Editorial Aquarius Life: Forças ocultas sobre a área do Terreno das Vaquinhas

Possíveis alterações na lei de zoneamento vão contra desejo dos moradores do bairro

Foto Life

Editorial por Marco Osio Pugliesi

Na iminência da prefeitura apresentar a sua proposta para um novo zoneamento, os moradores do bairro têm manifestado a sua preocupação, temendo que seja liberado a verticalização (construção de prédios) na única grande área existente no bairro ou mesmo na cidade, o que prejudicaria a infraestrutura existente, que já está debilitada com constantes faltas de energia e água, e trânsito saturado. Se isso ocorrer, poderá haver mudança na proposta do projeto da área já apresentado na Aquarius Life, onde se propôs a doação de cerca de 50% de todo o terreno existente em áreas públicas abertas à população, considerado uma grande conquista para o bairro, que não deseja que essa área vire um grande paliteiro, um condomínio fechado ou shopping.
O adensamento com verticalização (prédios) foi defendido pelo secretário de Urbanismo e Sustentabilidade, engenheiro Marcelo Manara, sendo ratificado pelo prefeito Felicio, em evento promovido por empresários locais da construção civil, como solução para garantir o “desenvolvimento” – o que foi bem aceito pelos empresários da construção.
Recentemente, alguns agentes públicos e empresários do setor imobiliário cooptaram o termo técnico “Cidade Compacta”, utilizando-o como jargão para defender o adensamento através da verticalização como único meio para geração de empregos, sem levar em consideração a limitação existente da infraestrutura do bairro, a relação proporcional entre habitantes por área verde, a formação das ilhas de calor e a saturação do trânsito local, com prejuízos incalculáveis para os moradores do bairro.
Por outro lado, circula pela cidade, informações disseminadas por aqueles que quiseram no passado trazer o prédio do World Trade Center – WTC para o local, não conseguindo mudar o zoneamento naquela época, dizendo que estão em contato constante com pessoas da prefeitura, e também com a proprietária do terreno, convencendo-os a não aprovar o projeto urbanístico já protocolado na prefeitura, garantindo um melhor aproveitamento e valorização para o terreno, viabilizando assim os seus interesses, que também são de alguns construtores locais.
Procurei o arquiteto autor do projeto protocolado na prefeitura para pedir esclarecimentos sobre os boatos que estão circulando, mas ele informou que desconhece os fatos e não tem autorização para falar em nome da firma proprietária da gleba. Fato é que os interesses envolvidos nessa área são bastante fortes, quando se fala em alterar o zoneamento, e quase sempre o que pensa a população não é levado em conta nesse jogo de cartas intricado.
A novela continua…

* O conteúdo deste artigo não reflete na opinião do grupo Life Informa

LIFE | aquarius-life - Publicado 06:35 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *