Região de São José bate recorde de apreensão de drogas no primeiro quadrimestre do ano

Forças de segurança local tiraram das ruas mais de 2,8 toneladas de entorpecentes entre janeiro e abril; é a maior marca dos últimos 20 anos

O trabalho das polícias permitiu a apreensão de mais de 2,8 toneladas de entorpecentes entre janeiro e abril deste ano na região de São José dos Campos. A quantidade é quase 19 vezes maior que a recolhida nos quatro primeiros meses de 2001 (142,6 quilos), quando a série histórica passou a ser contabilizada.

No primeiro quadrimestre deste ano, a droga mais apreendida foi a maconha com 2,3 toneladas; seguida pela cocaína com 350,5 quilos; crack com 62,8 kg e mais de 67,2 kg de outras substâncias ilegais. Os números demonstram a efetividade das ações policiais no combate ao tráfico na região.

Além de ser o maior total de drogas apreendidos em 20 anos, a soma ainda é 86,10% vezes superior à quantidade de entorpecentes apreendidos no primeiro quadrimestre de 2020, quando foi recolhida 1,5 tonelada, sendo cerca de 776,5 quilos de maconha, 407,9 kg de cocaína, 57,5 de crack e 266 de outros.

Ainda ao longo dos quatro primeiros meses de 2021, as atividades das polícias permitiram a realização 2.617 prisões e a apreensão de 310 armas de fogo ilegais. Além disto, foram registrados 920 flagrantes por tráfico de drogas.

Todo esse resultado foi obtido por meio do empenho do policiamento ostensivo da Polícia Militar que, em diferentes locais, conta com o apoio do 3º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) – unidade que atua de forma semelhante aos padrões do policiamento de choque.

Há que destacar também as megaoperações como as São Paulo, Rodovia e Interior Mais Seguro, realizadas desde o início da nova gestão para reforçar o policiamento em locais estratégicos, contribuir com a redução dos indicadores criminais, combater o crime e aumentar a percepção de segurança das pessoas.

Além disso, os números também são frutos do forte trabalho investigativo da Polícia Civil, que atua com diversas unidades inclusive especializadas no combate ao tráfico de drogas, como por exemplo a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de São José dos Campos.

Destruição das drogas

No primeiro quadrimestre deste ano, mais de 2,02 toneladas de drogas foram incineradas na região. Somente no dia 19 de fevereiro, a Polícia Civil da região foi responsável pela incineração de quase 1 tonelada de entorpecentes – entre crack, cocaína, maconha e outros – que foram apreendidos durante inúmeras ações para combater o tráfico de drogas na região de São José dos Campos.

Ao todo, foram mais de 877 quilos da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) e outros mais de 35 quilos recolhidos por equipes da Delegacia de Infância e Juventude (Diju) de São José dos Campos, além de certa quantidade do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), com sede em São Paulo.

Os procedimentos, que foram realizados em uma empresa na cidade de Pindamonhangaba, foram precedidos de regular autorização do Poder Judiciário, nos termos da legislação em vigor, em especial a Lei nº 11.343/06 (Lei de Drogas) e contaram com a participação de agentes da Polícia Civil, além de representantes do Ministério Público e Vigilância Sanitária.

Foto Secretaria de Segurança Pública
Foto Secretaria de Segurança Pública

LIFE | cotidiano - Publicado 12:27 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *