Movimento “São José Sem Fome” que nasceu na pandemia inicia novo ciclo

O movimento atendeu quase 20 mil famílias no período de pandemia

Com a divulgação do Livro Memórias e Resultados que marcou a conclusão do ciclo inicial de quase 20.000 famílias atendidas e o término do período de apoio do Fundo Social de São José dos Campos, o Movimento SJC SEM FOME dará continuidade em novo espaço e novo formato para continuar atendendo famílias em vulnerabilidade social e manter este movimento de esperança em tempos de pandemia que se estabeleceu na cidade e hoje envolve centenas de voluntários, apoiadores e parceiros. O Livro com as histórias de voluntários e relatório de transparência pode ser acessado em https://www.regeneracaoglobal.com/sjcsemfome/. Foi lançando também o trailer de videodocumentário que está sendo produzido sobre o movimento, e pode ser acessado em: https://youtu.be/pFE0lCCfMVM

Novo parceiro para organização de doações SJC SEM FOME
Em busca de um novo local que oferecesse um ambiente favorável à colaboração, inovação e voluntariado, o Instituto Regeneração Global (IRG), responsável pelo Movimento SJC SEM FOME, fecha parceria com o coletivo Ecopátio, localizada a menos de 500m do Parque da Cidade, antiga base do movimento pelo Fundo Social.
“O Ecopátio é um ecossistema formado por uma Rede de Empreendedores Compassivos junto a um grande Centro de Convicência dedicado a gerar novas formas de interação adaptadas ao século 21”, afirma Roberto Simão, cocriador do movimento Ecopátio. “Ajudar na continuidade do Movimento SJC SEM Fome é para nós uma honra, pois estamos plenamente em sintoina com o IRG e acreditamos que a proposta aberta e colaborativa do SJC SEM FOME irá prosperar muito em nosso ambiente. Poderemos somar e criar novas possibilidades juntos”, ressalta Simão.

O espaço físico está em fase final de adequação para receber o movimento. Todos as doações serão organizadas por tipo e data de validade e a organização das atividades continuará sendo gerenciada de forma cooperativa pelo IRG, com apoio de voluntários e parceiros.

Novo formato de atuação, mesmo compromisso com a transparência
Com o fim do ciclo de 20.000 famílias, a entrega porta a porta será descontinuada como principal forma de atendimento, mas poderá ser adotada em ocasiões especiais. Neste novo ciclo, o Movimento passará a assistir outros movimentos e organizações sociais sérias e de reconhecimento social que realizam o atendimento a famílias em vulnerabilidade social. “Queremos agora ajudar os que ajudam. Para isso, selecionamos um grupo pequeno de organizações sociais para que possamos atender as famílias por intermédio dessas iniciativas, que deverão sempre usar nossas plataformas digitais para transparência e prestação de contas”, explica Fabiano Porto, Cofundador do Instituto Regeneração Global.

O compromisso com a transparência sempre foi a marca do Movimento SJC SEM FOME e, nesta nova etapa continuará tendo papel essencial. A cada entrega realizada às famílias, a organização social responsável deverá fazer o registro do recibo e enviar para o sistema, que irá armazenar, gravar a hora e localização exata da atividade. Essas informações continuarão sendo disponibilizadas em tempo real pelo site www.sjcsemfome.com.br

Todas as oportunidades de participação de organizações sociais serão anunciadas nos canais oficiais do movimento ou por meio do site oficial. “Sabemos que existem centenas de organizações sociais sérias na cidade, e gostaríamos de ajudar a todas, porém obviamente isso é inviável. Desta forma, para manter todo compromisso com a transparência e garantir maior sintonia e profissionalismo de todo processo, vamos trabalhar com cerca de cinco organizações parcerias inicialmente”, ressalta Fabiano Porto.

Torne-se um Ponto de Arrecadação
Empresas, condomínios e até residências podem se tornar um ponto de arrecadação oficial do Movimento SJC SEM FOME, recebendo materiais impressos de divulgação e peças para divulgação. Podem somar esforços para receber doações de alimentos e itens de higiene para famílias carentes (pedimos atenção especial para arroz e feijão).
As doações obtidas deverão ser entregues no Ecopátio em data semanal a ser definida (Av. Rui Barbosa, 651 – Vila Zizinha, São José dos Campos – SP, 12211-000) ou, caso não seja possível, a busca pode ser solicitada aos motoristas voluntários do movimento, que se organizarão para concluir a missão.

Preencha o Formulário para se tornar um Ponto de Arrecadação: https://coletasjcsemfome.typeform.com/to/LZcd7l

Sobre o Movimento SJC SEM FOME
Liderado de forma cooperativa pelo Instituto Regeneração Global, organização social fundada em SJC, até o momento foram distribuídos porta a porta cerca de 320 toneladas de alimentos para quase 20.000 famílias por mais 400 voluntários, incluíndo até mesmo atletas de diferentes modalidades e soldados da Força Aérea Brasileira que realizaram missões oficiais em prol do movimento. Para as entregas portam a porta, mais de 100 motoristas voluntários aderiram ao movimento para entregar alimentos com seus próprios carros, inclusive arcando com custos de gasolina e manutenção do veículo. O total arrecadado em vaquinhas virtuais para compra de alimentos chegou a quase 300.000 com ajuda de quase 3.000 doadores.
Saiba mais em www.sjcsemfome.com.br

LIFE | cotidiano - Publicado 09:37 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

3 thoughts on “Movimento “São José Sem Fome” que nasceu na pandemia inicia novo ciclo

  1. Francisco Artur Marques Guimarães disse:

    A solidariedade é um dom de DEUS . Que continuem, pois com certeza irá aumentar muito o n. De necessitados devido a PANDEMIA.Conheci nesta semana o PIRATA do CARAMBA, que possui 2 cães e dorme sob a marquise da Malharia Catarinense Teve seu carrinho de coleta de material roubado,e lhe dei 100,00 para terminar novo carro,o “PÉROLA NEGRA”, mas ele precisa de um quartinho,um pouco de dignidade para viver com os cães.Quem pode ajudar??

    • Carla Rafaela da Silva disse:

      Olá estou precisando de ajuda pois tenho dois filhos pequenos e estou passando dificuldades.

  2. Francinara Araújo Oliveira disse:

    Parabéns por ajuda quem precisa Deus abençoe vcs 🙏🙏

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *