Movimento Brasil Livre impede proibição do aplicativo UBER em São José


Novo protesto dia 13/03, às 15h, na Praça Afonso Pena

O Movimento Brasil Livre (MBL), entidade suprapartidária que, ano passado, convocou as maiores manifestações da história do Brasil contra o governo federal, vem atuando em diversas pautas em diferentes cidades. No município, o movimento conquistou recentemente uma importante vitória para a sociedade joseense.

Enquanto vereadores da cidade levavam adiante projeto de lei visando proibir aplicativos de carona remunerada, como é o caso do UBER; o movimento reagiu nas redes sociais através da campanha #RetiraVereador, que contou com grande adesão pública e encheu a caixa de mensagem das páginas e e-mails dos vereadores.

Com a rejeição dos joseenses que entenderam ser positiva a concorrência entre carros pretos do UBER e taxis, no intuito de fomentar melhores serviços e preços; a Câmara Municipal recuou e decidiu abandonar o projeto.

“O mérito é do cidadão; nosso trabalho foi apenas de divulgar os canais de comunicação para chegarmos até os vereadores. Continuaremos alerta para que projetos como este, que atentam contra nossa liberdade, não voltem à pauta.”, afirmou Thomaz Barbosa, coordenador municipal do movimento.

Quanto às manifestações pelo impeachment da presidente de Dilma Rousseff, o movimento foi taxativo: “Vamos continuar pressionando. Voltaremos às ruas dia 13 de março em todo Brasil. São José se encontrará às 15h na Praça Afonso Pena”, concluiu.


LIFE | cotidiano - Publicado 11:49 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

3 thoughts on “Movimento Brasil Livre impede proibição do aplicativo UBER em São José

  1. Márcia disse:

    Parabéns!! São José agradece!

  2. Marcos disse:

    Quanto ao aplicativo UBER,
    Vocês deveriam verificar a fundo o que significa essa empresa no Brasil e no mundo,
    Não se questiona a tecnologia, mas sim a forma como eles aliciam seus “parceiros”, (escravos)
    Que se cadastram no aplicativo com esperança de renda extra sendo que na verdade irão trabalhar praticamente de graça, com uma carga horária descomunal, colocando em risco a vida de pessoas que se utilizará desse serviço, empresa que não quer a legalidade, a não ser que seja no seus moldes , próprio dos desmandos americanos. Movimentos como vocês, que tem seus méritos reconhecidos pela causa pleiteada,
    Nesse caso da UBER, estão vendo a questão da população pagar barato, mas se esquecem de ver a que custas isto está acontecendo, haja vista que se trata de uma empresa que não dá suporte e nem amparo algum para seus supostos parceiros.
    E tambem não querem pagar nenhum imposto,
    Pesso ao MBL, inteligentes que são,
    Que antes de pleitear uma causa como essa , que aprofunde em conhecer o que se trata e saber qual nocividade estará trazendo para os demais,
    Agradeço a todos e peço por favor que revejam essa situação, a UBER veio para monopolizar o transporte, extinguir as demais categorias, não recolher impostos e nos casos que já houve de tentativa de atentado ao pudor, e outros crimes já cometidos como assédio moral por parte dos supostos parceiros, se isentar dizendo que é apenas um aplicativo e que não tem responsabilidade nenhuma sobre os casos diversos que já ocorreram.

  3. Movimento Brasil Livre disse:

    Não é verdade, Marcos. O Uber opera nas mais diversas metrópoles mundiais e é extremamente seguro. É um serviço privado, ao contrário do táxi, que é público. Nosso movimento acredita que a concorrência melhora serviços e preços, em busca do cliente. Recomendamos a leitura: http://epl.org.br/2015/08/26/no-muro-sobre-a-polemica-do-uber-tiramos-suas-duvidas/ Forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *