3 dicas para arrasar nas provas

Com o ano letivo a todo vapor, os pais assustados, começam a procurar explicação para as notas baixas e saem em busca de opções de reforço escolar para seus filhos.

No caso de uma nota ruim, não há porque entrar em pânico. O fundamental é que você mantenha seu foco em elogiar as boas notas e valorizar o esforço que foi colocado para alcançar esse resultado.  Quanto à nota baixa, basta perguntar qual o plano para melhorar esta nota na próxima prova, dar um tempo de no máximo um dia para seu filho apresentar o que planejou e mostrar que confia na capacidade que ele tem para reverter a situação. Seguindo as três dicas que preparamos, seu filho vai recuperar rapidinho essa nota.

Se todas ou a maioria das notas foram ruins, este o momento para acender a luz de alerta, mas sem transformar a situação em um caos dentro de casa ou na relação com a escola. E aqui vai o primeiro aspecto que você precisa aceitar para que possa ajudar: a responsabilidade pelas notas ruins é do seu filho e de mais ninguém.

Ao tentar encontrar alguém a quem culpar, o foco da situação é totalmente desviado. Seja quem for o escolhido, nada ou muito pouco de produtivo poderá ser tirado para reverter o quadro.

Então, combinamos que não há culpados. O fato de você ter trabalhado demais, da professora de matemática ser brava demais, de seu filho ter ficado triste demais ou qualquer outro demais não deve ser usado como desculpa agora.

Se o responsável por estudar e tirar boas notas é seu filho, fica claro que ele pode, e deve, solicitar ajuda quando precisar, mas é ele quem vai ter que mudar algumas atitudes para que a situação não se repita. Seu papel como responsável é fundamental, guiando, apoiando, mostrando que acredita, estabelecendo e fazendo cumprir algumas regras. Mas nada disso vai adiantar caso seu filho não mude também.

Aí vão 3 dicas que poderão ajudar – e muito – para que seu filho de fato entenda e assimile a matéria no momento em que estiver estudando para as provas.

  • Refazer exercícios, atividades e provas anteriores;
  • Tentar contar para si mesmo o que estudou ou o que lembra da aula assistida;
  • Escrever o conteúdo – em forma de tópicos ou criando perguntas para serem respondidas sobre o conteúdo.

Não se esqueça que noites completas de sono fazem toda a diferença para que o conteúdo estudado possa ser armazenado e organizado no cérebro. Nada de ficar até tarde em cima de livros e apostilas!

LIFE | educacao - Publicado 10:36 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *