Tamoios: Cheia de desvios, mal sinalizada e com constantes ‘Pare e Siga’, rodovia tem retorno de radares

Duplicação feita há 6 anos ainda não resultou em melhorias na principal rodovia que dá acesso ao litoral norte. Para piorar, velocidade máxima segue de 80 km/h com reforço de radares exclusivamente para multar motoristas. Valor do pedágio sobre na terça (1)

Tamoios: Duplicação do trecho de planalto ainda não resulta em segurança para motoristas

A vergonhosa situação da rodovia dos Tamoios representa martírio e teste de paciência aos motoristas. Cheia de desvios e afunilamentos, mal sinalizada e com constantes “Pare e Siga”, a principal estrada que dá acesso ao litoral norte foi duplicada no trecho de planalto há seis anos, ganhou duas praças de pedágio, mas a velocidade de 80 km/h é uma verdadeira fábrica de multas.

“Tem trecho que é inviável andar a 80 km/h. Chega a ser perigoso, porque os carros te ultrapassam pela direita, esquerda, e você, por uma questão de segurança, precisa de mais velocidade para não ficar emparelhado com os carros. Não aguento mais receber multa na Tamoios. Sai Alckmin, entra Doria e a situação vergonhosa segue a mesma. Ou até piora. Lamentável”, afirma o médico Carlos H. Ferreira, que utiliza a rodovia há 45 anos. Além de todos os perrengues e do descaso do Estado, a rodovia ainda precisa ser completamente interditada a cada forte chuva devido ao risco iminente de desmoronamento na serra do mar.

“O Estado vem picotando a serra do mar há 6 anos! É óbvio que vai haver risco de deslizamentos. A duplicação da serra já era para estar finalizada! Colocaram pedágios, encheram de radares, mas o mais importante, que é a segurança, continua vexatória”, desabafa a comerciante, Ciomara Chad. Representante de vendas, ela amarga prejuízos a cada fechamento da estrada. “Quando a Tamoios fecha minhas vendas despencam 70%. Quem vai arcar com o meu prejuízo? O governo estadual?”, desabafa Ciomara.

Para piorar as reclamações, a fábrica de multas segue crescendo. Conforme determinação do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (ARTESP), três radares portáteis voltarão a operar na Rodovia dos Tamoios a partir desta sexta (27). Os equipamentos estão homologados para funcionar. Veja abaixo onde ficarão instalados os radares.  O valor do pedágio será reajustado a partir de terça (1), na praça de Paraibuna, indo de R$7,60 para R$ 7,80. A reportagem entrou em contato com o governo do Estado. Esta matéria pode ser atualizada.

SENTIDO LITORAL

13+360

21+100

35+100

35+650

38+340

46+450

49+400

57+800

SENTIDO SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

20+300

24+130

25+350

28+000

32+000

35+750

37+640

 

LIFE | cotidiano - Publicado 15:12 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

4 thoughts on “Tamoios: Cheia de desvios, mal sinalizada e com constantes ‘Pare e Siga’, rodovia tem retorno de radares

  1. Marcos disse:

    Não consegui entender esses números onde ficarão localizados os radares esta meio confuso

    • Georges Christian Costaridis disse:

      Imagino que seja o km + a distância até onde está localizado o caça níquel. Ex.: no km 13, a até uns 360 metros depois dele tem um, no sentido litoral.Mas não se preocupe pois a multa é garantida no seu passeio.A menos que desça de burro, charrete, bicicleta ou a pé.

      • Jardel disse:

        Passei por lá no mês passado ,e não levei multas ,foi a primeira vez que fui pro litoral norte dirigindo lá é muito Loko a natureza domina ali ,mais é perigoso dmais

  2. Georges Christian Costaridis disse:

    Típica obra eleitoreira mal projetada, mal feita e sem o devido rigor para construir num local cheio de pontos pontenciais de desabamentos.Deviam pagar a quem usa e não cobrar pedágio pelos transtornos que causa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *