Bikes compartilhadas: “Yellow” ou “Samba”? Veja comparação entre as empresas atuantes em São José

São José agora conta com 300 bicicletas compartilhadas divididas entre as duas empresas

Foto: Bicicleta acima (Yellow)/Bicicleta abaixo (Samba)

No mês de setembro foi implantado o primeiro sistema de bikes compartilhadas em São José, realizado pela Serttel, com 50 bikes inicialmente. A empresa disponibilizou bicicletas, apelidadas de “Samba”, com o sistema de dockless (sem estação para retirada e devolução), ou seja, o usuário pode andar com a bike à vontade por toda a cidade e devolvê-la em qualquer local, desde que seja dentro da área delimitada pela empresa (regiões central e oeste). Com a demanda alta, a Serttel adicionou mais 50 bicicletas às ruas de São José. Para utilizar as bikes “Samba”, basta baixar o aplicativo “Mobilicidade São J. Campos”, disponível para Android e IOS.

O mesmo acontece com a Yellow, empresa de aluguel de bikes compartilhadas que chegou à cidade no último sábado com 200 bicicletas. O aluguel das bikes funciona também por meio do sistema de dockless, podendo o usuário utilizar a bike por toda a cidade e tendo que devolvê-la em qualquer ponto dentro da área determinada. A principal diferença, além das bicicletas, claro, é a área de abrangência da Yellow, que é um pouco maior (funciona desde o Parque da cidade, na zona norte, até o Jardim Aquarius, zona oeste). Para utilizar as bikes Yellow, basta baixar o aplicativo “Yellow – bicicleta e patinetes”, disponível para Android e IOS.

Em ambos aplicativos o usuário deve comprar créditos para alugar as bikes. O valor do aluguel é de R$1,00  a cada 15 minutos. Para utilizar as bikes da Yellow também é possível comprar créditos em 15 pontos de venda espalhados pela cidade. Os locais onde os créditos poderão ser adquiridos são informados no aplicativo. Cada estabelecimento será identificado com o adesivo da operadora.

Patinetes elétricos

Segundo Ariel Lambrecht, um dos fundadores da Yellow, em breve a empresa trará mais uma novidade para São José: patinetes elétricos para aluguel. A intenção é colocar em operação 150 unidades já no próximo mês.

Projetos de ciclovias

Paulo Guimarães, secretário de Mobilidade Urbana,  em entrevista à Life, conta um pouco sobre os projetos de ciclovias e ciclofaixas na cidade. “Nós estamos licitando agora a ciclofaixa da Olivo Gomes, em frente ao Parque da Cidade, devemos mexer no início do ano na avenida São José, para fazer a conexão do Banhado com a Via Norte e estudamos o projeto da ciclovia na Nelson Dávila, que vai trazer o sistema cicloviário desde o CTA até a praça Matriz”, explica. O secretário comenta que em breve deverá estar pronto o processo licitatório da ciclovia do Vidoca, que ligará a região do Urbanova até a Dutra.

Malha cicloviária de São José

A malha cicloviária de São José possui 100 km de extensão, abrange todas as regiões da cidade e conta com ciclovias, ciclofaixas, rotas de passeio compartilhado e rotas sinalizadas.

(Laranja) – Passeio compartilhado = 13,9 Km
(Verde) – Ciclovia existente = 47,1 Km
(Azul) – Ciclofaixa existente = 20,3 Km
(Roxo) – Ciclofaixa no passeio = 7,8 Km
(Rosa) – Rota sinalizada = 12,2 Km 

Veja entrevista com Ariel Lambrecht, um dos fundadores da Yellow, e com o secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Guimarães:

LIFE | cotidiano - Publicado 10:22 | - admin

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Baixe nosso aplicativo para facilitar ainda mais o seu acesso.

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

10 thoughts on “Bikes compartilhadas: “Yellow” ou “Samba”? Veja comparação entre as empresas atuantes em São José

  1. Bikes compartilhadas: “Yellow” ou “Samba”? Veja comparação entre as empresas atuantes em São José – Life Informa | samba disse:

    […] Bikes compartilhadas: “Yellow” ou “Samba”? Veja comparação entre as empresas atuantes em São José Life InformaSão José agora conta com 300 bicicletas compartilhadas divididas entre as duas empresas. Leia tudo… […]

  2. Augusto disse:

    Não sei onde tem lugar pra andar da bike em SJC a chance de ser atropelado e de 95 por cento…….Aki motos fazem o que querem no trânsito …….e carros andam quinem loucos

  3. Rogerio disse:

    A proposta da reportagem foi ótima, mas poderia se aprofundar mais no assunto: comparação entre as características das bikes, não se falou do plano mensal do Samba, promoções dos aplicativos, multas por devolver em local fora da abrangência, etc. Dados estatísticos de utilização nestes primeiros dois meses também seria interessantes.

  4. Luís Marcelo Achite disse:

    Gostei bastante do sistema, mas não entendi o motivo da SAMBA cobrar R$0,03 dobrado por cada bike alugada. Eles estão cobrando esse valor além dos R$1 por 15 minutos. Muito estranho isso.

    • Yuri Callegari disse:

      Este valor é apenas um teste para validar o cartão de crédito cadastrado no app, logo após o valor é estornado ! 🙂

  5. Iwao Kikko disse:

    A título de experiência, baixei o aplicativo da Yellow no meu celular, carreguei através de cartão de crédito o valor de R$ 10,00. Fui à praça Sinesio Martins, no Jd. Esplanada, onde faço exercício de alongamento diariamente. Estava disponível uma bike da yellow, aproximei o CR Code para destravar o dispositivo. A primeira informarção, “o ráio está encostado no dispositivo, tente novamente. Na segunda tentativa, o cesto está com peso…… tente novamente. Na terceira tentativa “Não é possível carregar aa página da Web no endereço. Enfim, é complicado, a gente fica na mão, sem poder usar a bike.

  6. Zanco disse:

    A maior ciclovia de São José dos Campos é na zona sul (Bosque – Satélite), mas não tem estas bicicletas. Outra coisa que falta são bicicletários. Moro no Bosque e quando vou ao Satélite, quase não tem bicicletários, a não ser na Paróquia Espírito Santo e nas Lojas Ótima.

  7. Norberto disse:

    Estou observando que, com alta frequência, usuários do sistema de transporte, especialmente os que usam patinetes, estão causando diversas situações de perigo, por não terem habilidade suficiente ou por não terem responsabilidade ao usa-lo.
    Moro no bairro Aquarius em São José dos Campos e frequento as ruas e praças e estou me afastando de alguns locais por julgar que há grande risco de acidentes entre os usuários e a população, ou animais de estimação.
    Crianças e idosos, além de animais de estimação são as maiores vitimas, pois circulam despreocupados na praça e do nada surgem os maus condutores.
    Algo precisa ser feito com urgência, como delimitar ou restringir locais para circulação ou ainda proibir o uso em certos locais.
    Certo estou que, caso nada seja feito, acidentes ocorrerão e poderão ser de alta gravidade.
    Certo de que medidas serão tomadas urgentemente, agradeço a atenção.

  8. Carlos Eguti disse:

    Usei o serviço Samba e não gostei e fiquei muito decepcionado com o atendimento e com o sistema. Existe uma mensalidade de R$ 20,00 e ainda por cima, você paga pelo tempo de uso da bicicleta. Infelizmente essa informação não está adequadamente divulgada. Esse pagamento só pode ser feito por cartão de crédito, o que na minha opnião é muito ruim. Poderia ter um pagamento via boleto ou cartão de débito. Usei o serviço por 1h e 38min e cancelei tudo e, como todo brasileiro otário, não se recebe nenhum reembolso por não gostar ou aprovar o serviço. Para piorar, a bicicleta que usei estava com pneu descalibrado e selim solto. Reclamei no próprio aplicativo, mas sem nenhuma resposta ou satisfação. Resumindo; não gostei o serviço e achei muito ruim

  9. Welliton Luis da Silva disse:

    Boa tarde.

    Solicito o contato da Empresa BIKE SAMBA para solucionar um problema com relação da cobrança indevida no meu cartão de crédito, pois fiz uma recarga uma vez e agora está sendo cobrado um valor mensalmente sem que Eu esteja utilizando o serviço.

    Sem mais, obrigado e aguardo retorno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *