Para reduzir custos, PDV da Embraer vai demitir 1.463 colaboradores

Desligamentos ocorrerão em outubro e representarão economia de US$ 200 mi anual

A Embraer comunicou que aceitou 99,5% dos 1.470 pedidos de adesão ao Programa de Demissão Voluntária (PDV). Somente sete pedidos de adesão ao programa foram negados pela empresa. De acordo com a fabricante, os desligamentos dos aprovados serão feitos na primeira semana de outubro. A avaliação individual dos pedidos foi encerrada na última sexta (23). A empresa não informou a quantidade de pedidos por unidade no Brasil

O pacote para os dispensados oferece, além do pagamento rescisório, indenização de 40% do salário nominal proporcional ao tempo de empresa, direito a seis meses de plano de saúde e odontológico, e apoio em programas de palestras e workshops de qualificação.

Em nota, a Embraer informou que além do PDV, outras ações com o objetivo de reduzir despesas da companhia seguem sendo implantadas e seus impactos só serão dimensionados ao longo dos próximos meses. A meta é cortar cerca de US$ 200 milhões em custos ao ano.

LIFE | destaques - Publicado 17:30 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *