Você sabe o que são parafilias?

Doenças caracterizadas em preferências sexuais anormais, doentias e bizarras; existem tratamentos, mas não cura!

Antigamente, a definição de sexo era o ato feito entre adulto, humano e vivo na busca do prazer e para procriação. Tudo o que fugia a esse cenário era considerado transtorno. Agora, a visão da medicina e de especialistas no tema é mais coerente com o que existe. No que tange à saúde, as parafilias são consideradas alterações do comportamento sexual caracterizadas por fantasias sexuais específicas, necessidades e práticas sexuais repetitivas e angustiantes ao indivíduo que comumente lhe causam sofrimento. E toda parafilia é doença.
“São preferências sexuais anormais e doentias, no sentido de bizarras a pervertidas, que a pessoa ao longo da vida desenvolve de forma lenta e gradual”, afirma o psiquiatra da Unep, Carlos H. Ferreira Banys.
O médico diz que é importante ressaltar que as parafilias podem ter graus de intensidade diferentes. Há transtornos que ninguém percebe que a pessoa tem e outros que têm perfil de psicopatas. “Tem a pedofilia, uma doença cuja prática é crime. No entanto, se ela ocorre só na cabeça, se a pessoa segura a onda apenas vendo imagens e revistas sobre crianças, aí não é crime. Como também aquele que sente prazer em manipular fezes ou passar suas fezes ou do parceiro no corpo. Nesse caso, não é normal. É uma doença, mas não é crime”, destaca, antes de explicar que o distúrbio mental com preferência anômala e pervertida serve para definir qualquer parafilia. O tratamento é a única saída, mas não é específico.
“Não há cura porque não tem efetividade segura, seja farmacológica ou psicoterapêutica. Contudo, o indivíduo consegue viver com ela, podendo reduzi-la em frequência e intensidade, e assim controlar sua compulsão, eventualmente até fazendo-a desaparecer com o passar dos anos” , relata o médico.
O critério para o diagnóstico – conforme o entrevistado – é a preferência. Ou seja, a pessoa sente mais prazer com a atividade parafílica do que com o sexo normal. O psiquiatra conta que as parafilias, epidemiologicamente, não são raras na sociedade. Pelo contrário, são frequentes, principalmente, nas suas formas menos intensas. No entanto, não há números estatísticos sobre esses transtornos.
De acordo com o especialista, o impacto que as parafilias têm na saúde do paciente gera sofrimento e inadequação social, o que pode ocasionar graves prejuízos físicos e mentais. “A complicação do problema é que o tratamento tem de partir do indivíduo, ele tem de procurar ajuda, ou um terceiro ou ambos no pedido de socorro. Ou ainda, a percepção de amigos, família, parentes, que vão estimular quem está sofrendo a buscar tratamento. Apesar de não haver cura específica, há como tratar e melhorar a saúde mental”, encerra o psiquiatra. Confira as categorias de parafilias:

Pedofilia: atração sexual por crianças;
Exibicionismo: desejo de exibir os órgãos sexuais a uma pessoa estranha;
Masoquismo: obtém satisfação com o próprio sofrimento;
Sadismo: sente necessidade de criar na vítima uma sensação de terror;
Voyeurismo: obtém prazer em observar pessoas envolvidas em atividade sexual;
Frotteurismo ou frottage: excitação com a fricção do corpo em outra pessoa qualquer, como no ônibus, metrô ou em meio à multidão;
Transtorno transvéstico: prazer em se vestir com roupa do outro gênero;
Zoofilia: prazer em relação sexual com animais;
Urofilia: excitação ao urinar no parceiro ou receber dele o jato urinário, ingerindo-o ou não;
Necrofilia: atração por ter relações sexuais com cadáver;
Coprofilia: fetiche pela manipulação de fezes, próprias ou do parceiro.

LIFE | cotidiano - Publicado 22:38 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube: Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

2 thoughts on “Você sabe o que são parafilias?

  1. Mário Daniel disse:

    Simples e eficaz amei o conteúdo

  2. João disse:

    Na verdade , vejo as parafilias como uma consequência dos transtornos emocionais familiares e sociais que envolvem as crianças em em seu processo de desenvolvimento .
    Por isso , temos que ter cuidado com as nossas crianças, evitando causar nelas traumas emocionais !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *