Região do Aquarius tem índice de cobertura arbórea entre 16% a 20%

Plano Municipal de Arborização Urbana projeta ampliação para 62% em 20 anos

Foto Life

Em homenagem ao Dia da Árvore – celebrado em 21 de setembro – a Aquarius Life preparou um especial sobre elas. Fundamental para garantir o conforto térmico no verticalizado Jardim Aquarius, as árvores são mais que belas e simbolizam a qualidade de vida que permeia em meio ao acelerado – e sempre desbalanceado – crescimento urbano.
Beirando os 750 mil habitantes, sede de centenas de indústrias e com uma frota de 408.523 veículos, a cidade de São José dos Campos tem por volta de 80 mil árvores localizadas em vias públicas, além de nove parques urbanos. Do total de árvores 67,24% estão sob fiação, ou seja, mais da metade da população arbórea existente encontra-se situada em vias públicas. Segundo estudos do Plano Municipal de Arborização Urbana, elaborado em 2016 com base em imagens de satélite e inventário amostral, a cobertura arbórea do município é de 43,7% – porcentagem que representa 154 quilômetros quadrados. Se for considerada as calçadas, o índice de cobertura de copa arbórea é de 22%, cerca de 7,5m2 de copa por habitante joseense.
“A selva de pedras trouxe um desequilíbrio em sua estrutura básica pela falta da tranquilidade e convívio com o meio ambiente. O mínimo que a população deve fazer para resgatar esse equilíbrio é trazer a maior quantidade de árvores possível para as áreas urbanas, pois assim pode desfrutar do bem-estar que parte da natureza pode lhe proporcionar”, afirmou o ambientalista Ciro Croce.

Na sequência ele elucidou os diversos benefícios proporcionados pelo verde. “As árvores promovem o conforto térmico, aumento da umidade relativa, diminuição da poluição sonora, equilíbrio psicológico, captação do CO2 emitido pelos carros, liberação do oxigênio, dentre outros bens”.
Um fator positivo para São José, segundo Croce, é sua ótima localização geográfica. “A cidade tem o privilégio de estar entre a Serra do Mar e da Mantiqueira. A floresta atlântica oferece muita influência sobre a cidade. Também podemos contemplar características de transição com o cerrado que nos traz espécies muito ricas no aspecto medicinal”, destacou. E complementou. “A árvore é a salvação do ser humano nos centros urbanos. A atenção que deve ser dada a esta amiga espécie vegetal é fundamental e de grande importância para nossa sobrevivência. Amem as árvores”, encerrou.

Jardim Aquarius – Conforme informações prestadas pela secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade, o percentual de cobertura arbórea na região do Jardim Aquarius é de 16 a 20% – sendo 16 a 18% em vias públicas. O número deve aumentar conforme projeção do Plano Municipal de Arborização Urbana.

Foto Life

Segundo o projeto serão incrementados no bairro – entre 2018 e 2021 – cerca de 2.017 árvores. A expectativa é elevar o índice de cobertura arbórea do Aquarius para 62% em 20 anos. “Por ser um bairro novo encontramos no Aquarius espécies com variadas alturas e etapas de formação. Na grande praça Ulisses Guimarães, coberta com Eucaliptos, que são exóticos da Austrália, nota-se que a área recebe novas mudas para que possamos, quem sabe, ir substituindo o aspecto homogêneo da floresta de produção por espécies nativas mais interessantes para nossa flora urbana. O processo também atrai diferentes aves e animais silvestres. Uma das espécies que estão sendo plantadas na praça é o Manacá da Serra (Tibouchina mutabilis), que é característica da Mata Atlântica, com floração entre o branco e o roxo muito especial. Sua semente parece um pião que as crianças adoram brincar colocando-os para rodar. Essa espécie é prima da conhecida Quaresmeira (Tibouchina granulosa), também bastante encontrada nas proximidades”, explicou Ciro Croce.
Ele também listou outras espécies comuns no bairro como Ipês, Falso Chorão, Patas de Vacas, Acácias, Tamboril e inúmeros tipos de Palmeiras. “Como curiosidade temos também em boa quantidade a árvore Sabão de Soldado (Sapindus saponária), que produz frutos amarelos, pequenos e redondos, que eram utilizados pelos soldados ou moradores da região amazônica para lavarem-se nos banhos de rio. O efeito saponácio é excelente fazendo espuma e tirando gorduras. Encontramos ainda no Aquarius muitas árvores frutíferas, como a Amoreira (Maclura tinctoria), que nos presenteiam com o convite aos pássaros e outros pequenos animais, que saboreiam e nos ajudam a equilibrar o meio urbano”, enfatizou.

LIFE | aquarius-life - Publicado 09:19 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

One thought on “Região do Aquarius tem índice de cobertura arbórea entre 16% a 20%

  1. MARISE NOBILI disse:

    É bom saber que nossa região do Aquárius está sendo arborizada pois no caminho para a nova academia Smart Fit quase não tem árvore e fica muito quente andar a pé, ainda mais quando chegar o verão, vai ficar insuportável sem sombra. .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *