Aquarius Life: Promessa do Palmeiras, morador do bairro trilha caminho vitorioso na base

Garoto almeja disputar campeonatos com a seleção sub-17 neste ano

Pedro Lima, volante sub-16 do Palmeiras, é a representação do sonho vivo em milhares de jovens pelo país: ser jogador de futebol. Prestes a completar 16 anos em março, a promessa já tem longo caminho percorrido pelos campos, tendo sido recentemente convocado para a seleção brasileira de sua categoria e disputado campeonatos importantes como o Efipan (Encontro de Futebol Infantil Panamericano), a Copa Brasil sub-15, em Votorantim, e até na Itália, onde foi campeão.

Pedro chegou à base do Palmeiras em 2016, quando apenas com 13 anos, foi destaque de um campeonato interno dentro das sedes do time da capital enquanto jogava pela sua ex-escolinha de fuebol, o Moreira’s Sport, de São José dos Campos, que tem grande tradição e já revelou craques consagrados como Casemiro, atualmente no Real Madrid (ESP) e Ricardo Goulart, jogador do Guangzhou Evergrande, da China.

Apesar de jogar como volante e ficar um pouco distante do gol, o garoto também se garante no ataque. No torneio “We Love Football”, disputado no início do ano na Itália, o jogador foi essencial para a conquista do título pelo verdão, tendo marcado dois gols importantíssimos: um na semifinal contra o Ajax (HOL), nos acréscimos do segundo tempo quando o jogo empatado, se encaminhava para os pênaltis – segundo ele, seu gol mais emblemático; e o outro, o gol do título do verdão na final do campeonato em cima do Atalanta (ITA), que terminou 2 a 1 para os brasileiros.

Morador de São José há cinco anos, mas nascido em Brasília, o jovem tem rotina pesada para correr atrás do desejo de se tornar profissional. De manhã, acorda cedo para ir à escola, em São José mesmo. Volta próximo da uma hora para casa, tem aqueles “quinze minutinhos” corridos para o almoço e logo já parte para Guarulhos, onde fica o centro de treinamento da base do Palmeiras. O garoto treina das 14h30 até as 18h, e então, finalmente volta para casa.

No Palmeiras, Pedro conta com a torcida e apoio total da família – mãe, pai e irmão mais novo. O pai do garoto enfatiza também a grande estrutura fornecida para as divisões de base. Segundo ele, os atletas contam com os cuidados de preparadores físicos, psicólogos, nutricionistas e toda uma equipe para auxiliá-los dentro e fora de campo. Além disso, três exames médicos e físicos são realizados por ano no clube para verificar a saúde e forma física dos atletas.

Como em qualquer lugar, esporte, ou ocasião, a rivalidade entre os grandes paulistas, em especial entre Palmeiras e Corinthians, não poderia ser diferente na base. De acordo com o volante, os jogos entre os “Porcos” e os “Gambás” são sempre eletrizantes por conta da raça, emoção e paixão envolvidas no duelo. No entanto, Pedro comenta que os jogos com outro rival são os mais nivelados. “O clássico mais pegado com certeza é contra o Corinthians, porque tem toda a história, tem vontade. Porém, o mais e equilibrado no quesito qualidade, com certeza é contra o São Paulo.”

Acostumado com clássicos e com grandes jogos, a promessa do Palmeiras comenta ter jogado em diversos estádios históricos, como o Allianz Parque, onde fez jogo-treino para testar o VAR (Video Assistent Reffere) que foi utilizado na final da Libertadores do ano passado, a Vila Belmiro, de Pelé e Neymar, o Morumbi, casa do São Paulo, e o Stadio Renato Dall’ Ara, casa do Bologna e palco de duas Copas do Mundo (1934 e 1990). Para ele, jogar em estádios tão famosos e prestigiados, além de grande oportunidade, é uma honra, uma espécie de realização de quem tanto se imaginou jogando nos locais que agora são sua realidade.

Humilde e calmo, Pedro revela seu maior sonho, acima de qualquer outro: jogar uma copa do mundo pela seleção brasileira. Ao passo que trabalha duro para realizar seus sonhos, sempre buscando evoluir seu jogo, o garoto demonstra sua admiração por dois craques consagrados. “Atualmente, jogando, minha inspiração é o Busquets, da Espanha. Na posição dele, fazendo tudo o que ele faz, ajudando defensivamente e ofensivamente, a forma com que ele carrega a bola e distribui o jogo, é impressionante. Porém, se for para falar uma inspiração maior do que qualquer outra, com certeza é o Zidane”.

Pedro já tem grande parte de seu caminho trilhado – inclusive é patrocinado pela Nike – e fez muito por merecer os títulos e vitórias que já conquistou. No entanto, o próprio Pedro diz que muito tem a fazer ainda. Ele afirma que o caminho para se tornar atleta profissional é difícil e requer trabalho, esforço e dedicação, virtudes que ele carrega consigo desde pequeno. “Ele escolheu essa profissão e atualmente está em uma das melhore escolas do país (Palmeiras). Está seguindo um caminho bom, muito bom. A realidade brasileira é difícil, por exemplo, a cada 3 mil jogadores que já estão jogando em seus times na base, apenas um vira profissional. A caminhada é longa, mas Pedro tem seguido com resiliência e persistência para continuar firme”, afirma o pai.

Agora, após ter voltado das férias e se reapresentado no Palmeiras, Pedro fica na expectativa de ser convocado para seleção brasileira sub-17 para uma competição internacional que acontece em fevereiro, na Inglaterra, e conta com a participação de seleções como Espanha e França, além, claro, da anfitriã da Terra do Chá.

LIFE | aquarius-life - Publicado 18:31 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *