LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Bloco Capivara Neon nega relação com episódio de violência e depredação no Jardim Maringá

Compartilhe a Life Informa:

Divulgação Bloco Capivara Neon

O bloco Capivara Neon, que desfilou pelas ruas do bairro Jardim Maringá neste domingo (19), divulgou uma nota nesta segunda-feira (20) negando qualquer envolvimento com o episódio de violência e depredação ocorrido na região após o término do desfile.

Segundo o comunicado do bloco, o desfile transcorreu de forma alegre e tranquila, contando com a presença de famílias e crianças, e tendo sido saudado pelos moradores durante todo o percurso. Além disso, o Capivara Neon cumpriu todas as exigências de segurança e horários pré-determinados, contando com o acompanhamento das equipes de limpeza pública da Prefeitura.

O bloco ainda reforçou seu posicionamento contra a violência e depredação, lamentando o ocorrido e destacando que seu objetivo é promover um Carnaval alegre e pacífico para todos os foliões.


O episódio em questão refere-se a um fluxo que se formou após o término do desfile do Capivara Neon, na praça Pedro Américo, e que culminou em atos de violência e depredação na região. Moradores locais já vinham reclamando há anos sobre o fluxo intenso na praça. Neste domingo, vídeo mostra jovens subindo no ponto de ônibus da praça, o que representa um risco para a segurança.

O Capivara Neon reforçou que não tem relação com esse fluxo e que cumpriu seu papel de promover um Carnaval seguro e divertido para todos os participantes. No entanto, a situação evidencia a necessidade de medidas efetivas por parte das autoridades para garantir a segurança e tranquilidade dos moradores do bairro Jardim Maringá e regiões próximas referente a este fluxo que tem se formado nos finais de semana.

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos e Vale do Paraíba – SP.
Receba notícias na palma da sua mão, entre em nossos canais e facilite sua comunicação!
Para entrar no grupo Whatsapp: clique aqui
Nosso Novo Canal Whatsapp: clique aqui
Para entrar no canal Telegram: clique aqui 
Para seguir pelo Instagram: clique aqui
Para entrar no canal no YouTube: clique aqui
Denúncias, reclamações e informações:
Nossa redação 12 98187-2658

11 Respostas

  1. Deveriam acabar com essa palhaçada de carnaval.
    Festa sem sentido do com depravados a procura de sexo na rua.
    Deus, patria e família.

    Com certeza São eleitores do 9 dedos.
    Porque pessoas de bem, de direita não participa desse tipo de movimento!

  2. O Jd Maringá eh um bairro pequeno sem opcao de acesso para os moradores da rua Ipiranga e Praça Chuí e mm para quem tem que sair numa emergência pela Serimbura. O bairro ficou caótico e o sofremos com certo descuido das autoridades na questao de limpeza, calçamento, etc. Torço para que esta festa seja transferida para local mais confortável porque o comercio pouco lucra com estas festas. O ônus do lixo eh muito maior.

  3. São um bando de sem noção!!! quem organiza um bloco desse deveria fazer isso para ficar na frente da casa do responsável. É muita falta de respeito e preocupação com o próximo….
    Se quer tanto assim fazer bloquinho, se tem tanta necessidade disso….vá fazer em locais fechados… os comerciantes é que pagam o pato depois tendo que limpas toda porcaria que os “foliões” deixam fedendo na frente dos comércios.

  4. Infelizmente o povo não sabe ter liberdade, a polícia nunca faz nada para conter a bagunça e os moradores e comerciantes é que pagam a conta!!!! ABSURDO!!! ESTAMOS VIVENDO EM UM PAÍS SEM ORDEM, SEM PROGRESSO E COM TUDO QUE HÁ DE RUIM E PIOR DOMINANDO ESSA SITUAÇÃO!!!
    SE NINGUÉM DE BEM ASSUME A RESPONSABILIDADE, OS DE MÁ INDOLE VÃO TOMAR CONTA!!!

  5. Esse fluxo aí vem acontecendo faz tempo, é culpa das porcarias de adegas lá. Tem negócios legítimos se mudando por causa disso….

  6. Parece que o grande problema desse bairro e de muitos outros, é o fluxo criado por pessoas que infringem as leis para vender bebidas e outras drogas e “cafofos” convenientes aos moradores de rua, noias e demais “sem noção” que, muitas vezes , procuram locais distantes do seu para exercitar suas más índoles.

  7. Esta “palhaçada de carnaval” é uma festa popular brasileira, deve ser incentivada em locais apropriados e com limites. Os baderneiros que promovem o tal “fluxo” se concentram naquele bar Cabana e NÃO SÃO DO BAIRRO, menores de idade bebendo e se drogando sao visíveis nestes eventos de fluxo. A Prefeitura nao pode fingir que o problema nao existe e tem RESPONSABILIDADE nisto. Não gostar de carnaval é um direito, hostilizarva festa não é. Sempre tem a opçao de se mudar pra Suiça, pois o Brasil é a terra do Carnaval.

  8. Sou contra Carnaval de blocos de ruas, atualmente só vandalismo antes da pandemia foi na Avenida Anchieta que foi um tormento aos moradoras e comerciantes, bagunça total com muitas pitarias em plena luz do dia, consumo de muitas drogas e bebidas alcoólicas sem nenhum respeito aos moradores onde os frequentadores fazem as suas necessidades em plena rua e sem preocupar que estão sendo vistos, a Associação do Bairro do Jardim Esplanada conseguiu perante a Prefeitura para não realizar mais essas baixarias ao bairro, com a liberação novamente a escolha foi para o bairro do Maringá e se repetiu novamente, tem que acabar com o carnaval dos blocos de ruas, quem quiser curtir o carnaval que vá aos clubes.

  9. Segue uma sugestão para promover a cultura do amor para todos os blocos de rua.
    Que tal este pessoal de blocos de rua que falam em democracia, não juntarem todo este dinheiro que vão gastar.
    E não compram alimentos e vão fazer festa da barriga cheia, do carinho, do abraço para quem precisa.

    Porque pelo que recordo era um festa cristã que prega o amor ao próximo.
    Mas pelo que vejo é mais político no mal sentido que qualquer outra coisa.
    Deus abençoe a todos.

    Em vez de promover “cultura “, é sim fazendo o bem ao próximo .

    Me parece mais político o objetivo dos blocos que cultura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Nosso e-mail: contato@informa.life | 12 98187-2658
Life Informa | São José dos Campos – SP
Avenida Cassiano Ricardo, 601 / Sala 123
Edifício The One – Jardim Aquarius
São José dos Campos – SP – CEP 12.246-870