Moradores da zona sul debatem lei de zoneamento em audiência


Audiência na Casa do Idoso da Avenida Andrômeda

Moradores da zona sul de São José dos Campos irão debater nesta quinta-feira a proposta da Prefeitura para nova lei de zoneamentos da cidade. A audiência pública será realizada na Casa do Idoso Sul (Av. Andrômeda, 2601), às 19h.

Será o quarto encontro desta nova etapa de discussão do projeto. O objetivo da audiência é esclarecer pontos da nova proposta que ainda geram dúvidas na população, entre elas a verticalização, outorga onerosa, zonas de interesse social, atividades de ruído noturno e ilhas de calor.

O texto da nova lei já foi enviado para a Câmara, mas os moradores que comparecerem à audiência poderão conhecer detalhes da proposta e apresentar questionamentos aos técnicos da Secretaria de Planejamento Urbano, que irão conduzir a reunião.

Antes desta nova rodada de audiências públicas, que termina na sexta-feira (05), a Prefeitura já tinha realizado 20 audiências preparatórias, cinco audiências públicas para apresentação da proposta e cerca de 20 reuniões com moradores e entidades representantes da sociedade.

Zona leste – Nesta quarta-feira (03), foram realizadas duas audiências públicas. Os moradores da zona leste participaram da reunião feita na Casa do Idoso Leste. Cerca de 60 pessoas compareceram.

O projeto da Prefeitura foi apresentado pela diretora de Planejamento. Em sua fala, ela procurou desmitificar pontos como o de que a verticalização provoca necessariamente ilhas de calor.

“A lei é criteriosa com a ocupação e impermeabilização do solo. Também não é verdade que a nova proposta libera a verticalização. Quanto mais alto o prédio, maior terá que ser os recuos laterais, frontal e de fundos, pontuou a diretora.

Outro mecanismo para regular o adensamento será o estoque de potencial construtivo, que vai estabelecer limites em metros quadrados de construção para as regiões da cidade. Moradores que utilizaram a palavra na audiência demonstraram preocupação com o sistema viário da região leste, mas elogiaram a proposta para nova lei de zoneamento.

“Tem que trazer gente, mas também precisa trazer infraestrutura. Mas é uma lei que vai trazer novas e pequenas empresas para zona leste, gerando emprego. Isso até vai diminuir os deslocamentos de pessoas que vivem aqui, mas hoje precisam ir buscar trabalho no Chácaras Reunidas, por exemplo. Defendemos porque enfim olharam para a zona leste”, afirmou Francisco Bento Pereira, presidente da SAB (Sociedade Amigos de Bairro) do Novo Horizonte.

A diretora de Planejamento explicou que a proposta para nova lei de zoneamento dialoga com o Plano Municipal de Mobilidade Urbana.

Zona oeste – A audiência da zona oeste foi realizada na EMEF Sebastiana Cobra, no Jardim das Indústrias. O local recebeu aproximadamente 30 pessoas interessadas em conhecer melhor a proposta da nova lei de zoneamento e os estudos que embasaram a futura legislação de parcelamento, uso e ocupação do solo.

A apresentação do projeto foi realizada pelo diretor de Projetos Urbanísticos da Secretaria de Planejamento Urbanos. “A nossa proposta, que está tramitando na Câmara Municipal, levou em consideração indicativos apontados em diversos estudos. Todos eles estão disponíveis no site da Prefeitura para consulta.”

O diretor ressaltou ainda que o projeto de lei foi elaborado pensando no desenvolvimento sustentável de toda a cidade, melhorando a qualidade de vida da população. Além disso, o texto tem o objetivo de recolocar São José na rota de grandes investimentos, gerando emprego e renda no município.

O arquiteto e urbanista Weber Rios destacou o interesse do WTC (World Trade Center) em implantar na cidade uma filial do grupo. “É uma oportunidade de gerar novos negócios e abrir centenas de postos de trabalho. Não podemos perder esse investimento”, disse Rios, que também é presidente da Ares (Associação para a Revitalização do Esplanada).

“Nós apoiamos o projeto da Prefeitura que está em análise no Legislativo. São José cresceu e hoje o Esplanada é um bairro central que liga vários bairros, caminho diário de muitas pessoas. Diversas ruas em nada lembram a tranquilidade do passado, por isso, é preciso diversificar o uso e abrir espaço para novas atividades de comércio e serviços”, finalizou Rios.

 


LIFE | sul - Publicado 12:27 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *