Centro Life: Árvores da região terão diagnóstico de saúde à partir desta quarta

Nesta quarta-feira (17), a Prefeitura de São José dos Campos deu início ao Programa Saúde das Árvores

Foto: PMSJC

O programa Saúde das Árvores consiste na avaliação do estado fitossanitário das espécies arbóreas do município. Essa avaliação colhe dados de natureza botânica, florestal, ideológica, social e econômica, como a espécie da árvore, idade, altura, características da copa e acometimento por pragas, visando a conservação e prevenção da queda de árvores. Nesta quarta, no período da manhã, será realizada análise de árvores da espécie tipuana, localizadas na Praça Maurício Cury, região central.

A prefeitura contratou, por meio de licitação, a empresa PD Instrumentos para Pesquisa e Desenvolvimento Ltda para realizar o serviço de diagnóstico por imagem, com uso de equipamentos de tomografia e resistografia, que permitem averiguar a condição de saúde da árvore por meio da análise de imagens e da resistência do tecido vegetal.

O município tem uma demanda de aproximadamente 10 mil pedidos por ano para poda e 5 mil para supressão de árvores. Com o auxílio destes equipamentos será possível complementar a avaliação técnica visual realizada pelos engenheiros agrônomos e ter maior precisão na avaliação do risco de queda de uma árvore.

Inicialmente foram priorizadas as espécies protegidas por lei e aquelas que estão em locais de grande circulação de pessoas, como nas praças e parques públicos. No entanto, os aparelhos poderão ser empregados no diagnóstico complementar das árvores de qualquer região da cidade, caso existam dúvidas na avaliação técnica visual.

O aparelho de tomógrafo é composto por sensores que são instalados ao redor do caule da espécie. Cada sensor é estimulado através de batidas e então é gerada uma onda sonora que percorre o interior da árvore, cruzando com as informações dos outros sensores, e assim é gerada uma imagem 3D. Nesta imagem é possível identificar se há cavidades no tecido (locais onde o som não percorreu) e assim decidir o melhor tratamento para a espécie ou se é necessária a supressão. O processo de análise de uma árvore leva em torno de 2 horas.

Já o resistógrafo é um equipamento que mede a resistência da madeira à penetração de uma haste, o que permite detectar defeitos internos. O método é baseado na medida da resistência da madeira à penetração de uma agulha inserida com movimentação constante em uma árvore.

A análise teve início pela árvore localizada no Parque da Cidade, a árvore da chuva Samanea saman, protegida pelo Decreto Municipal 14.878/12 que a tornou imune ao corte. O município tem em torno de 300 exemplares protegidos, entre palmeiras-imperiais, paineiras, figueiras, jacarandás, paus-brasil, jacarandás, entre outras espécies.

São José dos Campos possui um patrimônio arbóreo de mais de 170 mil árvores em vias públicas, parques e áreas verdes no perímetro urbano. Somente em calçadas são mais de 80 mil.

LIFE | centro - Publicado 08:30 | -

Compartilhe a Life Informa:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube: Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Centro Life: Árvores da região terão diagnóstico de saúde à partir desta quarta

  1. Janira de Fátima Braga disse:

    Boa tarde eu moro na Rua Euclides Miragaia no edifício Miami I, e nessa rua tem imensas árvores que chegam a encostar tanto nos fios elétricos como entrando nos prédios da rua, vocês poderiam pedir para que essas imensas árvores pudessem ser podadas?
    Obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.