Prefeitura testa 103 moradores de rua para covid-19; Um testou positivo

A prefeitura de São José dos Campos concluiu, na sexta-feira (22), a testagem da população de rua para a covid-19. Cento e três pessoas foram testadas em dois dias. Destas, apenas uma apresentou resultado positivo para a doença.

Foto PMSJC

Um levantamento realizado pela Secretaria de Apoio Social ao Cidadão em abril apontou que 90 pessoas viviam nas ruas de São José dos Campos. Com base neste dado, a expectativa é de que todas as pessoas em situação de rua atualmente na cidade passaram pelo teste.

O teste rápido foi realizado em diferentes pontos da cidade por dois grupos de profissionais compostos por técnicos da assistência social e de enfermagem, além de uma enfermeira.

A equipe do Apoio Social, que já conhece pelo nome a maioria das pessoas em situação de rua, não enfrentou dificuldades para fazer o teste. Ao contrário, todos aceitaram participar e se mostraram contentes com a iniciativa.

O único caso positivo foi um homem de 50 anos, que veio de Mogi das Cruzes recentemente para viver nas ruas de São José dos Campos.

Mesmo não apresentando qualquer sintoma, ele foi encaminhado para uma unidade de saúde para avaliação, que orientou o isolamento. Ele foi levado para o espaço preparado pela prefeitura de São José dos Campos para o afastamento de pessoas em situação em situação de rua.

Todos que passaram pelo teste ainda responderam a uma pesquisa elaborada para apurar possíveis sintomas por parte das pessoas testadas, além de orientar sobre os cuidados necessários para evitar contaminação e propagação do vírus.

Prefeitura faz levantamento sobre a população de rua

Os fatores que levam uma pessoa a permanecer nas ruas são variados: consumo de drogas, problemas familiares ou de saúde mental, pobreza, entre outros. Porém, para oferecer um atendimento ainda mais eficiente a esta população, é necessário saber mais.

Quem são? Onde e como se movimentam? Do que necessitam para deixar a condição de rua?

Para responder a essas e a outras perguntas, a prefeitura de São José dos Campos iniciou em abril um estudo qualificado para conhecer e compreender esta parte tão vulnerável da população.

Nele, foram coletados dados como perfil, quantidade de pessoas na rua por dia da semana e horário, bem como os locais e em quais períodos ocorrem as aglomerações.

Perfil

Atualmente, a população que efetivamente mora nas ruas de São José dos Campos é formada por 90 pessoas. A maioria tem entre 22 e 60 anos, sendo 85% homens e 15% mulheres.

Os demais, que eventualmente também são vistos em situação de rua na cidade, dividem-se entre pessoas que têm residência e ficam fora de casa para fazer uso de drogas, assim como os migrantes, que são aqueles que deixam suas cidades de origem e permanecem em outros municípios por períodos determinados, até quando decidem receber ajuda para voltar para suas respectivas moradias.

Mapeamento

Com 38%, a região leste concentra o maior número de pessoas em situação de rua, seguida pela região central, com 27%. Nas demais regiões, o levantamento apontou 12% na zona sul, 9% na oeste e 8% na região norte. Sob os viadutos, 6%.

De acordo com a análise da equipe técnica, as regiões leste e central são os pontos da cidade onde mais ocorrem a entrega de alimentos, feita por voluntários, o que explica a maior concentração de pessoas e a baixa adesão dos mesmos ao abrigamento.

Sazonalidade

Um ponto importante apresentado pela pesquisa foi que a aglomeração de pessoas nas ruas varia de acordo com datas comemorativas e dias quando são realizados os pagamentos de benefícios.

Na segunda semana de abril, quando foi comemorada a Páscoa, foi constatado um aumento de 36% de pessoas na rua. Também neste caso, o fenômeno se dá em função da presença mais expressiva de ações voluntárias de doação de alimentos e outros itens.

Outro momento marcado por um pico de pessoas na rua, foi a semana de pagamento da primeira parcela do Auxílio Emergencial, do Governo Federal. Neste período, algumas pessoas deixaram suas casas ou abrigos para receber o benefício. Depois disso, muitas delas permaneceram nas ruas, sobretudo para fazer uso de entorpecentes.

Nas demais semanas, o número de pessoas em situação de rua apresentou queda. A redução mais expressiva foi entre 13/4 e 19/4 (- 23%).

O número de pessoas também varia de acordo com o período. Durante o dia, há mais pessoas na rua do que à noite, tendo em vista que boa parte delas retorna à residência para passar a noite.

Metodologia

A pesquisa sobre a população de rua é realizada equipes de Apoio Social. A contagem das pessoas é feita, de forma visual, pelos educadores uma vez por semana. Já a identificação de cada um é feita pessoalmente, com a presença de um assistente social. Nesta abordagem são obtidas, por exemplo, informações como: quantas e quais pessoas tem moradia e estão na rua para fazer uso de drogas, quem está apenas de passagem pela cidade, entre outras.

Estes dados são compilados para a geração de um relatório mensal que é usado como ferramenta de gestão, possibilitando ações mais eficientes e assertivas no atendimento, encaminhamento ou acolhimento das pessoas.

Trabalho integrado

Desde o início de abril, a Prefeitura de São José dos Campos intensificou o trabalho de apoio e acolhimento voltado à população de rua, sobretudo pela exposição e vulnerabilidade deste público, durante a pandemia do novo Coronavírus.

De 1º a 30 de abril,  foram feitas 1.096 abordagens, 184 acolhimentos em abrigos, sendo 75 encaminhamentos para o tratamento em dependência química.

No mesmo período, 284 pessoas foram recambiadas, expressão utilizada para o auxílio que a Prefeitura concede a pessoas em situação de rua para que possam retornar às cidades de origem, quando assim desejarem.

Também foram criados espaços de isolamento para casos suspeitos de Covid-19. Até o momento, apenas duas pessoas precisaram ficar isoladas, porém ambas já foram liberadas.

Idosos e pessoas com doenças crônicas também estão recebendo tratamento diferenciado pelo fato de integrarem os grupos com maior risco de morte no caso de infecção pela Covid-19. Para eles, acolhimento está sendo feito em instituições separadas do público em geral. Idosos junto com idosos e pessoas com comorbidades em abrigos diferentes dos demais.

Serviço
Para ajudar as equipes da assistência social a proteger as pessoas em situação de rua, a população deve ligar para 153 ou 156.

LIFE | cotidiano - Publicado 13:07 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

4 thoughts on “Prefeitura testa 103 moradores de rua para covid-19; Um testou positivo

  1. Maria Elena Moreto Novaes disse:

    Parabéns à Prefeitura!!! Tmj um bom trabalho! Deus abençoe. Humanização.

    • Edson Silva disse:

      Bom trabalho da prefeitura que presta esta solidariedade as pessoas de rua Parabéns!!!!!

  2. Edson Silva disse:

    Parabéns a prefeitura em dar as pessoas de rua esta ajuda solidária !!!!!

  3. Ana Carolina Isaias disse:

    Queria fazer o teste … se já tive… como faço?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *