Estado de São Paulo deixa fase emergencial e avança à vermelha

Cultos e missas seguem vetados; toque de recolher continua das 20h às 5h

O estado de São Paulo deixa, na próxima segundo (12), a fase emergencial do Plano São Paulo. Todas as 645 cidades paulistas avançam à fase vermelha. O anúncio foi feito em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta (9) no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

Apesar do avanço, algumas restrições continuam como a proibição de cultos e missas de forma presencial. O toque de recolher continua das 20h às 5h. O cumprimento da restrição de circulação continua a ser fiscalizado por uma força-tarefa composta por integrantes das vigilâncias sanitárias, Polícia Militar e Procon. A volta do Paulistão também foi autorizada. As medidas permanecerão em vigor até o dia 19 de abril.

Na prática, a mudança permite o retorno das atividades presenciais nas escolas das redes públicas e privadas, desde que autorizadas pelas prefeituras, além da abertura de alguns serviços essenciais que estavam vetados. Bares, restaurantes, academias, salões de beleza seguem vetados.

As medidas mais rígidas de restrição, o avanço na vacinação e a expansão de leitos hospitalares resultaram em decréscimo de 17,7% em novas internações e de 0,5% ao dia em UTIs para pacientes moderados e graves com coronavírus.

Com o retorno à fase vermelha, São Paulo volta a permitir a retirada de produtos pelo consumidor diretamente nos locais de venda, como comércios, restaurantes e outras atividades, Porém, o atendimento presencial e venda no local continuam proibidos em todos os estabelecimentos.

As lojas de construção, que são serviços essenciais, podem voltar a contar com atendimento nas lojas segundo protocolos sanitários e de segurança. Também estão liberados os campeonatos esportivos profissionais a partir desta sexta (9), mas apenas após as 20h, reforço na testagem e normas mais rigorosas de controle para atletas e integrantes de comissões técnicas e arbitragem.

Outras proibições da fase emergencial acabaram incorporadas à etapa vermelha e continuam em vigor a partir da próxima segunda. Além do toque de recolher noturno e do veto a celebrações religiosas coletivas, o Governo de São Paulo manteve a recomendação de escalonamento de horários de entrada e saída para trabalhadores da indústria, serviços e comércio.

Os horários indicados são das 5h às 7h para entrada e das 14h às 16h para saída de profissionais da indústria; entrada das 7h às 9h e saída das 16h às 18h para os de serviços; e entrada das 9h às 11h e saída das 18h às 20h para os do comércio.

A recomendação de teletrabalho também continua para todas as atividades administrativas do setor público e da iniciativa privada. Todas as medidas visam a redução de circulação urbana e a queda no fluxo de passageiros do transporte público.

Mudanças
– Escolas poderão receber alunos presencialmente desde que autorizadas pelas prefeituras
– Retomada dos jogos do Campeonato Paulista
– Serviços de retirada dos restaurantes e funcionamento de lojas de material de construção, embora já estivessem permitidos por meio de liminar judicial, agora passam a ser autorizados pela gestão estadual

 

LIFE | cotidiano - Publicado 13:00 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

9 thoughts on “Estado de São Paulo deixa fase emergencial e avança à vermelha

  1. Orisvaldo Ribeiro da Silva disse:

    Nao entendi, futebol é essencial é Igrejas NÃO. O caro que liberal isso é um filho de satanás com certeza….. O povo de Deus precisa orar com mais intensidade e foco, aí o justo Juiz vai arrumar essa casa.

    • Bruno - oficial 👮‍♀️ disse:

      Essencial são as primas!!!!!

  2. Ycarim l. Ferreira disse:

    Eu gostaria de saber se esses fechamento o governo federal ele distribui verbas para esses estados como SP. Agora ninguém morre de overdose, marido não mata mais suas parceiras, câncer. Acidentes nada mais. Vergonhoso. Poderia trabalhar o estado em função dos habitantes sair dessa pandemia, vacinado. Mostrando aos indivíduos para tomar sol e ativar a vir. D. EVITAR AGLOMERACOES. Mas para o estado e fechar tudo e ganhar dinheiro e os comerciante fracassado pois nao tem suas empresa ativa.

  3. Renata de Oliveira Pires dos Santos disse:

    2 Cronicas 7:14
    se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei…

    • Bruno - oficial 👮‍♀️ disse:

      Renata de Oliveira Pires dos Santos, boca de veludo, quero você!!!!!!

  4. Dora barbosa disse:

    Este cara é um filho das trevas vamos orar pele vida dele é um pobre de Espírito

  5. Renata disse:

    Futebol é essencial e restaurantes, bares e cabeleireiros não ??? Os impostos também NÃO são essenciais, é só cortar o salário dos nossos péssimos funcionários : governador, deputados, vereadores e STF – Vergonha Nacional – acorda Brasil

  6. Renata disse:

    Sou Instrumentadora cirúrgica, nossa classe mao pode tomar vacina pois a Anvisa não avisou que acompanhamos os cirurgiões e preparamos sua cirurgia para que tudo corra tranquilo e bem – futebol para suas contas ??????

    • Bruno - oficial 👮‍♀️ disse:

      Mude de profissão!!!!! Vire fotógrafa de grávidas, vai ganhar 5x mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *