Extra vai virar Assaí: Grupo Pão de Açúcar vende 71 lojas do Extra ao Assaí por R$ 5,2 bilhões

Um acordo foi firmado na noite desta quinta-feira (14), entre o Assaí e o Grupo Pão de Açúcar para a compra de 71 lojas do hipermercado Extra. O valor total da transação foi de R$ 5,2 bilhões. Com a decisão, o Grupo Pão de Açúcar ficará sem nenhuma unidade com a bandeira do Extra e vai sair do segmento de hipermercados.

Segundo o Assaí, o preço total estimado da transação, R$ 4 bi deverão ser parcelados pelo Assaí ao Pão de Açúcar, entre dezembro de 2021 e janeiro de 2024. O acordo prevê a cessão ao Assaí tanto de lojas Extra Hiper em imóveis próprios como locados de terceiros, além dos respectivos contratos de locação – e pode envolver também a aquisição pelo Assaí de certos equipamentos existentes nas lojas. O preço estimado de venda dos imóveis é de R$ 1,2 bilhão e será pago pelo fundo ao Grupo Pão de Açúcar, perfazendo o preço total da transação.

A bandeira Extra Hiper será descontinuada e as lojas não envolvidas na transação serão convertidas em formatos com maior potencial de rentabilidade. Em São José dos Campos temos duas lojas do Extra que serão provavelmente convertida em bandeiras do Assaí.

LIFE | cotidiano - Publicado 10:25 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

3 thoughts on “Extra vai virar Assaí: Grupo Pão de Açúcar vende 71 lojas do Extra ao Assaí por R$ 5,2 bilhões

  1. Bruno - oficial 👮‍♀️ disse:

    Nenhuma cidade é capaz de se manter, ou de se desenvolver com economia baseada em hipermercados, com pagamento de salários de fome!

    • Jaiem disse:

      ????Juro que não consegui entender??????

  2. Georges C. Costaridis disse:

    E viva a concorrência, né glorioso e inútil CADE?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *