Tamoios: Mais um trecho inaugurado


Mais 10 km de pista serão entregues na terça-feira, junto com novo trevo de acesso à Santa Branca

A Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) vai entregar 10 quilômetros de pista duplicada no trecho de planalto da Rodovia dos Tamoios, na próxima terça-feira, elevando para 21 km o total de trechos já concluídos da obra.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) virá à região inaugurar os quatro trechos duplicados e o novo trevo de acesso à Santa Branca, que torna a passagem entre a estrada e a cidade mais segura, em desnível (por baixo da pista).

Serão entregues os trechos entre os km 20,5 e 24,5, 38 e 39, 43 e 45 e 53 e 56.
Prevista para ser finalizada em 16 de dezembro deste ano, com 49 km de obras de duplicação, a Tamoios teve os primeiros trechos concluídos e entregues em 25 de abril deste ano, entre os km 39 e 42.

Também foram entregues trechos nos dias 27 de junho (km 15 ao 17 e 46 ao 48), 4 de julho (km 29,1 ao 31,7) e 25 de julho (km 28,7 ao 29,1 e 45 ao 46).
Desde maio, as obras de duplicação alcançaram o pico do nível de trabalhadores, com 2.200 pessoas em 122 frente de trabalho.

Tráfego.

“Nesses 20 meses de obra, tivemos um cronograma bastante apertado, porque a rodovia continuou em operação”, disse Laurence Casagrande Lourenço, presidente da Dersa.

“Não foi fechada para o nosso trabalho. Tivemos que conviver com o trânsito, e isso gera perda de produtividade.”  Mesmo assim, segundo ele, os prazos continuam seguindo dentro da normalidade, com os 49 km do trecho de planalto da rodovia totalmente duplicados até 16 de dezembro.

“Não há hoje uma obra rodoviária no Estado com maior número de trabalhadores do que esta no planalto da Tamoios”, afirmou Lourenço.

Velocidade.

Segundo o presidente da Dersa, o limite de velocidade máxima na Tamoios continuará reduzido de 80 km/h para 60 km/h.

Apenas quando a estrada tiver um trecho duplicado com extensão linear superior a sete ou oito quilômetros é que o limite poderá voltar ao padrão de 80 km/h.
“É questão de segurança. Preciso de um trecho longo para ter área de aceleração e desaceleração suficientes para evitar acidentes. Isso ainda nós não temos”, disse.

A Dersa deve entregar novos trechos duplicados da rodovia no final de setembro.
A previsão da empresa é de iniciar as obras dos contornos do Litoral Norte entre setembro e novembro. O trecho de serra depende da definição de uma PPP (Parceria Público-Privada).
Ligação entre cidades do litoral
A Dersa informou que os contratos para as obras de construção dos contornos entre Caraguatatuba e São Sebastião já foram assinados. Na última terça-feira, a estatal participou de uma audiência pública em São Sebastião para debater alterações no trecho que passa pela cidade.

Moradores dos bairros Topolândia, Olaria e Itatinga pedem mudanças na rota da estrada para evitar desapropriações. Eles negociam com a Transpetro, subsidiária da Petrobras, a cessão de uma área para que a rota seja alterada.

Segundo Laurence Casagrande Lourenço, presidente da Dersa, técnicos da empresa irão ao Rio de Janeiro na próxima semana para saber da Transpetro a decisão sobre a área em São Sebastião.

“A decisão da mudança vai seguir um posicionamento técnico”, disse Lourenço, que espera começar as obras entre setembro e novembro. No trecho de serra, a obra vai demorar 48 meses e será feita por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada).

O VALE


LIFE | cotidiano - Publicado 07:42 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *