Fluência em inglês; requisito indispensável no atual mundo globalizado


Escolha por instituições conceituadas e profissionais capacitados são fundamentais para o domínio do idioma universal; pesquisas indicam maior ganho salarial aos profissionais fluentes em inglês

A cada dia surgem inovações em todos os campos, no mundo atual. Para a correta utilização dos mesmos, muitas vezes, faz-se necessário conhecer outro idioma, além do português. No Brasil há uma grande procura por profissionais que tenham bom desempenho no idioma inglês. A maioria das contratações é feita após uma série de avaliações, incluindo-se o domínio da língua, não só falada como escrita. Os melhores cargos são para os mais bem preparados, e preparo, entre muitas outras coisas, significa: inglês fluente.
Por isso, tem aumentado no país a consciência da crescente importância da aquisição de sólidos conhecimentos de inglês, por simples prazer, por inserção social e, principalmente, para ascensão no mercado de trabalho. A procura por bons cursos do idioma originalmente britânico tem sido crescente por parte das famílias brasileiras. Suas crianças têm sido matriculadas cada vez mais precocemente, pois, além da tentativa de motivá-las ao estudo sistemático e prazeroso do inglês, visando o sucesso profissional, têm plena consciência de que quanto mais cedo uma pessoa é apresentada a um novo idioma, mais facilmente poderá utilizá-la como um nativo. Desta forma poderá ter excelente desempenho onde quer que seja avaliada.
Em conclusão, não importa de que forma se estude inglês, mas dê preferência para escolas conceituadas, composta por profissio-nais e professores capacitados. Escolhendo a instituição ideal você abre a mente para novas possibilidades em sua vida que não estariam presentes se você não pudesse se comunicar neste idioma que é a língua padrão mundial.

Pesquisa – Conforme pesquisa feita pela “Catho” há diferenças salariais significativas àqueles que dominam o inglês. Na alta direção das empresas (diretores e presidentes), a diferença salarial entre os executivos que falam fluentemente inglês para aqueles que não falam é em média 52%. Diferenças significativas também foram constatadas entre os níveis gerenciais (23%), supervisão média (44%) e profissionais especializados com curso superior (47%).




LIFE | educacao - Publicado 11:24 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *