Centro Life: Implantação de travessia elevada interdita rua no Monte Castelo

Divulgação Prefeitura

Implantação de mais uma travessia elevada em São José, nesta segunda(8), na Rua Waldir Gaioso, em frente à creche Profª Helena Ferreira, no bairro Monte Castelo, no Centro. Por conta da obra, a via ficará totalmente interditada, com liberação apenas para o trânsito local para moradores.

O desvio será feito pela Rua Guilherme Alves Limeira, Rua Adônis, Rua Ana Gonçalves da Cunha, retornando à Rua Waldir Gaioso. A previsão é que as obras sejam concluídas no próximo dia 15 e a via seja liberada para o trânsito.

Travessias elevadas

As travessias elevadas têm a função de diminuir a velocidade dos veículos e proporcionar mais segurança aos pedestres para atravessarem a rua. Preferencialmente instaladas em áreas de grande circulação de pessoas, as faixas em nível sinalizam a preferência de quem está a pé, além de facilitar o deslocamento de pessoas com mobilidade reduzida, idosos e com carrinhos de bebê.

LIFE | centro - Publicado 07:38 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube: Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Centro Life: Implantação de travessia elevada interdita rua no Monte Castelo

  1. Georges Christian Costaridis disse:

    Moradores da Rua Gaioso e cheche: preparem-se para alagamentos pois os especialistas da prefeitura enxergam até o ponto de fazer a lombada mas nunca avaliam as consequências para realizar a obra completa. Aqui no Aquarius já descobrimos isso. Mas, como disse o prefeito, a culpa do descaso e dos desserviços é nossa. Na descrição aí das travessias elevadas ( e travessia elevada no meu dicionário são travessias acima das vias de solo) faltou incluir “e geradoras de pontos de acúmulo de lixo e de alagamentos”. Certo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *