Verdão goleia Ponte no Pacaembu e ganha forças na reta final!

Gols de Barcos e Assunção fizeram a festa da torcida; Palmeiras ressurge e agora tem clássico contra o São Paulo, sábado no Morumbi

No reencontro de Gilson Kleina com a Ponte Preta, quem deixou o campo com o sorriso no rosto foi o treinador. Na noite deste sábado, o Palmeiras dominou a Macaca e venceu por 3 a 0, no Estádio do Pacaembu, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O grande destaque foi o atacante argentino Barcos, que marcou dois gols.

Essa foi a segunda vitória seguida do Verdão, ambas sob o comando do técnico Gilson Kleina, e o sonho de permanecer na elite começa a se tornar realidade. O time segue na zona de rebaixamento, em 18º lugar, mas chegou aos 26 pontos e diminuiu para dois a diferença para o Coritiba.

Já a Ponte Preta, que defendia uma invencibilidade de oito jogos no Brasileirão, agora não sabe o que é vencer há cinco jogos – quatro empates e uma derrota -, estacionando nos 34 pontos e caindo para a 12ª colocação, já que o Náutico venceu e saltou para o décimo lugar. A partida deste sábado marcou a estreia do técnico Guto Ferreira, que foi apresentado na última segunda-feira para o lugar de Gilson Kleina

Barcos é o cara
Apoiado pela torcida, o Palmeiras começou em cima e criou duas boas oportunidades logo nos primeiros minutos. Na primeira, Marcos Assunção cobrou escanteio e Barcos desviou na primeira trave. Mostrando muito reflexo, Edson Bastos defendeu. Depois, Assunção cobrou falta e o camisa 1 rebateu. Aos seis, Maikon Leite invadiu a área e bateu com muito perigo para fora.

De tanto insistir, o Verdão abriu o placar aos 11. Após bate e rebate dentro da área, Barcos “dominou” de cara e bateu mascado. A bola passou pela zaga e entrou no canto esquerdo de Edson Bastos. Três minutos depois, Maikon Leite escapou pela esquerda e cruzou rasteiro. Livre de marcação, Barcos completou para o fundo das redes. Depois disso, os jogadores da Macaca se reuniram no campo para tentar ajustar os erros.

E por muito o Verdão não marcou o terceiro aos 32. Marcos Assunção cobrou falta, ninguém desviou e Edson Bastos fez a defesa no canto. No rebote, Barcos quase completou, mas a zaga aliviou o perigo. Em uma das poucas investidas ao ataque, a Macaca quase diminuiu aos 42. Nikão cobrou falta com força e Bruno fez boa defesa.

Para sacramentar a vitória
Assim como no primeiro tempo, o Palmeiras pressionou a Ponte nos minutos iniciais da etapa final e por muito pouco não marcou o terceiro aos cinco. Márcio Araújo fez grande jogada individual e tocou para Maikon Leite, que dividiu com o zagueiro e tocou por cobertura de Edson Bastos. A bola acertou o travessão e foi aliviada pela zaga pontepretana. A situação ficou melhor aos 13, quando Marcos Assunção arriscou de longe e contou com uma falha de Edson Bastos para marcar o terceiro.

Logo depois, Nikão passou para Roger, que na hora da finalização foi travado por Thiago Heleno. O camisa 9 ficou reclamando de pênalti inexistente. Aos 17, Maikon Leite puxou contra-ataque, invadiu a área e tocou para Valdívia, que bateu de primeira. Edson Bastos estava batido no lance e apenas viu a bola bater na trave. No rebote, Barcos mandou para longe. A Macaca criou duas boas chances de diminuir aos 20 minutos.

Marcinho cobrou falta direto e quase surpreendeu Bruno, que espalmou para escanteio. Após a cobrança do camisa 10, Nikão subiu mais que todo mundo e cabeceou para mais uma grande defesa de Bruno. Na sequência, Roger recebeu dentro da área e bateu cruzado, sem direção. O Palmeiras acertaria novamente a trave aos 28, quando Barcos deixou Ferron no chão e soltou a bomba.

A partida caiu bastante de produção a partir dos 35 minutos, já que o Palmeiras diminuiu o ritmo e a Ponte Preta não conseguia furar o bloqueio adversário. Luan levou perigo em chute de longa distância, mas mandou para fora. Depois foi a vez de Roger assustar ao cabecear pela linha de fundo. O Verdão quase marcou o quarto aos 42 minutos. Márcio Araújo invadiu a área e na hora da finalização foi travado por Baraka. No último lance, Roger deixou Maurício Ramos no chão e na frente de Bruno isolou a bola.

Próximos jogos
O Palmeiras volta a campo no próximo sábado, quando faz o clássic contra o São Paulo, às 16 horas, no Morumbi, pela 28ª rodada do Brasileirão. Já a Ponte Preta enfrenta o Coritiba na quinta-feira, às 21 horas, no Couto Pereira.

 

 

LIFE | esportes - Publicado 10:16 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *