os desafios do desenvolvimento humano, ou seja, quando nasce um bebê, nasce também um pai e uma mãe e a transição do casal para esse novo papel é cercada de desafios e incertezas.

A educação parental, também conhecida como educação dos pais, proporciona o conhecimento, recursos e apoio para desenvolver os laços parentais para melhorar o bem-estar da criança e da família.

O trabalho da educação parental demonstra um enorme impacto positivo sobre o social de uma criança, contribuindo para o desenvolvimento emocional e intelectual. Isto inclui a maior sensação de segurança, capacidade de concentração, atenção e saúde comportamental.

O acompanhamento reduz o risco de abuso e negligência de crianças, encorajando práticas parentais positivas. O profissional em Educação Parental é preparado para desenvolver programas que ajudem os pais a compreender as necessidades e o desenvolvimento individual das crianças, bem como as funções e responsabilidades dos pais, oferecendo ferramentas e estratégias destinadas a maximizar resultados positivos para crianças e famílias.

Na educação parental, os pais podem aprender sobre:

– As fases do desenvolvimento infantil e o que esperar delas;
– O que fazer quando o desenvolvimento parece atrasado ou inadequado;
– Como se comunicar com a criança de maneira efetiva;
– Qual a melhor forma de criar um ambiente familiar positivo e acolhedor;
– De que modo apoiar os interesses e talentos dos filhos;
– Como ensinar os filhos a comunicarem seus desejos e emoções;
– Adolescência, como lidar com os filhos nessa fase e muito mais.

Em geral, podemos resumir neste editorial “o que é educação parental” de forma simples, ela é uma forma de buscar aconselhamento em todas as dúvidas que os pais podem ter depois de terem filhos.

Sabemos que cada idade traz consigo suas dores e suas descobertas, tanto filhos como os pais podem ter momentos muito difíceis e podem deixar marcas ruins se não forem bem entendidos e trabalhados corretamente.

Aí entra a Educação Parental, trazendo ferramentas, técnicas de diversas e atuais pesquisas de quem já estudou e passou por tudo isso.

Dentre essas técnicas utilizadas na Educação Parental está a Disciplina Positiva, criada por Jane Nelsen, que traz um livro de grande repercussão no Brasil, o que seria um guia para Pais e Educadores de como colocar em prática as ferramentas sugeridas pela disciplina positiva. Uma das técnicas muito bem utilizadas reforça que o respeito e a dignidade devem estar presentes na relação com as crianças, pois a afetividade funciona muito melhor do que punições.

Enfim, na prática, é fazer uma reflexão, buscando estabelecer laços de confiança e respeito, com afeto e limite, entre as relações.

A disciplina positiva busca exaltar as qualidades e pontos positivos nos indivíduos, dando maior voz para os acertos do que aos erros.

Algumas dicas de como usar a disciplina positiva na educação dos filhos:

1 – Respeito mútuo – O respeito mútuo parte do princípio de ser firme e gentil ao mesmo tempo.
2 – Forte conexão (importância e pertencimento) – Toda pessoa tem, por natureza, um desejo de se sentir aceito e importante dentro do contexto social onde vive.
3 – Eficaz a longo prazo – Muitos familiares utilizam o castigo e a punição a fim de corrigir comportamentos, porém, essa atitude tende a funcionar apenas de maneira pontual, criando sentimentos negativos como medo, insegurança e raiva.
4 – Desenvolvimento de habilidades socioemocionais – Um dos principais benefícios de educar os filhos através de uma comunicação não-violenta, baseada no autocuidado, no respeito, na gentileza, na empatia e na responsabilidade, é o desenvolvimento de habilidades socioemocionais essenciais para que eles sejam bem-sucedidos.
5 – Desenvolver suas capacidades pessoais – Educar pela disciplina positiva é uma forma de estimular a criança a descobrir suas habilidades e seus limites, praticando o autoconhecimento.

Quando a disciplina positiva é aplicada corretamente dentro de casa, os efeitos se estendem também para a escola.

Crianças que crescem em um ambiente saudável e encorajador aprendem melhor e mais rápido. Por não sofrerem represálias por seus erros e pensamentos, elas tendem a participar mais das aulas, sem sentir vergonha ou medo e se tornam adultos bem resolvidos e com toda certeza vão criar filhos com o mesmo amor e gentileza com que foram criados.

Márcia Rodrigues dos Santos
Márcia Rodrigues dos Santos

Editorial escrito por Márcia Rodrigues dos Santos é Pedagoga, Psicopedagoga e Psicanalista. Mais de 30 anos de experiência na área Educacional, passando por todos os segmentos, desde creches (Educação Infantil) até o ensino superior. Atender pais em conflito com a educação dos filhos é algo que sempre aconteceu em meus atendimentos nas escolas, orientando sempre que os pais respeitassem o desenvolvimento da idade e os estímulos dados pelo mundo.

“Acredito que a busca por um ser humano melhor deve ser nosso maior objetivo. Para isso estudo e faço do meu trabalho uma missão”, afirma.

 

Veja também

Peça infantil agita o fim de semana no Teatro Colinas

 

LIFE | cotidiano - Publicado 19:18 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *