Seminário apresenta dados sobre arborização em SJC

Diagnóstico quantificou a cobertura arbórea por meio de análises de sensoriamento remoto

A Prefeitura de São José dos Campos, em parceria com o Ipplan, promoveu na última quinta-feira (3), o Seminário “Arborização Urbana em São José dos Campos”.

O encontro, realizado na sala de leitura do Parque Vicentina Aranha, reuniu moradores, conselheiros de meio ambiente, representantes de entidades ambientalistas, técnicos da área, entre outros interessados.

A abertura do evento contou com a palestra do professor doutor Demóstenes Ferreira Filho, especialista na área, membro da ESALQ-USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo), falando sobre os serviços ambientais prestados pelas árvores e o cenário da arborização nas cidades brasileiras.

Em seguida foram apresentados os resultados do diagnóstico do Plano Municipal de Arborização Urbana de São José dos Campos. O diagnóstico é a primeira fase para a construção do Plano, fornecendo subsídios para o estabelecimento de diretrizes de planejamento, implantação e manejo das árvores na cidade.

O trabalho quantificou a cobertura arbórea da área urbana, por meio de análises de sensoriamento remoto e com a realização de um inventário de campo, realizado entre os meses de julho e setembro. O objetivo foi também mapear as áreas prioritárias para a arborização no município.

O Estudo mostrou resultados positivos, identificando uma cobertura de copa arbórea em 43,7% do perímetro urbano do município, ou 154,65 Km2.

Considerando as calçadas o índice de cobertura de copa arbórea é de 22%, cerca de 7,5m2 de copa por habitante. O número se destaca em relação a outros municípios do Estado de São Paulo, conforme dados do Programa Município Verde Azul. Nos 2.581 Km de calçadas do perímetro urbano foram contabilizadas 80.595 árvores. Já no distrito de São Francisco Xavier foi feito o Censo Árboreo, que inventariou 770 árvores.

Outro dado relevante foi a análise da cobertura do solo, comparando a presença de copa arbórea em relação a outros elementos que retém calor no espaço urbano, como o asfalto e edificações. A presença das árvores é fundamental para garantir conforto térmico nos bairros. A análise térmica mostrou a relação direta que existe entre bairros com maior e menor índice de arborização em vias públicas e a variação da temperatura de superfície.

O inventário de campo gerou dados qualitativos, averiguando a diversidade e a quantidade de árvores presentes nas ruas, os plantios adequados e inadequados; os principais problemas e conflitos com infraestrutura urbana; as condições fitossanitárias das árvores, as necessidades de podas ou de substituição; bem como o risco de queda de árvores.

Para o advogado Sebastião Assis Mendes Neto, que acompanhou o Seminário, os dados apresentados foram muitos interessantes. “Pudemos notar que São José tem bons índices, mas ainda há muito o que avançar e cabe a nós moradores multiplicar a consciência sobre a importância das árvores”, pontuou.

 

LIFE | cotidiano - Publicado 15:11 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *